Judiciário

Quinta-Feira, 25 de Abril de 2019, 11h:15 | Atualizado: 26/04/2019, 08h:55

MANDADO DE PRISÃO

Ex-funcionário da UFMT de música, já condenado, é preso por estuprar garotas

lau

Servidor da UFMT e músico Iracildo Batista Medeiros, o Lau Medeiros, já é condenado

O professor universitário e músico Iracildo Batista Medeiros, o Lau Medeiros, foi preso, nesta quarta (25), em Chapada dos Guimarães, após a Polícia Civil cumprir um mandado de prisão referente a uma condenação por estupro contra duas menores de 12 anos. A determinação foi expedida pela Vara da Violência Doméstica e Família Contra a Mulher. O condenado se encontra custeado no presido do município.

Iralcido vai ser transferido para Cuiabá ainda nesta quinta (25). Ele será levado para o Fórum onde passará por audiência de custódia. O condenado é ex-servidordo curso de música na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Aposentou-se.

Segundo o processo, o servidor foi denunciado, em 2009, pela prática de estupro contra duas meninas de 12 anos de idade. Elas relataram que Iracildo cometia os abusos desde 2006 "e que foram constantes e seguidos". As menores, na época, denunciaram que o servidor realizava brincadeiras (como jogar moeda dentro do short quando tomava banho de piscina), lhe mostrar cenas de sexo com crianças no computador e mostrar seu pênis para as meninas.

Na época, ele foi preso em flagrante no dia 15 de dezembro de 2009. Mas conseguiu um alvará de soltura para a liberdade no dia 26 de janeiro do mês de 2010. O Ministério Público assumiu como autor da ação e ofereceu denúncia contra Iracildo ainda em fevereiro do mesmo ano.

A sua condenação saiu, em abril de 2016, com uma pena de 11 anos de reclusão. Na ocasião, a Vara da Violência Contra a Mulher foi categórico a julgar que “não há grandes dificuldades em se concluir que o increpado [Iracildo] é um pedófilo”. Ele foi sentenciado pelos crimes atentado violento ao pudor e por ter "vídeos com cenas de estupro de crianças e fotos de sexo explícito com nítida expressão de sofrimento dos menores".

Inconformado, ele recorreu da decisão da Vara da Violência Contra a Mulher. A defesa pediu a absolvição do delito de atentado violento ao pudor e pelo reconhecimento da prescrição do crime por ter vídeos e imagens de menores em cenas do sexo.

O advogado do condenado argumentou que a Vara da Violência Doméstica não é apta para julgar o caso. Ele teria também apresentado um laudo que aponta para inexistência de nulidade e que mostra o abuso não evidenciado. Além disso, eles pontuaram que há interesses de que ele se torna réu e que a denúncia não tem elementos suficientes para condená-lo.

O Tribunal de Justiça rechaçou os argumentos da defesa e negou o recurso. Mas, por unanimidade, os desembargadores abaixaram a pena de 11 anos para 10 em regime fechado, além de absovê-lo do crime de possuir imagens que tenham registro de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente. Este último delito penal prescreveu e, por isso, o Judiciário perdeu o direito de condená-lo.

A decisão da segunda instância saiu no fim do mês de março deste ano. Após a negativa, o caso voltou para a Vara da Violência Especializada Contra a Mulher. A juíza Ana Graziela Vaz de Campos Alves Corrêa expediu então o mandado de prisão, e Iracildo cumprirá sua pena pela condenação.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Maria | Sexta-Feira, 26 de Abril de 2019, 13h51
    2
    0

    Meu Deus, qta demora! Esse homem deveria ser preso imediatamente! Dez anos se passaram! Q "justiça ", hein? Feita pra proteger os homens em detrimento das mulheres.

  • Elza Campos | Quinta-Feira, 25 de Abril de 2019, 22h54
    3
    3

    Como um advogado de defesa desses conseguem colocar a cabeça no travesseiro e consegue dormir??? O Brasil não vai pra frente por causa desses "cidadãos", isso só vai mudar quando esses advogados ( ou familiares) forem vítimas desses pedófilos, assassinos e ladrões... Que esse comentário sirva de reflexão para essas pessoas que defendem bandidos, porque a justiça não presta e nunca prestará mesmo. A nossa única salvação é extinção ou mudança de atitudes de "profissionais" que defendem bandidos. Se não fosse esse advogado esse pedófilo estaria apodrecendo na cadeia.

Matéria(s) relacionada(s):

COT do Pari segue travado até 2020

padeiro_400_curtinha   A secretaria de Infraestrutura, sob Marcelo Padeiro (foto), determinou a criação de uma Comissão Técnica de Trabalhos para estudar detalhadamente o contrato e a obra do COT do Pari, que só será retomada no ano que vem. Afinal, os trabalhos de análise, seguirão até...

Nezinho, enfim, remanejado na gestão

nezinho_400_curtinha   Mesmo com reclamações sobre a maneira burocrática e os passos lentos de Nezinho (foto) no Governo, o prefeito da Capital Emanuel demorou mais de dois anos para remanejá-lo. Ex-prefeito de Livramento e amigo de longa data de Emanuel, Nezinho agora assume a Controladoria do município. No...

Natal Solidário com prêmios valiosos

francis maris 400 curtinha   O empresário e prefeito de Cáceres Francis Maris (foto) lança nesta quarta, às 14h, na Assembleia Legislativa, mais uma campanha solidária em nome do Instituto Cometa, do Grupo Cometa, com sede em Cáceres e uma das maiores concessionárias de revenda do país. Em...

Sem elevar vaga de desembargador

carlos alberto 400 curtinha   O presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha (foto), até concorda com a proposta de se aumentar o número de vagas de desembargadores, podendo subir de 30 para 35, por causa da elevada demanda e da necessidade de desafogar os processos na Justiça em...

Piran e avião de R$ 6 mi via o BNDES

valdir piran 400   O Antagonista revelou hoje a lista de beneficiários de empréstimos do BNDES para a compra de jatinhos da Embraer. E nela estão banqueiros, empresários, advogados e artistas. Um deles é o empresário mato-grossense Valdir Piran (foto), que captou nada menos que R$ 6,4...

Com mestrado e pronto para o retorno

jose carlos novelli 400 curtinha   Mesmo afastado da ativa por imposição do Supremo, em meio a um processo controverso baseado em denúncias sem prova, o conselheiro do TCE-MT, José Carlos Novelli (foto), segue se aperfeiçoando e ampliando conhecimentos. Acaba de receber diploma do curso de Mestrado...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Mauro Mendes?

excelente

bom

regular

ruim

péssimo

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.