Judiciário

Quinta-Feira, 13 de Março de 2014, 18h:44 | Atualizado: 13/03/2014, 18h:44

TJ

Julgamento de "Cartas Marcadas" é adiado; retomada será em 2 semanas

O Tribunal de Justiça adia, mais uma vez, o julgamento dos envolvidos na operação “Cartas Marcadas”, desencadeada para apurar a emissão irregular de cartas de crédito por parte do governo, num prejuízo que chega a R$ 500 milhões ao erário. Devido à defesa de um dos indiciados, o ex-vice-presidente do Sindicato dos Agentes de Administração Fazendária, Alexandre de Freitas, ter impetrado pedido de revogação do indiciamento, bem como o trancamento da investigação contra seu cliente, o desembargador Rui Ramos proferiu pedido de vistas, em sessão do Pleno, nesta quinta (13).

O relator, desembargador Pedro Sakamoto, no entanto, argumenta que este fato só é atendido em caso de excepcionalidade. Sustenta ainda que Alexandre, por ter articulado conversas com servidores para o superfaturamento das cartas de créditos, pode ser chamado a depor. O julgamento do recurso deve prosseguir depois que Rui Ramos proferir seu voto. A continuação do processo deve acontecer nas próximas sessões.

Em setembro passado, a Polícia Civil indiciou 20 pessoas envolvidas em supostas fraudes ocorridas na expedição de cartas de crédito pela secretaria estadual da Fazenda (Sefaz). Entre os indiciados está o suplente de deputado estadual Gilmar Fabris (PSD), o ex-secretário de Fazenda, da Casa Civil e da Secopa Eder Moraes (PMDB) e o ex-secretário de Fazenda de Edmilson José dos Santos. O inquérito policial foi encaminhado ao Ministério Público, na semana passada, e tem 127 volumes.

Os envolvidos respondem pelos crimes de violação de sigilo funcional, falsificação de papéis públicos e formação de quadrilha.  As investigações foram conduzidas pela Delegacia Especializada em Crimes Fazendários e Contra a Administração Pública, da Polícia Judiciária Civil.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Salgadinhos sim; caminhão pipa, não

humberto bolinha 400 curtinha   Em Guiratinga, o prefeito Humberto Domingos, o Bolinha (foto), resolveu homologar na última segunda, 1º de junho, processo licitatório para contratar uma empresa com vistas a fornecer salgadinhos nas 11 secretarias municipais. Vão ser gastos com salgados R$ 21,7 mil. No mesmo dia, Bolinha...

Nepotismo e demissão na gestão Pátio

leandro junqueira 400   Acuado pela notificação recomendatória do Ministério Público Estadual, o prefeito de Rondonópolis, Zé do Pátio, não teve outra saída senão exonerar a servidora Renata Castilho Moreno do cargo comissionado de gerente do Departamento de Engenharia e...

Candidatíssima à vereadora em Cuiabá

gisele almeida 400 curtinha   A apresentadora de TV, Gisele Almeida (foto), vai mesmo encarar o teste das urnas como candidata à vereadora em Cuiabá. Irmã do ex-vereador, ex-deputado e hoje conselheiro afastado do TCE, Sérgio Ricardo, ela não perde tempo nas articulações. Recentemente, recebeu no...

Quebra-cabeça para definir a chapa

eduardo botelho 400 curtinha   Eduardo Botelho (foto) está postergando ao máximo a definição dos nomes de sua chapa ao comando da Mesa Diretora. A eleição já acontece no dia 10, na próxima semana. Como 12 dos 24 deputados brigam por espaço, o presidente da Assembleia sabe que, ao final,...

Secretário terá de explicar contrato

alex vieira 400 curtinha   O secretário de Educação de Cuiabá, Alex Vieira (foto), tem dois dias para apresentar defesa ao TCE sobre uma representação da empresa F. M Paragas, propriedade de Fernando Marcelo, que apontou supostas irregularidades na contratação, por dispensa de...

Presidente da OAB e péssimo exemplo

leonardo campos 400 curtinha   Continua repercutindo muito mal, inclusive em âmbito nacional, o escândalo em que se envolveu Leonardo Campos, o Léo Capataz (foto), que acabou se afastando da presidência da OAB-MT. Deu um péssimo exemplo à sociedade. Ele foi parar na Delegacia, na semana passada, sob...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.