Judiciário

Quarta-Feira, 26 de Março de 2014, 09h:35 | Atualizado: 26/03/2014, 15h:59

punição

Ex-presidente está preso na mesma cela em que fica Henry - acompanhe


e Patrícia Sanches

O ex-presidente da Câmara de Cuiabá, João Emanuel (PSD), foi preso na manhã de hoje (26) pelo Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco). O social-democrata é investigado na Operação Aprendiz, deflagrada em novembro do ano passado e que apura esquema de desvio de dinheiro público por meio de fraude em licitação em compras realizadas no Legislativo. A detenção foi autorizada pela juíza da Vara Especializada do Crime Organizado de Cuiaba, Selma Rosane Santos Arruda, onde tramita ação contra o parlamentar.

Conforme o MP, além do ex-presidente, outras três pessoas também tiveram os mandados de prisão expedidos pela Justiça, que estão sendo cumpridos nesse momento. João Emanuel, por sua vez, é levado para a sede da Polinter em Cuiabá. O pedido foi feito pelos promotores Marco Aurélio de Castro, Samuel Frungilo, Arnaldo Justino, Marcos Reginold e Ana Cristina Bardusco.

Conforme a denúncia do MP, o social-democrata é acusado de cometer fraudes à frente da Câmara de Cuiabá, desviando recursos para pagar dívidas de campanha e fazer caixa para 2014. Para conseguir o dinheiro, ele buscou recursos junto a Caio Cesar Vieira Freitas, apontado como agiota. Como garantia, o ex-presidente promovia a falsificação de escrituras de terrenos, usando nome de terceiros, como o do seu “braço direito”, Amarildo dos Santos. O parlamentar nega e garante que é inocente.

Às 10h05 - Braço direito de presidente é preso

Acaba de ser preso Amarildo dos Santos, apontado como braço direito de João Emanuel e que, segundo o MP, ajudava nas falsificações de documentos. Ele é acusado das práticas de crime de organização criminosa; de uso de documento público falso; de falsidade ideológica e estelionato. Está sendo encaminhado para Penitenciária Central do Estado.

Segundo as investigações, a pedido de João Emanuel, coube a Amarildo buscar Pablo Dutra, que possui dois terrenos baldios para cooptá-lo na falsificação. Como garantia, o “fiel escudeiro” de João Emanuel propôs a Pablo, que também é proprietário da Gráfica Propel, contratá-lo para a produção de materiais gráficos na campanha de 2014. “Com a posse dos documentos, Amarildo e Pablo vão até o cartório do 2º Ofício, em Várzea Grande, sob orientação de João Emanuel, falsificam a procuração, para passar a posse dos terrenos para nome do agiota Caio Freitas. Para que isso fosse possível, Pablo fradou a assinatura da própria mãe, Ruth Hércia da Silva Dutra”, diz um trecho da ação do MP.

  O problema é que o agiota descobriu que havia problemas com a escritura e, com medo de perder o dinheiro que repassou a João Emanuel, mandou dois seguranças de sua empresa pressionar Amarildo e Pablo. Diante disso, Ruth  da Silva Dutra, que filmou o ex-presidente supostamente ensinando como draudava as licitações, descobre a falsificação e ameaça entrar na Justiça para anular a transferência - veja aqui

Às 10h23 - Emanuel está na Polinter e aguarda chegada de delegado

João Emanuel já está na sede da Polinter. O parlamentar entregou seus pertences aos agentes e, nesse momento, aguarda em um corredor a chegada do delegado responsável para prestar depoimento. Do lado de fora do prédio, é possível vê-lo.

Às 10h36 - Delegado chega para receber ex-presidente

Delegado Elias Miguel Daeher acaba de chegar ao local. "Vim para cumprir a lei", se limitou a dizer para os jornalistas que estão no local. Ele adiantou, entretanto, que, agora, aguarda que a defesa de João Emanuel chegue para comprovar se ele tem ou não ensino superior. O social-democrata é bacharel em direito, por isso, deve ficar na Polinter. No caso de Amarildo, o procedimento deve ser similar. Não se sabe ainda, no entanto, o grau de escolaridade dele.

Às 10h52 - Advogado de Emanuel chega ao local

O Advogado de João Emanuel já está na sede da Polinter. Em entrevista ao Rdnews, minutos antes de chegar até o local, o jurista informou que vai ingressar ainda hoje (26) com um pedido de habeas corpus. A defesa alega que está perplexa com a prisão, especialmente porque o parlamentar sempre esteve à disposição da Justiça para prestar esclarecimentos. Mahon diz não entender qual o fundamento da detenção. “Porque prender? De que maneira ele vai atrapalhar as investigações?”, questiona.

Critica ainda a atuação do MP. “Essa é uma prática de desmoralização da pessoa, o que prejudica o julgamento perante à Justiça. É uma prática anti-ética. Parece que o Ministério Público não quer resolver o problema, mas desmoralizar a pessoa”, afirma. 

Às 11h41 - Ex-presidente da Câmara está preso na mesma cela que Henry

João Emanuel já foi "acomodado" dentro da Polinter, conforme a assessoria da secretaria de Justiça e Direitos Humanos, o social-democrata está na mesma cela em que dorme o ex-deputado federal Pedro Henry, condenado no escândalo do Mensalão. Henry, entretanto, só chega ao local no início da noite, por isso, João Emanuel está sozinho neste momento. O vereador teve a prisão preventiva decretada. O advogado dele, Eduardo Mahon, em entrevista à imprensa, garantiu que vai ingressar com um HC e, adianta, que pode solicitar que o parlamentar seja transferido para o Corpo de Bombeiros, invocando a prerrogativa de prisão em sala de Estado Maior.

Postar um novo comentário

Comentários (10)

  • Jackson | Quarta-Feira, 26 de Março de 2014, 22h51
    0
    0

    Sinceramente estou começando a acreditar que o Brasil tem jeito SIM!!!! PARABÉNS ao Ministério Público de Mato Grosso.

  • Zé Poxoréo | Quarta-Feira, 26 de Março de 2014, 17h05
    1
    0

    Agora sim, com esse intensivozinho o aprendiz sairá craque!

  • Marcos | Quarta-Feira, 26 de Março de 2014, 14h45
    0
    0

    Marcos, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • brenno | Quarta-Feira, 26 de Março de 2014, 12h33
    1
    1

    prenderam o "Aprendiz"...agora só falta "Professor"....

  • Gilberto | Quarta-Feira, 26 de Março de 2014, 12h01
    0
    0

    Gilberto, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Moreira | Quarta-Feira, 26 de Março de 2014, 11h47
    0
    0

    Moreira, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • antonio carlos | Quarta-Feira, 26 de Março de 2014, 11h12
    9
    3

    Alguém explica para o Mahon aí, que estão prendendo o cara, porque o cara cometeu ilícitos penais, somente por isso.

  • JOAO | Quarta-Feira, 26 de Março de 2014, 11h06
    0
    0

    QUAL TIPO DE PRISÃO, TEMPORÁRIA, PREVENTIVA, FOI PQ A FITA DA GRAVAÇÃO SUMIU DO INQUÉRITO?

  • Gilberto | Quarta-Feira, 26 de Março de 2014, 10h33
    0
    3

    Que bom! Agora, três jornalistas assinam a matéria e não foram capazes de verificar a grafia de trâmita?

  • euripedes | Quarta-Feira, 26 de Março de 2014, 10h11
    7
    3

    agora falta o jose riva pra dar moralidade a familia matogrossense!

França, convite do Pode e suspense

roberto franca 400 curtinha   Roberto França (foto), que exerceu vários mandatos eletivos, entre eles de vereador e de prefeito de Cuiabá, ficou empolgado com o convite para se filiar ao Podemos, inclusive com abertura para concorrer novamente ao Palácio Alencastro. Para evitar conflitos, antes de fazê-lo, o...

Neurilan critica Pivetta e faz campanha

otaviano pivetta 400 curtinha   Em discurso em Tangará da Serra, num evento promovido pela AMM que serviu de palanque eleitoral, Neurilan Fraga disparou críticas ao vice-governador Pivetta (foto), que também pretende concorrer ao Senado. Disse que Pivetta não aceita nem discutir o valor repassado hoje aos...

Evento da AMM para pré-candidatura

neurilan fraga 400   Neurilan Fraga (foto), que aproveita o trunfo de presidente da AMM para tentar projeção política, insiste na pré-candidatura ao Senado, mesmo com a filiação oficial ao PL fora do prazo exigido pela legislação, o que ensejará no indeferimento do registro. E...

Selma, carreata e "ciúmes políticos"

selma arruda 400 curtinha   Quem vê Selma Arruda (foto), senadora cassada por crimes eleitorais, e o ex-senador e federal José Medeiros afinados no Podemos, nem imagina que no pleito de 2018 ela optou por distanciá-lo motivada simplesmente por "ciúmes políticos". Selma carregava o slogan de "Senadora de Bolsonaro"....

Reunião pra debater viabilidade do VLT

wellington 400 curtinha   Após participar de uma reunião na Secretaria Nacional de Mobilidade Urbana, o senador Wellington (foto) revelou que no próxmo dia 10 vai ser realizado encontro com o secretário José Carlos Medalia e com integrantes do Governo de MT para discutir a viabilidade do VLT, cujas obras...

Estado reduz número de homicídios

alexandre bustamante curtinha 400   O secretário Alexandre Bustamante (foto), de Segurança Pública, está comemorando a redução do número de crimes em MT.  O Estado fechou 2019 com a menor taxa de homicídios dos últimos 10 anos. Nos 12 meses do ano passado foram contabilizados...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Sobre a senadora Selma Arruda, que teve mandato cassado por caixa 2 e abuso de poder econômico, você acha que ela foi...

ingênua

corrupta

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.