Judiciário

Terça-Feira, 31 de Março de 2020, 15h:47 | Atualizado: 01/04/2020, 07h:21

CHAPADA DOS GUIMARÃES

Indígenas saem em defesa de promotora afastada por desvio de R$ 985 mil em TAC

Assessoria

Solange Linhares Barbosa

A promotora de Justiça Solange Linhares Barbosa recebeu apoio de lideranças indígenas em relação ao processo que enfrenta no Ministério Público

Lideranças indígenas de diversas etnias de Mato Grosso manifestaram apoio à promotora Solange Linhares Barbosa, da 1ª Promotoria de Justiça Criminal de Chapada dos Guimarães. Ela foi afastada do cargo em fevereiro, por determinação da desembargadora Clarice Claudino, do Tribunal de Justiça.

Solange é acusada de suposto desvio de R$ 985,7 mil. O afastamento atendeu pedido do procurador-geral de Justiça, José Antônio Borges, e do coordenador do Naco Criminal, Domingos Sávio Barros Arruda, que apontaram irregularidades na aplicação de recursos de 13 Termos de Ajustamento de Conduta (TAC) destinados a  projetos supostamente fictícios que deveriam beneficiar comunidades indígenas.

“Para dar vazão aos seus prazeres, notadamente, à sua paixão pessoal pelos indígenas, seus costumes, tradições e modo de vida, Solange Linhares Barbosa realizou inúmeros deslocamentos até aldeias do Xingu/MT [...] nas terras indígenas, Solange dançava, banhava, comia e dormia ao lado dos silvícolas”

Trecho da ação do MPE

Contudo, o Movimento Nacional de Mulheres do Ministério Público destaca que os processos tratam o fato de a promotora visitar as aldeias indígenas ou se comportar como mulher indígena fosse demérito. As investigações, destaca o movimento, não têm como objeto o comportamento de Solange em relação aos indígenas. O tratameto dado a ela teria sido "estimagtizante" por sua proximidade cultural com os não brancos.

“Para dar vazão aos seus prazeres, notadamente, à sua paixão pessoal pelos indígenas, seus costumes, tradições e modo de vida, Solange Linhares Barbosa realizou inúmeros deslocamentos até aldeias do Xingu/MT [...] nas terras indígenas, Solange dançava, banhava, comia e dormia ao lado dos silvícolas”, narra parte da ação.

teve acesso as notas de apoio dos caciques do Alto Xingu, da etnia Xavante, da etnia Kuikuro e da etnia Kurâ-Bakairi. Todas as lideranças indígenas defendem a conduta da promotora afastada.

Os caciques do Alto Xingu afirmam que a promotora Solange esteve lá conscientizando o povo da importância de não “trocar votos por presentes” e desenvolveu vários projetos nas aldeias como implantação de tanques de peixes e construção ou reformas das instalações. As visitas ocorreram entre 2016 e 2017 e os indígenas da região pedem a retomada dos projetos.

Já os Xavantes esclarecem que a promotora Solange sempre teve cuidado e respeito com a cultura e o costume da etnia. Além do trabalho de conscientização para a importância do voto, fez distribuição de brinquedos para as crianças da comunidade.

Para os Kuikuro, o trabalho dela é considerado fundamental devido ao fornecimento de alimentos durante um ano e meio, quando uma nova aldeia estava sendo aberta na mata. A etnia também diz que a promotora Solange ajudou a garantir estrada, escola e posto de saúde para os moradores.

 Professores indígenas

Os professores indígenas da etnia Kurâ- Bakairi e moradores da terra indígena Bakairi do município de Paranatinga   lembram que a atuação da promotora Solange foi fundamental para prisão de um engenheiro que exercia atividade ilegal em território indígena. Por isso, saem em defesa da sua integridade e afirmam que ela é vítima de perseguição política dentro do MPE.

Segredo de justiça

Procurada pelo , a promotora Solange não quis comentar as notas divulgadas pelos povos indígenas. Disse apenas que confia na absolvição.

“O processo corre em segredo de justiça, de modo que não posso me manifestar publicamente sobre as acusações. Contudo, confio plenamente que ao final da instrução serei julgada inocente”, declarou.

Galeria de Fotos

Credito: Reprodução
Credito: Reprodução
Credito: Reprodução
Credito: Reprodução

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Amosil | Quarta-Feira, 01 de Abril de 2020, 15h07
    1
    0

    Ih.. Parece-, me q tem discriminação por ela envolver culturalmente com os irmãos nativos americanos.. GANHA FÁCIL.

Breunig destaca aprovação de contas

adriano breunig curtinha 400   O professor Adriano Breunig (foto), ex-adjunto e ex-secretário de Estado de Ciência e Tecnologia no Governo Silval e hoje diretor de Políticas de Desenvolvimento Institucional do IFMT, contesta o registro em Curtinha, apontando-o como candidato reserva e "vulnerável" à...

Borgato não sairá mais de secretaria

nilton borgato 400 curtinha   Nilton Borgato (foto), ex-prefeito de Glória D'Oeste e filiado ao PSD, não sairá mais do comando da secretaria estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação. Dias atrás, ele chegou a ser avisado pelo governador que seria substituído e que iria para o Escritório...

Dorner vai tentar prefeitura de novo

roberto dorner 400 curtinha   Em Sinop, o empresário e ex-deputado federal por alguns meses Roberto Dorner (foto), que deixou o PSD e aderiu ao Republicanos, está disposto a encarar de novo a disputa a prefeito. Em 2016, ele perdeu para Rosana Martinelli (PR) por uma diferença de 3.388 votos. É possível que ambos...

Um líder sob insatisfação dos colegas

dilmar dal bosco curtinha 400   O líder do governo na Assembleia, Dilmar Dal Bosco (foto), tem enfrentado crítica velada e insatisfação dos colegas, principalmente dos deputados da base. Reclamam que o interlocutor do governador Mauro não move uma palha em defesa da liberação das emendas e, nas...

Jogada do prefeito Francis em Cáceres

paulo donizete 400 curtinha caceres   A sete meses de concluir o mandato, o prefeito cacerense Francis Maris (PSDB) lançou uma jogada estratégica para ver se "cola". Apoia publicamente para prefeito o seu diretor da autarquia Águas do Pantanal, Paulo Donizete (foto), do mesmo partido, inclusive participou da reunião...

Luta por mais leitos de UTI em Sinop

rosana martinelli 400 curtinha   A prefeita de Sinop, cidade pólo do Nortão, Rosana Martinelli (PR), demonstra preocupação com os poucos leitos de UTI do Hospital Regional no município. A unidade atende moradores de mais de 30 municípios da região e só dispõe de 10. Rosana diz esperar...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.