Judiciário

Segunda-Feira, 09 de Setembro de 2019, 13h:32 | Atualizado: 09/09/2019, 13h:37

FRAUDE DE R$ 12 MI

Juíza inclui delação de Chico Lima em processo contra Eder e Percival Muniz

Gilberto Leite/Arquivo

chico lima_gilberto leite (6).jpg

Procurador aposentado Chico Lima em um dos seus depoimentos prestados na Defaz

A juíza Ana Cristina Silva Mendes, da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, autorizou a juntada da delação premiada do procurador aposentado Francisco Gomes de Andrade Lima Filho, o Chico Lima, ao processo que apura o desvio de R$ 12 milhões em pagamentos feitos à Bandeirantes Construções e Terraplanagem Ltda. A decisão é desta segunda (9).

O ex-secretário estadual de Fazenda (Sefaz) Eder Moraes, o ex-deputado Percival Muniz, o ex-adjunto da Sefaz Emanuel Gomes Bezerra Júnior, os empresários Jair de Oliveira Lima, José Márcio Menezes, Jurandir da Silva e Cláudia Angélica de Moraes Navarro, e a servidora da Sefaz Lucia Alonso Correia foram denunciados por pagamento e recebimento de propina, e falsificação de documento público.

Hoje, a magistrada também autorizou a inclusão da acusação de peculato, a pedido do Ministério Público Estadual (MPE). Apenas Jurandir da Silva não foi incluído neste crime. A juíza destacou que “o réu se defende dos fatos narrados e não da capitulação na denúncia” e que é possível “suprir as omissões da denúncia a qualquer tempo” durante o processo.

O grupo teria criado um cenário para possibilitar o pagamento de valores indevidos à construtora por contratos firmados com o Estado em 2005. O aumento dos valores teriam sido justificados pelo "restabelecimento econômico financeiro" dos contratos por valores acima da inflação e baseados em documentos que  teriam sido adulterados e depois "sumido".

Ana Cristina deu prazo para que os advogados apresentem nova defesa preliminar incluindo o novo crime enquadrado e também os fatos narrados por Chico Lima. Novas audiências serão realizadas em 5 e 6 de novembro para oitivas de testemunhas e dos réus.

O procurador aposentado Chico Lima fechou acordo de colaboração premiada com o Ministério Público Federal (MPF) no âmbito da Operação Ararath. Ele é apontado como responsável por articular e facilitar diversos esquemas de pagamento de propinas durante o Governo Silval Barbosa.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Rosalvo | Segunda-Feira, 09 de Setembro de 2019, 15h45
    0
    0

    Rosalvo, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

Matéria(s) relacionada(s):

De fora da disputa em Rondonópolis

percival muniz 400   O pecuarista Percival Muniz (foto), hoje "mergulhado" nas duas fazendas na região do Xingu, adianta que não será candidato a prefeito de Rondonópolis, posto já ocupado por ele por três vezes. Mesmo com recall junto à população de bom gestor e popular, ele é...

Conselheira e o faturamento familiar

jaqueline jacobsen curtinha 400   Está repercutindo muito mal para a conselheira substituta do TCE-MT Jaqueline Jacobsen (foto) a notícia publicada pelo site O Livre, nesta sexta, de que a sua irmã, advogada Camila Jacobsen, em sociedade com Eveline Guerra, filha da conselheira, são sócias da "Jacobsen &...

Selma vê maior conforto no Podemos

selma curtinha 400   No grupo de WhatsApp "PSL Mulher MT", Selma Arruda (foto) escreveu um texto de despedida do partido. Disse estar chateada "com tudo isso", mas que não perdeu a fé e que o Governo Bolsonaro vai dar certo. Afirma sair do PSL com "coração partido" e que continua com os mesmos ideais no Podemos, onde...

Podemos esperando Selma se salvar

alvarodias_curtinhas   Na busca para ampliar a bancada do Podemos no Senado, o senador Alvaro Dias, derrotado à presidência no ano passado, só correu atrás de Selma, no sentido de convencê-la a se filiar no partido, depois que foi informado que ela tem chances reais de derrubar no TSE a cassação por...

Fávaro e esperança em assumir vaga

carlosfavaro_curtinha   O representante do escritório de MT em Brasília Carlos Fávaro (PSD) está convicto de que a senadora Selma não só será cassada de vez pelo TSE nos próximos meses, como a decisão da Corte lhe permitirá assumir a vaga enquanto não for eleito um novo...

Maturidade e nova visão sobre o TCE

janaina_riva_curtinha   No segundo mandato e sentindo-se mais madura politicamente, apesar de ainda bem jovem – completou 30 anos em 21 de janeiro – a deputada Janaína Riva revela que pensa diferente sobre a indicação de políticos ao cargo de conselheiro do TCE. Ao autorizar os colegas a derrubar a...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Mauro Mendes?

excelente

bom

regular

ruim

péssimo

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.