Judiciário

Terça-Feira, 24 de Novembro de 2020, 11h:18 | Atualizado: 24/11/2020, 16h:10

GRAMPOLÂNDIA

Juiz manda ex-Casa Civil se defender sobre plano para grampear ex-amante

O juiz Jorge Luiz Tadeu Rodrigues, da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, determinou que o ex-secretário chefe da Casa Civil Paulo Taques apresente sua defesa prévia em ação penal por denunciação caluniosa. No caso, o primo do ex-governador Pedro Taques é processado por ter induzido duas delegadas a fazer interceptações telefônicas ilegais contra pessoas de seu interesse.

Gilberto Leite/Arquivo

Paulo Taques

O ex-secretário-chefe da Casa Civil Paulo Taques responde à ação por enganar as delegadas

A ação é movida pelo Ministério Público Estadual (MPE) por meio de denúncia oferecida e recebida pela Justiça em julho de 2019. O prazo para o ex-secretário apresentar sua defesa estava suspenso por causa das medidas tomadas pela Corregedoria Geral de Justiça em relação à prevenção à Covid-19 no Judiciário. Em 16 de novembro, o magistrado intimou Paulo Taques a se defender.

De acordo com a denúncia, o ex-secretário teria induzido as delegadas Alana Cardoso e Alessandra Saturnino a investigarem uma ex-amante dele e a secretária dele à época sob pretexto de que os números seriam de pessoas ligadas ao crime organizado. Tatiane Sangalli e Caroline Mariano tiveram seus telefones interceptados ilegalmente por, pelo menos, 15 dias. Nada ilegal foi encontrado pela Polícia Civil.

A história supostamente inventada era de que elas estariam tramando um plano para matar o então secretário e o então governador Pedro Taques sob mando do ex-comendador João Arcanjo Ribeiro. Os telefones das duas mulheres foram inseridos em operações envolvendo o crime organizado, com o que elas nada tinham a ver. O objetivo real seriam fazer devassa na vida pessoal das duas e evitar que assuntos pessoais de Paulo Taques e também da Casa Civil, que era comandada por ele, viessem à tona. O ex-secretário nega ter cometido crime e alega que a ameaça era real.

Paulo Taques seria, de acordo com as investigações, o mentor de um escritório de escutas clandestinas montado com o objetivo de grampear inimigos políticos e outras pessoas de interesse do grupo do ex-governador Pedro Taques. Mais de 100 números teriam sido interceptados ilegalmente no escritório operacionalizado pelo cabo da PM Gerson Luiz Ferreira Correa Junior, que confessou sua participação no esquema e indicou a participação de Paulo e Pedro Taques.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Para presidente, BRT é ultrapassado

juca 400 curtinha   Numa sintonia política com o prefeito Emanuel, o novo presidente da Câmara de Cuiabá, vereador Juca do Guaraná (foto), disse ser contra a decisão do governo estadual de "enterrar" o projeto do VLT, cujas obras estão paralisadas desde 2014, para implantar o modal BRT na Região...

Prefeito vai homenagear 2 ex-aliados

ze do patio 400 curtinha   O ex-vereador, ex-deputado estadual e hoje prefeito de Rondonópolis, Zé do Pátio (foto), que está no terceiro mandato, vai homenagear dois aliados que faleceram recentemente, sendo eles o ex-vereador de três mandatos Juary Miranda, que foi líder do Executivo na Câmara...

Maluf deve consultar STF sobre Teis

guilherme maluf 400 curtinha   Assim que retornar de férias, o presidente do Tribunal de Contas do Estado, Guilherme Maluf (foto), dará prosseguimento à análise do pedido de aposentadoria de Waldir Teis, que está afastado do Pleno há três anos e cinco meses, assim como outros três conselheiros...

Novo líder de Pátio na Câmara de ROO

reginaldo santos 400 curtinha   Reginaldo dos Santos (foto), que assume vaga na Câmara de Rondonópolis pela quarta vez, é o novo líder do prefeito Zé do Pátio, com a missão de fazer o trabalho de articulação e defesa do Executivo junto aos colegas do Legislativo. Na legislatura passada,...

Agro sugere Daniella de volta no Indea

daniella bueno 400 indea   Representantes do setor produtivo e um grupo de servidores sugeriram ao governador Mauro o nome da médica-veterinária e servidora de carreira Daniella Bueno (foto) para reassumir a presidência do Indea-MT. Aproveitaram a vulnerabilidade no cargo do presidente Marcos Catão Dornelas, denunciado...

Aumento para vereador só em 2022

Alguns vereadores em Cuiabá, tanto novatos quanto aqueles reeleitos, ficaram surpresos quando informados pela Mesa Diretora de que o aumento salarial de R$ 15,1 mil para R$ 18,9 mil, aprovado agora no final de dezembro, só começa a valer a partir de janeiro de 2022. Não entra em vigor de imediato, mesmo se tratando de nova legislatura, por causa da pandemia, que levou o governo federal a estabelecer, em lei, veto a qualquer tipo de reajuste para servidores até...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.