Judiciário

Segunda-Feira, 10 de Março de 2014, 09h:39 | Atualizado: 11/03/2014, 11h:36

Judiciário

Governo não diz quanto paga a Henry

O governo estadual, por meio da secretaria de Segurança Pública, ainda não revelou quanto é o salário que o ex-deputado federal Pedro Henry (PP), condenado pelo STF no processo do Mensalão, recebe no seu emprego como legista no IML, descumprindo determinação  do juiz da 2ª Vara Criminal de Cuiabá Geraldo Fidelis. O progressista trabalha no órgão desde a segunda quinzena de janeiro.

Além desse trabalho, Henry é coordenador administrativo do Hospital Santa Rosa, instituição privada. Por causa da dupla jornada e da diminuição da carga horária, o salário recebido por ele no Santa Rosa reduziu de R$ 7,5 mil para R$ 2,5 mil.

Já em relação à multa imposta pelo STF, segundo o magistrado, Henry deseja pagar a sua multa de R$ 1,3 milhão de forma parcelada, retirando mensalmente 30% do seu salário. Mas, por enquanto, o Ministério Público não emitiu um parecer em relação a isso. O valor, inicialmente aplicado era de R$ 930 mil, tendo sido atualizado no final de janeiro pela Vara de Execuções Penais.

Na condenação, ficou ainda estabelecido que, para que possa trabalhar fora da penitenciária, o ex-deputado precisa seguir algumas regras, dentre elas, o uso de uma tornozeleira eletrônica. O juiz Geraldo Fidelis explica, no entanto, que isso ainda não aconteceu porque o equipamento não chegou à Cuiabá até o momento. Mas, nos próximos 15 ou 20 dias, ele deve começar a utilizar o aparelho.

Outras normas que Henry deve seguir são a de não ir a locais considerados inapropriados, como casas de prostituição e de jogos, e está proibido de usar armas de fogo e ingerir bebidas alcoólicas. 

Condenado pelo STF por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, o ex-parlamentar foi preso em 13 de dezembro em Brasília e encaminhado para a Penitenciária Papuda. Em 27 de dezembro foi transferido para Cuiabá. Logo depois de ter sido preso, Henry solicitou por meio de seu advogado Raphel Arantes a autorização da Justiça para trabalhar. Diariamente, após o expediente, retorna para o anexo da Penitenciária Central do Estado (PCE), onde passa a noite. Na unidade prisional, cumprem penas os presos que possuem curso superior. Aos finais de semana, ele também permanece na prisão. Aos sábados, no entanto, poderá estar ausente até as 14h. Aos domingos e feriados, deve ficar no sistema fechado.

 

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • ismael | Sábado, 15 de Março de 2014, 20h03
    0
    0

    e bem mato grosso , governador fica irritado e pune funcionário publico , ex. deputado federal pelo seu estado , por participar do mensalão , deu a pema maxima um aumento salarial , E BEM MATO GROSSO ..

  • Paulo | Terça-Feira, 11 de Março de 2014, 21h54
    0
    0

    Com 30% ele não vai pagar nunca essa multa, porque não cobre nem a atualização monetária. Acho mesmo é que ele vai dar mais um calote!

  • roberto | Segunda-Feira, 10 de Março de 2014, 22h18
    0
    0

    ora raimundo porque esse ex deputado nao pensou na idosa de 80 anos e no seu filho adolescente antes de roubar o noss dinheiro cuj qual pagamos imposto

  • marcelo costa | Segunda-Feira, 10 de Março de 2014, 21h44
    1
    0

    esses políticos de Mato Grosso não fizeram nenhum investimento nos presidio de MT ai ta reclamando agora deveria ter ar condicionado, cavear, salmão geleia real mais tem so quentinha que na cadeia é chamada de Julia senhor Pedro Henry quem sabe até ano que vem companhia ai tem governador deputado estadual , federal empreiteiro vereador recém eleito ai mais fica tranquilo o Próximo Governador vai colocar pelo menos u guaraná ralado o Pedro Taxi nesse ponto é compreensivo. kkkk

  • Caio Oliveira | Segunda-Feira, 10 de Março de 2014, 13h30
    3
    1

    Até parece Raimundo Mendes, está com dó leva para casa. Aproveita vai no presídio em Cuiabá, leva também um assassino, um estuprador e um ladrão... Ora! Todos, inclusive o Henry são criminosos e devem de pagar pelo que fizeram. Alias, se a justiça fosse igual para todos, esse cidadão ex-deputado, já deveria de ter sido preso a anos. Alias, haja presídio para políticos corruptos!

  • Raimundo Mendes | Segunda-Feira, 10 de Março de 2014, 09h50
    1
    5

    Meu caro Romilson, não sei porque esse seu interesse exagerado pela vida do Ex Deputado. Deixa o homem em paz, já esta pagando pelos seus erros e com certeza esta sendo muito dolorido pelos seus familiares e principalmente pelo filho adolescente. Se errou, já esta sendo punido e cumprindo sua pena quieto no seu canto. Agora vira e mexe você vem com matéria humilhante. Deixa o homem em paz. Tem sido muito duro para uma senhora de 80 anos aguentar tudo isso.

Queda-de-braço em Alto Araguaia

gustavo melo 400 curtinha   O prefeito de Alto Araguaia, Gustavo de Melo (foto), enfrenta uma queda-de-braço com os vereadores. Recentemente, oito dos 11 parlamentares encaminharam ofício ao chefe do Executivo, inclusive com cópia para o MPE, considerando inoportuna, descabida e suspeita, neste momento de pandemia, fazer obra...

Estado amplia leitos de UTI no Sul

gilberto figueiredo 400 curtinha   O secretário estadual de Saúde Gilberto Figueiredo (foto) reclama, sem citar nome, da forma como a prefeitura rondonopolitana está encarando a pandemia da Covid-19. Mesmo o governo federal já tendo pago diárias antecipadamente e, inclusive por três meses, de 10 leitos de...

Briga inconsequente com Santa Casa

z� do patio 400 curtinha   Acuado pela consequência da falta de planejamento e de gestão, o prefeito Zé do Pátio (foto), de Rondonópolis, está numa luta descabida de tentar encontrar culpados pelo avanço da Covid-19 no município. A prefeitura não construiu, sequer,...

2 secretários acionados sobre compras

ozenira 400 curtinha   Os secretários municipais de Cuiabá, Luiz Antonio Possas de Carvalho (Saúde) e Ozenira Félix Soares (foto), de Gestão, têm 48 horas para prestar esclarecimentos sobre compras, sem licitação, de óculos de proteção e macacões destinados a...

Valdir, conta rejeitada e pedido negado

valdirzinho 400 curtinha   Valdir Pereira de Castro, o Valdirzinho (foto), prefeito de Santo Antonio de Leverger, ingressou com pedido de revisão no TCE sobre o parecer contra aprovação das contas de 2018. O Tribunal apontou uma série de irregularidades, entre elas registros contábeis incorretos, abertura de...

Stopa vira trunfo do prefeito Emanuel

jos� roberto stopa 400   Filiado histórico do PV, José Roberto Stopa (foto) se tornou espécie de trunfo do prefeito Emanuel Pinheiro. Se o emedebista resolver buscar a reeleição, o que seria o caminho natural, Stopa pode entrar na chapa como candidato a vice ou simplesmente ficar de fora do...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a administração Emanuel Pinheiro em Cuiabá

excelente

boa

regular

ruim

péssima

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.