Judiciário

Sexta-Feira, 11 de Outubro de 2019, 14h:17 | Atualizado: 11/10/2019, 14h:25

CONFLITO ENTRE INVESTIGADORES

Investigador diz que Sinpol pagou dívida pessoal dele para justificar afastamento

Rodinei Crescêncio

Jamilson Adriano de Souza Moura

Jamilson Adriano de Souza Moura em entrevista exclusiva na sede do Rdnews, nesta quinta

O secretário-geral do Sinpol, que representa os investigadores da Polícia Civil, Jamilson Adriano de Souza Moura, afirma que o sindicato pagou uma conta pessoal dele com uma loja de materiais de construção para justificar a abertura de um processo disciplinar na Comissão de Ética. O objetivo, segundo Jamilson, seria força-lo a não ir em frente com denúncias de supostos desvios na gestão da presidente do Sinpol, Edleuza Afonso de Mesquita Filgueiras.

As denúncias foram encaminhadas à Ouvidoria do Sinpol, pela qual Jamilson também é responsável, e falam sobre a transferência de R$ 1,4 milhão das contas do sindicato. O valor foi transferido em 2016 e a justificativa seria de que à época poderia haver bloqueio das contas do sindicato em razão da greve em favor da RGA. Segundo Jamilson, não se sabe se os recursos voltaram à conta do Sinpol.

O Sinpol abriu o processo disciplinar para apurar a responsabilidade de Jamilson no pagamento de uma conta pessoal dele de R$ 6,1 mil com a LM Comércio de Materiais para Construção.

O investigador admite ter feito a compra e dado uma entrada de R$ 3,5 mil em outubro de 2018. O restante, relata, seria pago aos poucos, com recursos próprios, em um acordo fechado por ele com a dona da loja, que seria parceira do sindicato. O material comprado seria para reformar um centro comunitário ajudado por Jamilson, que é suplente de vereador.

Jamilson defende que nunca pediu ao sindicato para que fosse feito o pagamento e que não tem acesso às contas do Sinpol para fazer os pagamentos por conta própria. Ele encaminhou à reportagem o comprovante de uma transferência do sindicato para a loja em 18 de setembro que seria referente ao pagamento do restante de sua dívida pessoal pelo sindicato.

O secretário-geral chegou a ser afastado do sindicato por meio de um pedido da presidente para que a Diretoria Geral da Polícia Civil revogasse a disponibilidade de Jamilson para atuar na entidade de classe. Na semana passada, o desembargador Márcio Vidal suspendeu o ato administrativo e reintegrou Jamilson ao sindicato.

Reprodução

TED Sinpol

Fac-símile do TED feito pela direotira do Sinpol, no valor da dívida de Jamilson Moura para materiais de construção

Depois disso, o investigador enviou um requerimento de informações à presidente do Sinpol questionando o porquê "o sindicato efetuou o pagamento de uma dívida pessoal do solicitante, sem sua autorização ou pedido, já que a compra não houve qualquer relação com o órgão".

Ele também enviou um pedido similar à loja, solicitando inclusive o reembolso dos recursos ao sindicato. Ele questiona porquê o “Sinpol, por meio de sua diretoria financeira, efetuou o pagamento de uma dívida em nome do solicitante, cujas notas fiscais foram também emitidas em seu nome por esta empresa, visto que em nenhum momento foi requerido pelo solicitante, ou autorizou, o órgão sindical a efetuar tais pagamentos, tendo o Sinpol/MT os realizado por sua própria conveniência”.

Os pedidos foram enviados em 3 de outubro e seguem sem resposta. Ao lado do advogado Christano César da Silva, o investigador entrou com um pedido de medida cautelar para produção de provas antecipada no Tribunal de Justiça contra o sindicato.

Veja as notas fiscais emitidas em nome de Jamilson Moura

PageFlips: Notas Fiscais Jamilson Sinpol

Outro lado

O tentou contato por telefone com a presidente do Sinpol, Edleuza Mesquita, mas as ligações não foram atendidas. Até o fechamento desta reportagem, não houve retorno. O espaço continua aberto.

Postar um novo comentário

Comentários (11)

  • Paula | Quarta-Feira, 16 de Outubro de 2019, 21h41
    0
    0

    É um absurdo pagar conta do Jamilson com dinheiro do sindicato..... Eu li a matéria e quando vi as notas fiscais e o valor do Ted pra conta da empresa ... Realmente é absurdo..... Favor pagar as minhas contas ... Irei procurar a presidente para pagar minha contas urgente mesmo.

  • Justo | Quarta-Feira, 16 de Outubro de 2019, 10h22
    1
    1

    Na verdade existe misogenia por parte de Jamilson, e outros que estão por tras dele, são mais de 3 homens que desejam prejudicar a presidente da sinpol, será esclarecido na hora certa, auditoria esta sendo feita. A verdade vai aparecer. Enquanto os cães ladram a banda passa.

  • Justo | Domingo, 13 de Outubro de 2019, 22h05
    0
    1

    Justo, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Mulheres do bem | Domingo, 13 de Outubro de 2019, 21h58
    0
    1

    Mulheres do bem, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • mulheres do bem | Domingo, 13 de Outubro de 2019, 21h39
    12
    3

    Tenho dó deste rapaz chamado JAMILSON. Parece que ele está padecendo de algum problema e precisa de ajuda. E, parece, que 2 (dois) NÃO INVESTIGADORES estão se aproveitando disso. E por que digo NÃO INVESTIGADORES ? Porque eles não trabalham como policiais, vivem mais no meio político, no obscurantismo da MENTIRA, articulando, ao invés de estarem na ATIVIDADE-FIM, isto é, investigar e trabalhar realmente. Mas como não sabem o que é isso (trabalhar), e nem querem descobrir, preferem usar o pobre rapaz para vomitar impropérios. A atual GESTÃO está sendo atacada de forma vil, violenta e covarde. Mas por que? Talvez porque lutou e continua lutando pela resolução dos problemas dos investigadores no âmbito do Executivo que, infelizmente, outro SINDICATO poderoso, mas menor, sentiu-se incomodado e quer na futura GESTÃO do sindicato, pessoas fracas e que tenham expertise na mentira e sordidez, abaixando, assim, a cabeça para tudo, ou fazendo mero teatro mambembe de que estarão atuando, quando, na verdade, estarão, se vencerem, simulando lutas com discursos e falsas atuações, mas estarão enchendo o bolso de dinheiro, o objetivo final deles.

  • Amigo da verdade | Sábado, 12 de Outubro de 2019, 10h23
    7
    11

    E muita safadeza com o dinheiro do sindicalizado, desfiliação geral, passou da hora.

  • Sindicalizado | Sexta-Feira, 11 de Outubro de 2019, 21h06
    5
    10

    E realmente bate . Se vocês somarem os valores das notas fiscais, o valor confere com o TED enviado da conta do sindicato para a empresa .... Assembleia já

  • CUMBARU DA LIXEIRA | Sexta-Feira, 11 de Outubro de 2019, 18h10
    5
    14

    Conheço JAMILSON sei da postura do mesmo, se é verdade ou mentira nessa Historia, tem que se apurar.

  • caca | Sexta-Feira, 11 de Outubro de 2019, 17h34
    7
    10

    os sindicalizados deveriam desfiliar em massa.... DESFILIAÇÃO JÁ! Ate resolver essa vergonha. Por isso que investigador não é bem visto pela sociedade.

  • Ms | Sexta-Feira, 11 de Outubro de 2019, 17h03
    14
    5

    Quando um individuo responde no TJMT processo por ser suspeito de crime no artigo 312 numero processo: ....2010.811.0042 ( site de fonte aberta ). Art. 312 - Apropriar-se o funcionário público de dinheiro, valor ou qualquer outro bem móvel, público ou particular, de que tem a posse em razão do cargo, ou desviá-lo, em proveito próprio ou alheio. Será que tem veracida o que ele fala?

Matéria(s) relacionada(s):

Políticos em peso em evento do HMC

A solenidade que marcou a entrega do HMC em Cuiabá, nesta segunda (19), está sendo considerada o evento do ano para o prefeito Emanuel. Ele conseguiu motivar a presença de diversas lideranças políticas, empresariais e de diferentes setores. Para se ter uma ideia, dos 11 membros da bancada federal, 8 estavam presentes, assim como 16 dos 24 deputados estaduais e 17 dos 25 vereadores. Também marcaram presença dezenas de prefeitos e outros...

Base na Câmara e apoio de Iva Viana

leonardo 400 curtinha   Leonardo Bortolin (foto), que comanda Primavera do Leste e um dos vários prefeitos que prestigiaram a solenidade de entrega 100% do HMC, nesta segunda à noite, em Cuiabá, revelou contar com uma base forte e sólida na Câmara Municipal, o que tem sido importante na aprovação dos...

Ato de EP atrai 6 últimos governadores

emanuel pinheiro 400 curtinha   Emanuel Pinheiro (foto), habilidoso nas articulações políticas, conseguiu levar para o mesmo evento, marcando a entrega 100% do Hospital Municipal de Cuiabá, nesta segunda à noite, cinco ex-governadores e ainda o atual. Prestigiaram a solenidade Júlio Campos, Carlos Bezerra,...

Governador tenta constranger prefeito

mauro mendes 400 curtinha   Mauro Mendes (foto) tentou constranger o prefeito Emanuel, nesta segunda, na festa da entrega para funcionamento pleno do Hospital Municipal de Cuiabá. Na presença de diversas autoridades, inclusive dos últimos cinco governadores, com exceção de Silval, o atual chefe do Executivo, em...

3 vereadores cuiabanos no Cidadania

diego guimaraes 400 curtinha   O Cidadania, hoje sem voz na Câmara de Cuiabá, poderá ter três vereadores a partir de março de 2020, com abertura da janela. Na dança das cadeiras, Felipe Wellaton sairá do PV para aderir ao Cidadania, que já é presidido em Cuiabá pelo seu chefe de...

6 na Câmara tentam barrar projetos

francis maris 400 curtinha   O prefeito cacerense Francis Maris (foto) luta junto aos vereadores, para, enfim, concretizar todas as etapas de um financiamento milionário para projetos na área de saneamento. São R$ 130 milhões para abastecimento de água e cobertura de rede de esgoto, com juros de 6% ao ano e 20...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.