Judiciário

Quinta-Feira, 14 de Janeiro de 2010, 17h:40 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

Várzea Grande

Jayme é condenado por improbidade

Justiça condena Jayme Campos por improbidade administrativa

   O senador Jayme Campos (DEM) foi condenado por ato de improbidade administrativa pelo juiz Rodrigo Roberto Curvo, que acatou a ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público em 2004, quando o democrata era prefeito de Várzea Grande. Agora, Jayme terá de ressarcir ao erário todos os valores pagos a título de “pensão de mercê” ao ex-vereador João Simão de Arruda. Terá ainda que arcar com o pagamento de multa civil de cinco vezes o valor mensal que recebia na época em que foi aprovada a lei que instituiu a pensão.

   Consta nos autos que a “pensão de mercê” ao ex-vereador foi concedida em junho de 2001. Na ocasião, ele passou a receber 10 salários mínimos mensais. Os pagamentos foram efetuados até março de 2004. Durante as investigações, conforme o MP, foi constatado que João Simão de Arruda era servidor público aposentado do quadro da Polícia Rodoviária Federal e recebia em torno de R$ 6 mil por mês. “A aludida lei que instituiu a referida pensão ofende os princípios da Administração Pública, notadamente o da finalidade, impessoalidade, razoabilidade e moralidade, que estão intimamente relacionados”, destacou o magistrado em sua decisão.

   Em 2004, quando o MP propôs a ação civil pública contra Jayme e João Simão, foi concedida uma liminar determinando a suspensão do pagamento da pensão e a indisponibilidade de bens dos acusados. Os dois recorreram da decisão, por meio de agravo de instrumento, e conseguiram suspender a liminar que garantia a indisponibilidade de bens.

   De acordo com o autor da ação, promotor de Justiça Carlos Eduardo Silva, a sentença proferida pelo juiz Rodrigo Roberto Curvo terá que ser cumprida, solidariamente, pelo ex-vereador João Simão de Arruda, pois ele também foi acionado pelo Ministério Público na referida ação.

   Hoje, Jayme é pré-candidato ao Palácio Paiaguás na corrida à sucessão de Blairo Maggi. É visto constantemente em eventos no interior do Estado buscando apoio para seu projeto político. Na aliança DEM/PSDB/PTB, ele disputa internamente com o prefeito de Cuiabá, Wilson Santos (PSDB), a possibilidade de ser o candidato do grupo ao governo estadual nas eleições deste ano.

Postar um novo comentário

Comentários (9)

  • Tia Alice no país da corrupção | Sexta-Feira, 15 de Janeiro de 2010, 11h35
    0
    0

    Ate que enfim, não é população? A MP lutou e conseguiu essa condenaçao. Glória!!! Pq tá pra nascer um lugar onde tem mais político corrupto q aki, esses da velha guarda, fizeram não só fama, mas toda a grana pra sustentar até a 5º geraçao sem trabalhar, por conta do dinheiro público. Agora paga Jayme!! Não e muito, mas ja é um começo. O povo por um tempo foi tapado e votava por pequenos favores, só q isso está mudando e já estamos mais ligados na situaçao da política no país. Ainda não temos a educação adequada e isso já sabemos a razão, não é? Era pra nos manter ali, em rédeas curtas e no cabresto. Mas a educação liberta e um dia este povo vai ter educação política na escola e nunca mais vamos deixar q nos levem na conversa.

  • peixes | Sexta-Feira, 15 de Janeiro de 2010, 10h59
    0
    0

    e por isso que varzea grande e o municipio mas atrasado do estado de mt demorou e vai aparecer mais esse e so começo

  • joao roberto de aquino | Sexta-Feira, 15 de Janeiro de 2010, 10h46
    0
    0

    joao roberto de aquino, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • PAULO RICARDO | Sexta-Feira, 15 de Janeiro de 2010, 10h17
    0
    0

    JAYME COM CERTESA VEM SER GOV.DE MT. AI VC JA SABE NE..?? A MIDIA E OUTRAS FORCAS COMECAO A VAZER A INTRIGA . MAS NAO ADIANTA ESTE POLITICO O JAYME, SABE TUDO SOBRE MT E SEU POVO COM CERTESA E COM A GRACA DE DEUS VEM SER O NOSSO GOVERNADOR..ESPERAMOS VC JAYME..

  • Jerê | Sexta-Feira, 15 de Janeiro de 2010, 10h04
    0
    0

    Aí está uma pequena mostra do que é esse Jayme Campos e sua corja. Abram o olho quem estiver querendo colocar esse cara no poder. Mato Grosso precisa se desenvolver ainda mais e não andar para trás.

  • Alberto Silva | Sexta-Feira, 15 de Janeiro de 2010, 09h35
    0
    0

    Eleitores de Cuiabá e Varzea Grande. Por favor, revejam a situação atual, não voltem ao passado. JAIME CAMPOS NUNCA MAIS!

  • Orlandir CAvalcante | Sexta-Feira, 15 de Janeiro de 2010, 08h03
    0
    0

    PArece que as coisas estão acontecendo da melhor forma possivel, sempre vejo condenações e mais condenações impostas pela Justiça a politicos, até então considerados intocáveis em MT. Por outro lado estou muito preocupado, nada se concretiza, assim a justiça está perdendo a credibildiade pois investiga, descobre os culpados, condena os culpados, mas estes não são apenados......

  • MOSSUETO | Quinta-Feira, 14 de Janeiro de 2010, 19h56
    0
    0

    É uma pena que o judiciario não tem como acelerar as ações, pois as leis neste pais são como elastico, onde forçar ela espicha, e vão sempre achar uma brecha para ir protelando as ações, mas dificilmente tem condições de colocar esses gatunos na parede, pois são eles que fazem essas leis e como sabem que um dia terá que encará-las, já deixam uma saida estrategica, mas mesmo que vão se defendendo, a população ja pode estar de olho nesse pseudo paladino que quer voltar a governar nosso estado, e isto é só uma ponta do iceberg, se levantar o tapete, a coisa fede, MATOGROSSENSE!!! VAMOS BANIR ESSA MAFIA DE MAUS POLITICOOS EM NOSSO ESTADO.

  • Marcelo Serra | Quinta-Feira, 14 de Janeiro de 2010, 19h24
    0
    0

    ATENÇÃO JUVENTUDE!!PRESTEM ATENÇÃO. OBSERVEM SÓ OS NOSSOS POLÍTICOS. BASTA DECORRUPÇÃO!! FORA JÚLIO E JAIME CAMPOS!!!!!!!!!!!

Goleada na cassação no TRE e no TSE

edson fachin 400 curtinha   No TRE-MT, em abril, a juíza aposentada e senadora Selma Arruda, que trocou o PSL pelo Podemos, teve o mandato cassado por unanimidade. No julgamento do recurso da parlamentar no TSE, nesta terça, o placar também foi "elástico": 6 a 1. Somente o ministro Edson Fachin (foto) votou acatando o...

PP não quer se desgrudar do prefeito

vanderlucio 400 curtinha   O PP de Cuiabá está mergulhado na gestão Emanuel Pinheiro, inclusive, comandando três secretarias com Vanderlúcio Rodrigues (foto), de Obras Públicas e que preside a legenda na Capital, Francisco Vuolo (Cultura, Esporte e Turismo) e Débora Marques (Agricultura, Trabalho e...

1º projeto beneficia a Grande Cáceres

leonardo 400 curtinha   O deputado Leonardo (foto) conseguiu aprovação de um projeto na Câmara Federal que amplia prazo sobre registro de imóveis na fronteira, beneficiando a região Oeste, especialmente Cáceres, que faz fronteira com a Bolívia. A matéria agora segue para o Senado. A...

Denúncia, psiquiatria e agora atestado

elizabeth 400 curtinha   Lotada como técnico-administrativo do RH do Hospital Metropolitano da Capital, Elizabete Maria de Almeida (foto), recorreu a um psiquiatra uma semana depois de registrar um BO e, sem apresentar provas, acusar o prefeito Emanuel de negociata, inclusive com dinheiro vivo para vereadores, com vistas a...

Título de Cidadã para senadora goiana

janaina riva 400 curtinha   A Assembleia fará sessão solene nestes últimos dias de 2019 para prestar homenagem a várias personalidades de diferentes segmentos e profissões. Uma das que serão condecoradas com o Título de Cidadã Mato-Grossense é a goiana Kátia Regina de Abreu,...

Francis sem os vereadores do partido

cesare 400 curtinha vereador caceres   A administração Francis Maris em Cáceres se tornou tão emblemática que perdeu apoio dos dois únicos vereadores do seu partido, o PSDB, na Câmara Municipal. Os tucanos Valdeniria Dutra e Claudio Henrique integram hoje o bloco de oposição ao prefeito,...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.