Judiciário

Segunda-Feira, 19 de Outubro de 2020, 07h:20 | Atualizado: 20/10/2020, 07h:32

RETENTUM MORTALE

Investigações apontam duas teses para execução de empresário: crime de mando

Investigações apontam duas teses para o assassinato do empresário Wagner Florêncio Pimentel, 47 anos, executado com cinco tiros em fevereiro do ano passado. A primeira é que a esposa Keila Catarina de Paula, Michel Padilha da Silva e Lucas Osório Goes Filho seriam os mandantes da morte uma vez que tentavam “cessar” as investigações da Operação Credito Podre contra eles. A segunda é um desentendimento entre a vítima e Edemilson dos Santos Siqueira, vulgo Pastor, na contratação de uma advogada para patrocinar a liberdade do empresário e de Keila. Documentos aos quais o teve acesso apontam que as investigações entenderam que a morte de Wagner foi um crime de mando.

PJC

jannira.jpg

Investigações foram conduzidas na Polícia Judiciária Civil pela delegada Jannira Laranjeira 

Os documentos da investigação apontam que em 11 de fevereiro de 2019, dois dias depois da execução, a Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) recebeu uma denúncia anônima informando que os mandantes do crime eram pessoas ligadas à “Crédito Podre” e transporte de grãos. O denunciante ainda citou os nomes da esposa da vítima, Keila, Michel e Lucas, dizendo inclusive que o crime tinha sido encomendado 120 dias antes.

 No dia seguinte, o denunciante voltou a entrar em contato com a DHPP para acrescentar ainda a cor e modelo dos carros e números de celulares de Michel e Lucas.  E que esses carros estavam nas imediações do local onde o empresário foi executado. Os documentos apontam ainda que o Corolla ligado a Michel foi identificado em diligencias da DHPP deixando a esposa de Wagner nas imediações da avenida General Vale, próximo à Capela Jardins.

Reprodução

DHPP - mandantes da execução de Wagner Florêncio

Relatório da DHPP mostra que dívida de serviços advocatícios pode ter motivado execução do empresário delator

Keila disse em depoimento que, durante o período em que o marido ficou preso, Michel Padilha teria a auxiliado na regularização das empresas que estavam em nome do casal. Mas como em fevereiro de 2018 ela também foi presa, não conseguiu concluir os processos. E que depois que saiu da cadeia se separou de Wagner e se envolveu amorosamente com Michel, mas que suas filhas não tinham conhecimento desse fato.

As investigações apontam ainda que Keila teria mentido quando disse que não teve contato com Michel do dia 10, um dia após o crime. Imagens colhidas pelos investigadores mostram que ela, Michel e Walérya (filha do empresário) estiveram juntos na Central de Registro de Óbitos.

Em depoimento, a esposa relatou na DHPP que enquanto Wagner estava preso no Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC) teve um desentendimento com o detento conhecido como “Pastor”. E que o empresário prometia muitas coisas aos presos. Wagner teria até memso prometido ao homem que colocaria uma piscina na casa da esposa do preso. E que em troca disso Wagner recebia algumas regalias no CRC.

Galeria de Fotos

Credito: Reprodução

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Mais jovem prefeito sucede familiares

Rog�rio Meira_400 jangada   O mais jovem entre os prefeitos eleitos e/ou reeleitos de MT, Rogério Meira (foto), tem um histórico de vida pública, mesmo tendo apenas 24 anos. Atualmente, ele exerce mandato de vereador por Jangada e foi eleito prefeito da cidade ao obter 1.699 votos, 9 a mais que o...

Base forte de EP para Mesa Diretora

juca do guaran� curtinha 400   A base do prefeito Emanuel Pinheiro para o segundo mandato, embora com quatro virtuais candidatos à presidência da Mesa Diretora, está construindo o discurso de que não pode rachar sob o risco de entregar o comando do Legislativo para a oposição....

Deputado ajudou a enterrar Binotti

neri 400 curtinha   O deputado federal Neri Geller (foto), que se acha um grande líder político, ajudou a enterrar nas urnas o projeto de reeleição do prefeito Luiz Binotti (PSD), derrotado à reeleição. Perdeu para o ex-vice-prefeito Miguel Vaz (Cidadania), que contou com apoio do ex-prefeito e atual...

Euclides "torra" R$ 8 mi na campanha

euclides ribeiro 400 curtinha   O advogado milionário Euclides Ribeiro (foto), que tem na carteira de clientes grandes produtores rurais, registra R$ 8,2 milhões de receitas e despesas de campanha ao Senado. Concorrendo pelo Avante, Euclides só chegou a 58.455 votos. Ficou em nono lugar, à frente apenas de Reinaldo...

Fávaro é quem mais gastou ao Senado

carlos favaro 400 curtinha   O senador reeleito Carlos Fávaro (foto) foi o que mais gastou na campanha. Oficialmente, arrecadou R$ 11,7 milhões. As maiores contribuições financeiras vieram de empresários do agronegócio. Orcival Guimarães, dono de rede de empresas de implementos agrícolas, doou...

Beto deve repensar projeto a federal

beto farias 400 curtinha   A derrota nas urnas do seu afilhado político, vice-prefeito Wellington Marcos (DEM), que tentou o Executivo de Barra do Garças e ficou em segundo lugar, obtendo somente metade dos votos em relação aos atribuídos ao eleito Adilson Gonçalves, pode levar o prefeito Beto Farias (foto)...