Judiciário

Segunda-Feira, 28 de Setembro de 2020, 15h:02 | Atualizado: 28/09/2020, 15h:13

FLAGRANTE NO PAIAGUÁS

Empresa que teria pago propina a adjunto tem R$ 12 mi em contratos só de 2020

Reprodução

Fachada TMF Construções

A sede da TMF Construções e Serviços fica em um bairro residencial de Cuiabá, segundo o Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado

A empresa TMF Construções e Serviços Eireli tem pagamentos de R$ 12,9 milhões por contratos firmados com o Governo do Estado entre 9 de janeiro e 17 de agosto de 2020. Parte dos valores já foram pagos, cerca de R$ 3,4 milhões, e há ainda outros a receber. Teria vindo dessa empresa o pagamento de R$ 20 mil, em espécie, que foi encontrado com o ex-secretário-adjunto de Administração Sistêmica da Casa Civil Wanderson de Jesus Nogueira.

Reprodução

Wanderson Nogueira, adjunto da Casa Civil

O ex-adjunto da Casa Civil Wanderson de Jesus Nogueira é acusado de receber propina

O ex-servidor comissionado foi preso na noite de quinta (24) após deixar o Palácio Paiaguás com o valor na mochila. Agentes do Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco) monitoraram o ex-adjunto desde a saída do Centro Político Administrativo até a entrada de seu prédio, na avenida Historiador Rubens de Mendonça, onde fizeram a prisão em flagrante. O Gaeco recebeu uma denúncia anônima. Wanderson foi solto por decisão judicial na noite de sexta (25).

Ao todo, 35 empenhos à empresa estão registrados de 2 de janeiro a 14 de setembro no Fiplan, o sistema integrado de contabilidade do governo. O maior deles foi em 24 de janeiro, de R$ 3,5 milhões. Valor parecido ao pagamento feito em 23 de março, de R$ 3,2 milhões. O mais recente foi de R$ 101,7 mil na segunda (14).

De acordo com os autos da prisão, os policiais do Gaeco identificaram outro pagamento ainda mais próximo da data do flagrante: R$ 123,7 mil em 23 de setembro.

O dono da TMF, Thiago Ronchi Adrien Eugênio, foi contatado pelos agentes do Gaeco durante a prisão em flagrante do ex-adjunto da Casa Civil. Ele disse que não conhecia Wanderson e, ao ser convocado a comparecer à sede do grupo, enviou apenas um advogado para conversar com os investigadores.

A TMF fechou um contrato com o Estado e o Gaeco identificou que o ex-adjunto teria desclassificado outra empresa concorrente. O termo de desclassificação e revogaçao do pregão eletrônico 001/2020 da Governadoria é assinado por Wanderson em 18 de maio, utilizando o argumento de que "a empresa DSS apresentou taxa de BDI e planilha de custos em desconformidade com o edital". O contrato era para a obra de reforma da Governadoria.

O Gaeco identificou que em 2 de julho deste ano foi publicado termo de homologação assinado por Wanderson contratando a TMF por R$ 1 milhão para execução do serviço para o qual a DSS havia sido desclassificada.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • willer h Pinheiro | Segunda-Feira, 28 de Setembro de 2020, 19h21
    0
    0

    willer h Pinheiro, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

Euclides, ideia do "calote" e frustração

euclides ribeiro 400 curtinha   O advogado Euclides Ribeiro (foto), que enriqueceu atuando na área de recuperação judicial e hoje detém um patrimônio declarado de R$ 23 milhões, não "decolou" com a candidatura ao Senado. Acreditava-se que sua principal proposta, aquela de recuperar o nome e o...

Empresários revoltados com candidato

vinicius nazario 400 curtinha   Os candidatos a prefeito de Alta Floresta, cidade pólo do Nortão, participaram de uma live nesta terça, organizada pela Universidade do Estado (Unemat). E chamou atenção, vindo a repercutir de forma negativa e provocar certa revolta no comércio local, o comentário do...

Olhar Dados mantém EP na liderança

emanuel pinheiro 400 curtinha   A sexta pesquisa do Olhar Dados sobre intenções de voto para prefeito de Cuiabá, divulgada nesta terça pelo site Olhar Direto, traz o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) estável, em primeiro, com 31,2%. Em segundo, com 7 pontos atrás, figura Abílio Júnior, com...

Meraldo disputa e contra próprio irmão

meraldo sa 400 curtinha   Meraldo Figueiredo Sá (foto), ex-prefeito de Acorizal por dois mandatos, está rindo à toa. Mesmo com parecer contrário do Ministério Público Eleitoral, por considerá-lo ficha-suja, Meraldo conseguiu deferimento do registro de sua candidatura. E entra no embate eleitoral com...

Gamba e efeito-vice em Alta Floresta

chico gamba 400 curtinha   O agricultor Chico Gamba (foto), que concorre a prefeito de Alta Floresta pelo PSDB, estaria disposto a substituir a vice da chapa, a empresária Roseli Gomes, a Rose da Tradição (PSC), por esta enfrentar forte desgaste político, rejeição popular e até denúncia. Mas,...

PT, candidata vetada e novo ajuste

bob pt 400 curtinha   O PT em Cuiabá, comandado pelo assessor do deputado Lúdio, Elisvaldo Almeida, o Bob (foto), terá de ajustar de novo a chapa proporcional, especialmente sobre candidaturas femininas em Cuiabá. Depois que foi intimado pela Justiça a completar a cota de mulheres, sob pena de indeferimento da...

MAIS LIDAS