Judiciário

Quarta-Feira, 26 de Fevereiro de 2020, 18h:14 | Atualizado: 27/02/2020, 09h:22

IMPORTUNAÇÃO SEXUAL

Jornalista denunciado por 10 mulheres consegue HC e deixa prisão após 3 meses

Reprodução

Leonardo Heitor

Jornalista e ex-assessor parlamentar Leonardo Heitor está preso desde o ano passado e conseguiu novo HC. Ele foi detido por descumprir medida protetiva

O jornalista e ex-assessor parlamentar Leonardo Heitor, que cumpria dois mandados de prisão preventiva no Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC), antigo Carumbé, desde o ano passado, teve um novo habeas corpus - referente ao crime de estupro tentado e ameaça - acatado pela Justiça na tarde de hoje (26). De acordo com o Tribunal de Justiça (TJ-MT), Leonardo não usará tornozeleira eletrônica e medidas cautelares não foram determinadas. 

Inicialmente, Leonardo foi preso em novembro de 2019, por descumprir medida protetiva de urgência contra uma das dez vítimas que registraram boletins de ocorrência denunciando seus atos (Leia Mais). Em 4 de dezembro, o segundo mandado de prisão por estupro tentado e ameaça foi determinado pela Justiça. 

Como o processo segue sobre segredo judicial, ainda não há mais detalhes sobre a liberdade do jornalista. Ele deve deixar o CRC ainda hoje. Em 12 de fevereiro, ele teve o primeiro pedido de soltura aceito, mas foi impedido de deixar a prisão por conta da denúncia de estupro.

 O ex-assessor parlamentar foi indiciado pela Polícia Civil por cinco crimes sexuais: estupro tentado, importunação sexual, ameaça, gravação não autorizada da intimidade sexual e descumprimento de medida protetiva de urgência. Os inquéritos foram concluídos em novembro pela Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Cuiabá. 

Leonardo foi preso enquanto retornava de Salvador (BA), onde estava de férias com um grupo de amigos. O primeiro mandado de prisão foi cumprido no Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande, na região metropolitana.

O jornalista também já havia sido indiciado pelo 13º Juízado Especial Criminal de Vitória (ES), por molestar ou perturbar-lhe a tranquilidade, por acinte ou por motivo reprovável. Ele é investigado por, supostamente, criar perfis fakes, com chips de São Paulo e Brasília, para assediar, com fotos e vídeos, mais de dez mulheres do Espírito Santo. 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Senadora, ataques e defesa de Galvan

selma arruda 400 curtinha   Selma Arruda, senadora cassada por crimes eleitorais, um deles caixa 2, escreveu artigo entitulado "MP x Aprosoja. Afinal, quem tem razão", especialmente para defender o aliado político Antonio Galvan, presidente da Aprosoja. Ao concordar com plantio de soja dentro de período proibido pela...

Deputado, carona e ainda se gabando

paulo araujo 400 curtinha   Considerado de baixo clero na Assembleia, o deputado Paulo Araújo (foto) agiu de carona e num oportunismo condenável acerca do decreto do governador Mauro Mendes da última quinta, quando resolveu relaxar as medidas restritivas em meio à pandemia do coronavírus e liberou o funcionamento...

Políticos querem suspender eleição

Cresce o movimento entre políticos para adiar as eleições municipais de outubro. O argumento utilizado é o impacto que o coronavírus terá na economia, saúde e vida das pessoas. Isso porque, neste ano, uma vacina não deve ficar disponível ao mercado e os prejuízos causados pela Covid-19 ainda estão só começando. Entre os políticos de MT que defendem adiar o pleito para 2022, quando a...

Ex-vereador, demagogia e contradição

everton pop 400   O ex-vereador por Cuiabá e apresentador de um programa popular de TV que leva o seu nome, Everton Pop (foto), gravou um vídeo em que critica o fato da Mesa Diretora da Câmara da Capital pagar os servidores todo dia 20, antecipando o salário em 10 dias do fechamento do mês. Pop só não...

Jayme é contra decreto do governador

jayme campos 400 curtinha   O senador Jayme Campos (foto), que já foi governador e prefeito, engrossa a lista dos que defendem isolamento social mais rigoroso neste momento. A postura vai na contramão do correligionário Mauro Mendes. O governador editou decreto que prevê a abertura de shoppings e comércio, desde...

EP e 2 medidas junto à Águas Cuiabá

emanuel pinheiro 400 curtinha   O prefeito Emanuel Pinheiro (foto) impôs duas medidas à concessionária Águas de Cuiabá. A empresa está proibida de cortar a água de inadimplentes e não terá direito a um aumento de 6%, aprovado pela Arsec. As medidas, segundo o prefeito, são...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.