Judiciário

Quinta-Feira, 31 de Outubro de 2019, 16h:45 | Atualizado: 31/10/2019, 16h:51

SUPREMO

Gilmar Mendes manda restabelecer pensão de R$ 30 mil a Frederico Campos

José medeiros

frederico campos 680

Frederico Campos governou o MT entre 1979 e 1983 e vem recebendo os pagamentos questionados desde então

O ministro mato-grossense Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou que seja restabelecido o pagamento da pensão ao ex-governador de Mato Grosso Frederico Campos. Do Estado, ele recebe um pagamento mensal de R$ 30,4 mil e também recebe pensão da prefeitura de Cubatão (SP).

A decisão é de quarta (30). Em maio deste ano, o STF concluiu o julgamento de uma ação do Conselho Federal da OAB e considerou inconstitucional a lei que dava direito a pensão aos ex-governadores de Mato Grosso. O efeito foi modulado para que aqueles que receberam o benefício irregularmente não fossem obrigados a devolver o dinheiro.

A defesa do ex-governador alega que a decisão do Supremo atingiu apenas o trecho da Emenda Constitucional 22/2003 que permitiu a continuidade dos pagamentos de pensões aos ex-mandatários naquele ano. A pensão recebida por ele, segundo a defesa, diz respeito ao artigo 1º da Lei 4.586/1983, anterior a essa norma.

Gilmar Mendes determinou que seja retomado o pagamento da pensão até que seja julgado o mérito da reclamação feita pela defesa junto ao STF.

Campos governou o Estado entre 1979 e 1983 e vem recebendo os pagamentos desde então. A pensão paga por ter ocupado o cargo de governador também é questionada pelo Ministério Público Estadual (MPE) em ação civil pública.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • jj | Sexta-Feira, 01 de Novembro de 2019, 16h08
    0
    0

    esse foi um governador honesto, diferente dos dias de hoje

  • Herval | Sexta-Feira, 01 de Novembro de 2019, 09h27
    1
    0

    Essa ladainha vem ocorrendo há mais de 20 anos, afinal das contas é vitalício ou não é? Com a palavra mais um ministro.

Matéria(s) relacionada(s):

Reunião pra complô desmoraliza Abílio

abilio 400 curtinha   A considerar as imagens de circuito interno de vídeo do hospital privado São Benedito, exibidas nesta quinta, durante sessão na Câmara de Cuiabá, a situação de Abílio Brunini (foto) se complica mais ainda. Investigado pela Comissão de Ética por reincidentes...

Contra mudar multas do Fundecontas

mauro mendes 400 curtinha   O governador Mauro (foto) vetou a inclusão de um dispositivo no artigo 2º da lei de 2005 que criou o Fundo de Reaparelhamento e Modernização do TCE. Essa alteração foi aprovada pela Assembleia na sessão de 29 de outubro e, na prática, iria retirar e dar outro...

Ex-deputado quer comandar Chapada

roberto nunes 400   O ex-deputado Roberto Nunes (foto), que recebe dois vencimentos da Assembleia, um como aposentado e outro como beneficiário do extinto FAP, somando mais de R$ 30 mil mensais, está se articulando para encarar mesmo a disputa pela Prefeitura de Chapada dos Guimarães. Transferiu para lá o...

Contra regular as redes a magistrados

thiago amam 400 curtinha   O presidente da Associação Mato-Grossense de Magistrados, juiz Tiago Abreu (foto), vê com preocupação a proposta de resolução do CNJ que estabelece parâmetros quanto à utilização das redes sociais por magistrados. Enfatiza que a Amam...

Sem prefeitos, Sema cancela evento

mauren 400   Sob Mauren Lazzaretti (foto), a secretaria estadual de Meio Ambiente tinha programado um ato nesta quarta, às 16h, em sua sede, para entrega do chamado Kit Descentralização a 30 prefeitos. O governador Mauro participaria do evento. Mas os gestores não apareceram. Cinco mandaram representantes. Ao ser...

"Fogo amigo" no TCE e petição no STJ

E segue a guerra nos bastidores entre conselheiros substitutos e os titulares afastados. Os reservas que há dois anos compõem o Pleno torcem para Albano, Joaquim, Sérgio, Teis e Novelli não retornar à ativa tão cedo. E, segundo informações, dois deles têm agido de forma açodada no STJ, a quem cabe decidir pelo retorno ou não, em julgamento de um recurso na pauta para o próximo dia 18. Tentam tumultuar o processo,...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.