Judiciário

Sexta-Feira, 13 de Setembro de 2019, 15h:05 | Atualizado: 13/09/2019, 18h:44

OPERAÇÃO COVERAGE

Juiz concede liberdade a Paccola e aceita denúncia de fraude em registros de armas

Divulgação

Jo�o Bosco Soares da Silva

O juiz João Bosco Soares da Silva, da 11ª Vara Criminal de Cuiabá, que mandou soltar militar

O juiz João Bosco Soares da Silva, da 11ª Vara Criminal de Cuiabá, acatou pedido da defesa e determinou a liberdade do tenente-coronel Marcos Eduardo Ticianel Paccola, da Polícia Militar. Paccola foi preso no domingo (8) em decorrência da Operação Coverage, acusado de fraudar registros de armas da PM para obstruir investigações e procedimentos criminais.

A operação foi deflagrada pelo Gaeco em 21 de agosto, mas Paccola não foi preso naquela data em razão de um habeas corpus preventivo emitido pelo desembargador Juvenal Pereira da Silva, do Tribunal de Justiça. Em investigações posteriores, o Gaeco identificou novas possíveis fraudes cometidas pelo tenente-coronel na data da deflagração da operação.

A defesa, feita pelo advogado Ricardo Monteiro, alega que Paccola sequer estava em Cuiabá naquela data. Monteiro afirmou ao que o tenente-coronel estava em Sinop ministrando curso para cerca de 50 servidores e magistrados do Poder Judiciário. “Esteve o tempo todo, até umas 18h30, 19h, com essas pessoas, não teve acesso a computador, a nada, nesse período”, registrou o advogado.

O tenente-coronel estava cedido pela PM ao Judiciário até o final de agosto. Depois da deflagração a operação, ele foi dispensado. Lá, ele ministrou desde janeiro diversos cursos de tiro e uso de pistolas a servidores e magistrados.

Segundo a denúncia oferecida pelo Gaeco, um dos registros supostamente fraudados por Paccola teria impedido a investigação do tenente Cleber de Souza Ferreira por mortes encomendadas que eram apuradas pela Polícia Civil na Operação Mercenários.

A denúncia, que foi aceita pelo juiz João Bosco em despacho publicado nesta sexta (13), também envolve o tenente Thiago Satiro Albino, o tenente-coronel Sada Ribeiro Parreira e o sargento Berison Costa e Silva. Todos se tornaram réus na ação.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Adaildon E M Costa | Sexta-Feira, 13 de Setembro de 2019, 16h09
    9
    2

    Lamentável, os órgãos que deveriam aplicar justiça, estão dando cabeçada. O órgão investigativo, bem como, o órgão acusador não conseguiram provar a culpabilidade dos Tenentes Coronéis. Quero saber quem vai ser responsabilizado pelo crime de abuso de autoridade. Estão atacando a honra e a reputação de dois profissionais que não tem nenhuma restrição. São homens e profissionais do bem.

Prefeito coloca secretarias em alerta

emanuel pinheiro 400 curtinha   O prefeito Emanuel Pinheiro (foto) colocou em estado de alerta a Defesa Civil e as secretarias municipais de Obras e Serviços Urbanos por causa da chuva torrencial que caiu neste sábado em Cuiabá. Em vários locais, inclusive na região central, como em frente à praça...

Jovem prefeito à reeleição e os Maia

gustavo melo 400 curtinha   Em Alto Araguaia, Gustavo de Melo (foto), o mais jovem dos 141 prefeitos mato-grossenses - completa 36 anos no próximo 26 de junho -, está disposto a buscar a reeleição pelo PSB. Mas carrega forte desgaste. O que traz certo conforto para Gustavo é o fato de Maia Neto, que comandou o...

Suposta delação tira sono de Alencar

alencar soares 400 curtinha   A notícia de que o STJ já teria homolagada delação de Sérgio Ricardo caiu como uma bomba. Mesmo depois do ex-deputado e hoje conselheiro afastado do TCE vir a público desmenti-la, assegurando não ter motivos para fazer tal colaboração premiada, os efeitos...

SD também deseja Taques ao Senado

pedro taques 400 curtinha   Empolgado com resultado de uma pesquisa interna, na qual estaria bem pontuado, aparecendo entre os preferidos ao Senado, mesmo após deixar o cargo de governador bastante desgastado, Pedro Taques (foto) passou a flertar não só com o Cidadania, conduzido no Estado pelo seu ex-secretário Marco...

Presidente do TJ-MT assume Codepre

carlos alberto tj 400 curtinha   O presidente do TJ-MT Carlos Alberto (foto) foi eleito presidente do Colégio de Presidentes dos Tribunais de Justiça (Codepre) do país. O cargo alça o membro de MT à liderança de discussões nacionais importantes. Dentre as atribuições do colégio...

Brecha pra futuro cassado ir à Justiça

kero kero curtinha 400   Wilson Kero-Kero (foto), ex-SD (socialista) que foi para ex-PSL (direita), anunciou ida para Podemos, mas permanecerá no partido direitista, é o relator do processo de cassação do colega Abílio Júnior, na CCJ da Câmara de Cuiabá. Na Comissão de Ética o...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.