Judiciário

Quinta-Feira, 06 de Março de 2014, 17h:34 | Atualizado: 06/03/2014, 18h:14

SUPLENTE

Empresário confirma fraude em ata; Mauro é uma das testemunhas - veja

.

fiuza_dentro.jpg

Empresário de Sinop, Paulo Fiuza

O prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (PSB), o advogado Paulo Taques e o empresário Mauro Carvalho estão no rol de testemunhas do polêmico processo relativo à suposta falsificação da ata dos suplentes do senador Pedro Taques (PDT), em 2010. O caso, que chegou a ficar adormecido, voltou à tona depois que o presidente regional do Sesi-MT, José Carlos Dorte, reconheceu que a assinatura no documento não é sua.

Assim, em meio ao anúncio da pré-candidatura de Taques ao governo do Estado ainda neste mês, a tendência é que a disputa judicial, encabeçada pelo empresário de Sinop, Paulo Fiuza (Solidariedade), fique ainda mais acirrada. Afinal, em caso de vitória do pedetista, o primeiro suplente passará a ter um mandato de quatro anos. Em dezembro passado, Fiuza ingressou com uma ação declaratória de nulidade da ata de convenção partidária, assinada em agosto de 2010, e de registro de candidatura.

O impasse teve início quando o então 1º suplente, hoje deputado estadual Zeca Vianna (PDT), decidiu abrir mão do cargo para tentar uma cadeira na Assembleia. O escolhido para ocupar o posto do primeiro substituto de senador foi Paulo Fiuza e a 2º suplência teria ficado com José Antonio dos Santos Medeiros.

Ocorre que, no momento do registro da ata no TRE, a ordem dos suplentes fora invertida, ficando Medeiros como 1º suplente e Fiuza como 2º. Segundo a denúncia do empresário, houve fraude no documento e falsificação de assinaturas.

O pedido judicial foi feito em desfavor de José Medeiros e de José Carlos Dorte, à época, representante da coligação Mato Grosso Melhor Para Você (PSB, PPS, PDT e PV), pela qual Taques se elegeu e concorreu ao governo do Estado o atual prefeito Mauro. As assinaturas de ambos constam no registro de candidatura. Já em janeiro deste ano, o juiz-relator do TRE, José Luiz Blaszak, determinou busca e apreensão do Livro Ata 2010 e dos originais da resolução.

Em sua defesa, Dorte afirmou à Justiça Eleitoral que, ao tomar conhecimento da alteração feita entre o que estava acordado e o que foi registrado no Tribunal, ficou surpreso. ”Desconheço a Ata que foi inserida acostada aos documentos de registro e da mesma forma não reconheço a rubrica aposta nas páginas adulteradas como sendo minhas, porque a ata que encaminhei para registro e que estava com cópia em meu poder e foi apreendida em minha residência pela justiça eleitoral, é a ata original”.

José Medeiros, por sua vez, ainda não contestou as acusações de Fiuza. Em vários documentos ficam registradas tentativas frustradas dos oficiais de Justiça para notificá-lo. A juíza Maria Mazarelo Farias Pinto, da 10ª Zona Eleitoral, em Rondonópolis, chegou a tomar medida mais incisiva, determinando hora para que Medeiros fosse intimado a prestar esclarecimentos.

“Diante das informações trazidas aos autos, determino ao Sr. Oficial de Justiça que esgote os meios legais para a realização do ato deprecado, qual seja, a citação do requerido José Antonio dos Santos Medeiros e, uma vez verificando que o mesmo se oculta para não ser citado, proceda a citação com hora certa [...]”, diz trecho da decisão.

Assim, em 25 de fevereiro a intimação foi realizada e ficou estabelecido um prazo de 15 dias para os esclarecimentos de Medeiros. As repostas devem ser dadas até a próxima quarta (12). Fiuza, no entanto, nega que o seu maior interesse seja o de assumir o cargo de senador, caso Taques seja eleito ao Paiaguás em outubro. “Não estou lutando para assumir, mas para reestabelecer a verdade e a verdade é que eu sou primeiro suplente”, sustenta.

.

documento_ata.jpg

Trecho da ação que tramita no TRE, onde empresário de Sinop, José Dorte, confirma fraude em ata dos suplentes do senador Pedro Taques, na eleição de 2010

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • joao roberto | Sexta-Feira, 07 de Março de 2014, 04h53
    1
    2

    JUCUNEI, voce dever ser da truma dos contra-cheques , que provas há , de que o FEIÚRA queria ser 1º suplente à época ? alias , acho que nem o pessoal de SINOP sabia sequer que ele era candidato a alguma coisa, pois o PEDRO foi o 4º colocado naquela cidade em 2010

  • Rosangela Madureira | Sexta-Feira, 07 de Março de 2014, 00h50
    6
    1

    SE ATA É FALSA ENTÃO O REGISTRO DE PEDRO TAQUES TAMBÉM É NULO, LOGO ABCALIL DEVE ASSUMIR. NÃO EXISTE COMO SEPARAR, ALIÁS, EXISTE SIM, NO BRASIL CORRUPTO TUDO PODE ACONTECER.

  • jucinei A. Lima | Quinta-Feira, 06 de Março de 2014, 22h02
    8
    2

    Que legal, né? o sujeito entra na justiça acusando o outro de fraude e o outro diz, oh! sim, realmente houve fraude e eu também estou surpreso. mundo perfeito, as provas todas ali arrumadinhas. kkkkkk eitaaaa, povinho sem noção e arrogante. quem será o pensador dessa campanha do Taques? como esperam vencer a eleição se portando deste jeito? o grupo tem 3 ou 4 gatos pingados, se somado o numero de vereadores e prefeitos de todo o grupo do taques, não da o numero de vereadores do pequeno PROS do valtenir. Mesmo assim, toda hora aparece um nesta coligação dizendo que, veta este ou aquele partido. Se taques ganhar esta eleição eu viro amante do King Kong e olha que sou hétero.

  • melo | Quinta-Feira, 06 de Março de 2014, 18h10
    11
    0

    O Taques quer ser Governador e nem se da ao trabalho de esclarecer aos eleitores quem é o suplente que assume caso ele ganhe!

Ex-deputada vai à vereadora em VG

zilda pereira 400 curtinha   A ex-deputada estadual Zilda Pereira Leite (foto) permaneceu pouco tempo na base dos Campos em Várzea Grande. Chateada por não ter sido renomeada como secretária de Educação, de cuja pasta havia se afastado por problemas de saúde, Zilda se filiou ao PSB, do pré-candidato...

Breunig destaca aprovação de contas

adriano breunig curtinha 400   O professor Adriano Breunig (foto), ex-adjunto e ex-secretário de Estado de Ciência e Tecnologia no Governo Silval e hoje diretor de Políticas de Desenvolvimento Institucional do IFMT, contesta o registro em Curtinha, apontando-o como candidato reserva e "vulnerável" à...

Borgato não sairá mais de secretaria

nilton borgato 400 curtinha   Nilton Borgato (foto), ex-prefeito de Glória D'Oeste e filiado ao PSD, não sairá mais do comando da secretaria estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação. Dias atrás, ele chegou a ser avisado pelo governador que seria substituído e que iria para o Escritório...

Dorner vai tentar prefeitura de novo

roberto dorner 400 curtinha   Em Sinop, o empresário e ex-deputado federal por alguns meses Roberto Dorner (foto), que deixou o PSD e aderiu ao Republicanos, está disposto a encarar de novo a disputa a prefeito. Em 2016, ele perdeu para Rosana Martinelli (PR) por uma diferença de 3.388 votos. É possível que ambos...

Um líder sob insatisfação dos colegas

dilmar dal bosco curtinha 400   O líder do governo na Assembleia, Dilmar Dal Bosco (foto), tem enfrentado crítica velada e insatisfação dos colegas, principalmente dos deputados da base. Reclamam que o interlocutor do governador Mauro não move uma palha em defesa da liberação das emendas e, nas...

Jogada do prefeito Francis em Cáceres

paulo donizete 400 curtinha caceres   A sete meses de concluir o mandato, o prefeito cacerense Francis Maris (PSDB) lançou uma jogada estratégica para ver se "cola". Apoia publicamente para prefeito o seu diretor da autarquia Águas do Pantanal, Paulo Donizete (foto), do mesmo partido, inclusive participou da reunião...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.