Judiciário

Segunda-Feira, 25 de Janeiro de 2021, 08h:02 | Atualizado: 25/01/2021, 12h:23

RONDONÓPOLIS

Empresário que vendeu respiradores falsos é condenado a 8 anos de prisão

Após aplicar golpe na Prefeitura de Rondonópolis com a venda de respiradores falsos no valor de R$ 4,1 milhões, os réus Ramos de Farias e Silva Filho e Jesus de Oliveira Vieira de Souza foram condenados por estelionato e lavagem de capitais. A Justiça julgou parcialmente procedente a ação penal proposta pelo Ministério Público Estadual (MPE) e aplicou uma pena de oito anos a Ramos de Farias e de dois anos e 11 meses a Jesus de Oliveira Vieira de Souza, que seria “laranja” no esquema. O MPE recorreu da sentença para aumentar a pena aplicada. 

Reprodução

Ramos de Farias, golpe de respiradores em Rondonópolis

O empresário Ramos de Farias está preso e foi condenado a oito anos de prisão pelo juiz

Ambos também foram condenados ao pagamento das custas processuais. Ramos de Farias está preso e não poderá recorrer da sentença em liberdade. O outro, Jesus de Oliveira, está foragido da Justiça. A sentença foi dada pelo juiz João Francisco Campos de Almeida, em 11 de dezembro.

Segundo informações do processo, Ramos de Farias e Silva Filho é dono da “Life Med Comércio de Produtos Hospitalares”, empresa de fachada aberta em setembro de 2019 no Estado do Tocantins, que sequer possui sede física. Contratada pela prefeitura em abril do ano passado, por dispensa de licitação, a empresa deveria ter fornecido 22 aparelhos pulmonares para enfrentamento da Covid-19, e acabou entregando monitores cardíacos falsificados.

“No desenrolar dos fatos, restou confirmado que o acusado Ramos fez uso de uma outra empresa de sua propriedade, para adquirir 22 monitores cardíacos de fabricação da empresa “Olidef CZ Indústria e Comércio de Produtos Hospitalares Ltda” , produtos estes de valor muito inferior, cujos equipamentos foram falsificados para dar forma aparente de ventiladores pulmonares e, posteriormente, repassados para a Prefeitura Municipal de Rondonópolis pelo valor exorbitante de R$ 4.136.000,00”, ressaltou o Ministério Público na ação penal.

Conforme consta na sentença, do montante repassado pelo Município como forma de pagamento pelos equipamentos, R$ 3,2 milhões foram bloqueados. O prejuízo suportado gira em torno de R$ 1,2 milhão.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • PENA CAPITAL | Segunda-Feira, 25 de Janeiro de 2021, 15h01
    0
    0

    Quando leio notícias como estas é que mais do que nunca adoraria um Tour pelo Irã, Arábia Saudita, Coreia do Norte e China. Além de corrupção é o assassinato em massa!!!! Oito anos, pagarão as vidas perdidas!!!!

Setores vivem tensão e são castigados

Gilberto Figueiredo Artigo O governo acerta ao estender o horários de funcionamento dos supermercados. Afinal, desde que o decreto entrou em vigor, as filas se multiplicaram pela Capital, aumentando o risco de transmissão do novo coronavírus. Há a expectativa de que novas medidas possam ser tomadas diante do evidente colapso da...

Limpeza e obras no entorno da Arena 

Beto 2x1 400 curtinha   Apesar da Arena Pantanal ser um cartão postal do Estado, o entorno do estádio vive situação crítica com lixo nas ruas, episódios de esgoto à céu aberto e matagal. O secretário estadual de Esporte e Cultura, Beto 2 a 1 (foto), em visita ao Rdnews, assegura que os...

VI de R$ 18 mil garantida na Câmara

A verba indenizatória de R$ 18 mil para os vereadores da Câmara de Cuiabá está garantida, pelo menos por enquanto. Depois de diversas ações judiciais, derrubando a alta indenização por gastos do mandato, os vereadores implantaram o benefício novamente em dezembro. O Ministério Público entrou com nova ação para declarar a verba inconstitucional. Um dos problemas é a falta de prestação...

Efeito-Covid adia vinda de Michelle

michelle bolsonaro A primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro, e a secretária da Mulher, Luciana Zamproni, resolveram transferir para abril a agenda de 11 de março que teria como convidada a secretária nacional de Mulheres, do Ministério dos Direitos Humanos, Cristiane Britto e a primeira-dama do Brasil Michelle...

Governador entre a cruz e a espada

mauro mendes curtinha   Às vésperas da pandemia completar 1 ano em MT, o Estado vive o seu pior momento e o governador Mauro Mendes (foto) enfrenta uma verdadeira prova de fogo: liderar ações coordenadas em todo o território mato-grossense para evitar que o Estado viva cenas parecidas com as de Manaus e de Estados...

Câmara volta a realizar 2 sessões

juca 400 curtinha   A Câmara de Cuiabá, sob a presidência do vereador Juca do Guaraná Filho (foto), volta a realizar duas sessões semanais, nas terças e quintas. Por conta da pandemia, as sessões serão remotas. A resolução foi aprovada por unanimidade pelos parlamentares que vinham...