Judiciário

Terça-Feira, 04 de Junho de 2019, 18h:16 | Atualizado: 04/06/2019, 20h:04

JOGO DO BICHO

Genro de Arcanjo fica calado em delegacia e espera liberdade; preso confessa crimes

rodinei crescencio

ulisses rabaneda

Advogado Ulisses Rabaneda, que faz a defesa do empresário Giovanni Zem, no Fórum da Capital, quarta passada

Giovanni Zem e outros quatro suspeitos ficaram em silêncio durante depoimento na Gerência de Combate ao Crime Organizado, da Polícia Civil, na tarde desta sexta (4). Segundo o delegado Flávio Stringuetta, apenas um confessou a sua participação no jogo do bicho pelo grupo FMC. O advogado Ulisses Rabaneda, que faz a defesa do genro de João Arcanjo Ribeiro, disse que já prepara um habeas corpus para tirá-lo da Penitenciária Central do Estado (PCE).

“A maioria está mantendo o silêncio. É um garantia constitucional. Apenas um resolveu colaborar e confessou a sua participação”, disse o delegado à imprensa.

Giovanni também negou envolvimento e, em seguida, ficou em silêncio. Segundo o advogado, ele falará somente após ter acesso ao conteúdo das investigações. “Como o interrogatório é um direito e um meio de defesa, após ter acesso a tudo, ele se dispõe a prestar os esclarecimentos”.

O advogado também disse que “não procede” a informação de que Giovanni seja uma espécie de “testa de ferro” ou “laranja” no jogo do bicho para seu sogro João Arcanjo Ribeiro. A Polícia Civil apontou que os dois foram acusados de, juntos, comandarem a organização criminosa Colibri.

Já o que confessou foi identificado como João Henrique Sales, que exerceria a função de recolhedor para o grupo supostamente liderado pelo empresário Frederico Muller Coutinho e rival de Arcanjo. O recolhedor faz a coleta do dinheiro e das apostas das bancas do jogo do bicho. Além de João, os suspeitos Bruno Almeida dos Reis e Alexsandro Correia, que também pertencem a este mesmo grupo, foram ouvidos, mas ficaram em silêncio.

Outra integrante ligada ao Grupo FMC também confessou participação na última semana. A contadora da organização, que não foi identificada para preservar as investigações, revelou que Frederico lucrava entre R$ 80 mil e R$ 100 mil por mês com o jogo do bicho.

Por outro lado, os acusados de pertencerem ao grupo do ex-comendador estão permanecendo em silêncio. O exemplo é de Noroel Braz da Costa Filho, apontado por ser assessor de Arcanjo e seu “braço armado”, que ficou em silêncio no depoimento. Além disso, Marcelo Gomes Honorato, que teria a função de recolhedor, também foi levado para ser ouvido na GCCO nesta terça (4), mas ficou em silêncio.

Todos os seis foram levados para depor sobre seus supostos envolvimentos nas organizações criminosas que executam o jogo do bicho em Mato Grosso. A prática é tida como jogo de azar e crime para a legislação brasileira. Conforme a Polícia Civil, os dois grupos teriam movimentado mais de R$ 20 milhões em um ano.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • José | Quarta-Feira, 05 de Junho de 2019, 15h50
    1
    0

    Seria ironico se não fosse trágico. Até os cachorros da rua da VG daonde esse rapaz saiu sabe muito bem sia atuação e seus aliados dentro e fora do estado de mt. Será que as autoridades conhecem um mecanismo chamado google.

Matéria(s) relacionada(s):

Governo quita toda a folha de junho

O governo estadual concluiu nesta sexta (19) o pagamento de junho dos servidores ativos, inativos e aposentados que ganham acima de R$ 7,5 mil. Para essa quitação foram necessários R$ 61,8 milhões. Com isso, liquidou totalmente a folha de junho dos cerca de 100 mil funcionários públicos, que consomem R$ 472,7 milhões. No dia 10 deste mês, o governo pagou a primeira parcela dos salários de junho, depositando até R$ 5,5...

Emedebista pode ser candidato único

leonardo bortolin curtinha   Eleito na suplementar realizada em 2017, Leonardo Bortolin (foto), de Primavera do Leste, é considerado hoje o prefeito emedebista em MT mais bem avaliado. Na convenção do partido nesta quinta no município, lideranças, como o deputado federal Carlos Bezerra e os estaduais Thiago Silva,...

2 "amarelam" e faltam de propósito

nininho curtinhas   Dois deputados não pisaram os pés na sessão desta quinta propositalmente. "Amarelaram". Ao invés de tomarem posição quanto ao projeto de lei complementar do governo que reinstitui os incentivos fiscais, Nininho (foto) e o delegado Claudinei preferiram não comparecer. Assim como os...

Adevair vai para PTB e quer ser vice

adevair cabral curtinha   O PTB, que hoje não tem um representante entre os 25 vereadores cuiabanos, vai abrigar dois parlamentares, o presidente da Câmara Municipal Misael Galvão, hoje no PSB, e o primeiro-secretário da Mesa, o tucano Adevair Cabral (foto). O curioso é que ambos chegam na legenda petebista...

7 contra reinstituição dos incentivos

valdir barranco curtinha   Como já esperado pelo governador Mauro, apesar da pressão de diversos segmentos, como do comércio, do agronegócio e da indústria, o projeto de lei complementar número 53, que trata da reinstituição dos incentivos fiscais, passou facilmente pelo crivo da Assembleia....

Irmão de ex-senador já sai do governo

wener santos curtinha   Durou apenas seis meses a permanência do ex-prefeito de Nova Marilândia (2013/2016), Wener dos Santos (foto), como secretário-adjunto de Cidades do Estado. Irmão do ex-senador Cidinho Santos, Wener foi exonerado no último dia 2. Pediu para deixar o governo Mauro. O salário não...

MAIS LIDAS

ENQUETE

Profissionais da Educação estão em greve há mais de um mês. O que você acha disso?

estão corretos. Devem continuar

discordo. Deveriam voltar às aulas

pra mim, não faz diferença

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.