Judiciário

Terça-Feira, 08 de Outubro de 2019, 16h:03 | Atualizado: 08/10/2019, 16h:08

IMPROBIDADE

Ex-prefeito de Chapada é condenado por direcionar licitação e não prestar contas

Reprodução

Gilberto Schwarz

Ex-prefeito de Chapada Gilberto Schwarz, condenado por improbidade administrativa

O juiz Ciro José De Andrade Arapiraca, da 1ª Vara da Justiça Federal em Mato Grosso, condenou o ex-prefeito de Chapada dos Guimarães Gilberto Schwarz de Melo por improbidade administrativa. Para o magistrado, ficou comprovado que o ex-gestor teria direcionado a licitação e deixado de prestar contas de convênio assinado com o Ministério da Saúde.

Gilberto foi condenado à suspensão dos direitos políticos por três anos, proibição de contratar com o poder público pelo mesmo período e pagamento de multa correspondente a um salário recebido enquanto prefeito.

No total, o dano teria sido de R$ 55,4 mil aos cofres públicos. A ação foi movida pelo município contra Gilberto e a União para reparação dos danos por improbidade administrativa no convênio firmado para o repasse de R$ 28 mil em custeio para implementação de ações de educação e saúde do idoso, em 2005.

Além de não prestar contas dos recursos do Fundo Nacional de Saúde (FNS), o ex-prefeito não teria deixado documentos suficientes para a que a gestão seguinte o fizesse, motivando a inscrição do município em cadastros de inadimplência do governo federal.

O Ministério Público Federal (MPF) também entrou na ação e afirmou que o ex-prefeito teria negado acesso a documentos do convênio, “ensejando, inclusive, o manejo da ação cautelar de busca a apreensão em seu favor”.

Segundo o MPF, o prefeito homologou o convite n. 04/2007 com a proposta de apenas uma empresa, a MVM Assessoria Empresarial, quando deveriam ter sido apresentadas pelo menos três. O ato foi considerado de direcionamento de licitação.

O ex-prefeito se defendeu alegando ter executado todo o programa físico e financeiro do convênio, “não restando dúvidas de que os recursos foram devidamente aplicados, conforme relatório de roteiro de reanálise, inexistindo provas de que tenha contribuído para a falta de atendimento integral dos objetivos sociais do convênio”. A prestação de contas não teria sido concluída em razão do “desaparecimento” da documentação.

“No caso em apreço, a licitação contou com apenas um participante, o que equivale à dispensa de licitação, porquanto inexistiu concorrência, violando os princípios da legalidade, moralidade, impessoalidade, igualdade e publicidade, previstos no art. 3° da Lei de Improbidade Administrativa, bem como o princípio constitucional da isonomia e a seleção da proposta mais vantajosa para a Administração”, disse o magistrado.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Contas de prefeita são reprovadas

thelma 400 curtinha   As contas de 2018 da prefeita chapadense Thelma de Oliveira (foto), do segundo ano de mandato, foram reprovadas pelo TCE-MT. Agora, cabe à Câmara Municipal aprová-las ou rejeitá-las. Em seu parecer, o conselheiro interino João Batista apontou 15 irregularidades, sendo 11 delas sobre...

Prefeitos têm de trocar apadrinhados

kleber varzea grande 400 curtinha   Com a decisão do TJ-MT de considerar inconstitucional controlador-geral das prefeituras fora dos quadros efetivos de auditor municipal, muitos prefeitos terão de exonerar seus indicados políticos, vindo a escolher profissionais de carreira, assim como já se tornou prática na...

Controlador-geral agora só de carreira

angelo 400 curtinha   Uma decisão desta quinta do TJ, que julgou procedente, inclusive por unanimidade, uma ADIN proposta pela Associação dos Auditores e Controladores Internos do Estado (Audicom), presidida por Angelo Oliveira (foto), acaba, na prática, com os chamados controladores-gerais dos municípios...

Elogio à compra econômica do Estado

janaina riva 400 curtinha   Embora lançando críticas pontuais de vez em quando, a deputada Janaina Riva (foto) tem feito constantes defesa do Governo Mauro e elogiado ações da administração, especialmente na saúde pública. Sobre a decisão do governo de comprar 120 respiradores da China,...

MDB em clima de racha em Tangará

joao jose 400 curtinha   Em Tangará da Serra, o MDB enfrenta racha. O prefeito Fabio Junqueira, com apoio de filiados históricos, quer lançar à sucessão municipal o seu secretário de Infraestrutura e antigo gestor do Serviço de Água e Esgoto, Wesley Lopes Torres, sobrinho do ex-vereador Daniel...

Advogados disputam cadeira no TJ-MT

andre pozetti 400 curtinha   É extensa a lista de advogados que estão se movimentando, nos bastidores, para a cadeira vitalícia de desembargador do Tribunal de Justiça, sob indicação do Quinto Constitucional da OAB/MT. Caberá ao Colégio de Conselheiros da Ordem, composto por 33 advogados,...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.