Judiciário

Quinta-Feira, 04 de Março de 2010, 07h:50 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:25

TRIBUNAL DE JUSTIÇA

Escândalo não pode manchar Judiciário, alerta Bitar

   “Este escândalo não pode atingir todo o colegiado”, afirmou o desembargador Antônio Bitar Filho. Segundo ele, a imagem do Tribunal de Justiça está bastante desgastada, mas a sociedade deve compreender que nem todos os magistrados incorreram em atos irregulares. Ele argumenta que problemas são detectados em todas as classes, mas que isso não pode descredenciar todos os desembargadores. “Se um médico erra, não significa que todos são ruins. Se uma igreja não é tão boa não significa que todas são assim. Nós somos 30 desembargadores e cada um está fazendo o seu papel dentro da sua competência”, argumenta o magistrado.

  Além do novo presidente do TJ, José Silvério Gomes, e o vice-presidente Paulo da Cunha, apenas Bitar concedeu entrevista aos jornalistas durante a solenidade de posse da nova Mesa Diretora. Os outros magistrados evitam falar sobre o desgaste sem precedentes que paira sobre o TJ. O magistrado ressaltou que é muito triste para ele depois de 40 anos de atuação no Judiciário viver este momento.

  Bitar evitou analisar a decisão do CNJ que determinou a aposentadoria compulsória de 10 juízes e desembargadores de Mato Grosso. Segundo ele, uma decisão administrativa não é para se entender, mas sim para se cumprir. “Não posso discordar de uma decisão superior. Agora vamos aguardar o posicionamento do STF”, declarou. Os magistrados foram afastados após serem acusados de desviar R$ 1,5 milhão do TJ para a maçonaria. Entre os punidos estão os ex-presidentes do Tribunal de Justiça, José Ferreira Leite, Mariano Travassos. Todos os punidos ingressarão com recurso junto ao STF, sob o mato-grossense Gilmar Mendes, para tentar reverter a situação adversa.

   Foram condenados o ex-presidente do Tribunal de Justiça, José Ferreira Leite, os desembargadores José Tadeu Cury e o atual presidente do TJ, desembargador Mariano Travassos, além dos juízes Marcelo Souza de Barros, Irênio Lima Fernandes, Antônio Horácio da Silva Neto, ex-presidente da Associação de Magistrados do Estado (Amam-MT), Marcos Aurélio dos Reis Ferreira, filho de Ferreira Leite, Juanita Cruz Clait Duarte (filha do ex-presidente do TJ desembargador Wandir Clait Duarte - já falecido), Maria Cristina de Oliveira Simões e Graciema Caravellas.

   O esquema começou em 2003, quando os envolvidos criaram uma cooperativa de crédito vinculada à maçonaria, da qual o ex-presidente do TJ Ferreira Leite era grão-mestre. Eles foram denunciados em 2008 pelo ex-corregedor do TJ, desembargador Orlando Perri, por desvios de verbas e materiais na construção do Fórum de Cuiabá e favorecimento em licitação e tráfico de influência envolvendo desembargadores. As denúncias envolvendo supostos pagamentos ilegais a magistrados e desembargadores expuseram um racha sem precedentes na cúpula do Judiciário de Mato Grosso e ganharam destaque nacional. O Pleno do TJ é composto por 30 desembargadores. Cada um deles recebe salário de R$ 22 mil e mais uma série de regalias e privilégios. Já o presidente ganha R$ 24 mil.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • MARA | Sábado, 29 de Maio de 2010, 13h44
    0
    0

    Oxalá tenha havido engano,pois,estou atras da justiça ,por esta brecha,caso,contrario,irei a corte de haia.

  • romeu sipriano | Quinta-Feira, 04 de Março de 2010, 21h27
    0
    0

    vcs lembram do caso do posto na entrada do CPA 1 des. flavio. do caso Bolivia (Avião cautelado ) pelo juiz Palmeira e o Des. Odilis agora aparece essa historia que escandalo não pode manchar Judiciario. Parabéns para o povo de toga. São honrados e adestrados.

  • celso rapa | Quinta-Feira, 04 de Março de 2010, 11h18
    0
    0

    Ilmo Sr. Des.or Presidente do TJ-MT Silvério Gomes Não pode tudo passar, estes recursos que serviram para alimentar a cooperativa dos maçons, são públicos; são meus, teus, e toda população deste estado portanto, devidamente deveria ser restituído aos cofres desta renomada entidade. Isto serveria como exemplo para outros poderes e as demais pessoas não idôneas deste país.

  • Bom de papo | Quinta-Feira, 04 de Março de 2010, 09h51
    0
    0

    E fica tudo numa boa, tudo passa e tudo passara. è como acontece na PM e outras Secretarias que tem contato direto com a sociedade, erram todos os dias , atiram em pessoas inocentes e dizem: não podemos culpar toda a corporação.

Mauro e vitórias na briga de decretos

mauro mendes 400 A estratégia do governador Mauro Mendes (foto) de articular com os Poderes a edição do decreto de toque de recolher vem dando frutos. O governo publicou decreto impondo toque de recolher das 21h às 5h, com fechamento do comércio às 19h. O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, discordou e fez...

Prefeito é intubado e pode ir para SP

Prefeito de Tapurah Carlos Alberto Capeletti   É grave o quadro de saúde do prefeito de Tapurah (432 km de Cuiabá), Carlos Alberto Capeletti (PSD). Após piora, ele precisou ser intubado nesta quinta (4). Foi internado na terça (2), após testar positivo para Covid-19, em uma UTI no Hospital 13 de Maio, em...

Setasc doou 330 mil cestas básícas

Rosamaria 400 curtinha   A Secretaria Estadual de Assistência Social e Cidadania (Setasc), sob Rosamaria de Carvalho (foto), já entregou mais de 330 mil cestas básicas desde o inicio da pandemia, sendo 110 mil em Cuiabá e Várzea Grande. E como assistência social foi considerada como serviço essencial,...

Interinos ficam sem cargos no TCE

jose carlos novelli 400 curtinha   Com o retorno dos conselheiros do TCE, Antonio Joaquim e José Carlos Novelli (foto), dois substitutos perderam os postos não apenas nas relatorias, como também ficam sem os cargos na gestão. É o caso de Isaías Lopes da Cunha, que deixou de ser ouvidor-geral, sendo...

MT perde José Afonso Portocarrero

portocarrero-400   Morreu nessa quarta  (3), aos 93 anos, José Afonso Portocarrero (foto). O ex-presidente dos extintos  Banco do Estado de Mato Grosso (Bemat)  e Loteria do Estado de Mato Grosso (Lemat)  morreu de causas naturais. Viúvo, deixa quatro filhos.  Na vida profissional, foi o responsável...

Secretários filiados e sem pretensões

Beto 2x1 400 curtinha   Presidente do DEM em Cuiabá, o secretário estadual de Cultura, Esporte e Lazer, Alberto Machado, o Beto 2 x 1 (foto), disse, em visita ao Rdnews, quando concedeu entrevista à tvweb RDTV, que alguns colegas secretários estão filiados ao partido, mas isso não significa que eles...