Judiciário

Quarta-Feira, 06 de Fevereiro de 2019, 19h:20 | Atualizado: 07/02/2019, 12h:05

SEM necessidade

Justiça determina que Silval e outros alvos da Operação Sodoma retirem tornozeleira

Rodinei Crescêncio

Silval Barbosa dep�e na CGE

Ex-governador Silval Barbosa cumpre em prisão domiciliar na Capital desde junho de 2017

A Segunda Câmara Criminal do Tribunal de Justiça (TJ-MT) concedeu, por unanimidade, permissão para que alvos da Operação Sodoma, o ex-governador Silval Barbosa e outras 16 pessoas ligadas à gestão dele, retirem suas tornozeleiras eletrônicas.

A decisão, proferida no último dia 30, foi publicada no Diário de Justiça desta quarta (6).

A Sodoma apura fraudes durante a gestão de Silval. Entre os crimes estão cobrança de propina e desvio de recursos de obras públicas. As fraudes culminaram em quatro fases da operação. Os réus, todos ligados à gestão do ex-governador, foram alvos de prisões e, atualmente, respondem em liberdade.

A Justiça determinou que os réus das fases da Sodoma usassem tornozeleiras eletrônicas para que pudesse controlar seus passos e saber que eles não estavam cometendo novas irregularidades. No entanto, os desembargadores que compõem a Segunda Câmara Criminal entenderam que a medida não é mais necessária.

“No caso dos autos, é imperioso reconhecer, após a análise dos dados colacionados ao presente mandamus, que não há elementos concretos que demonstrem a necessidade da manutenção do uso da vigilância eletrônica, haja vista que as outras medidas cautelares que foram aplicadas ao paciente se mostram condizentes para assegurar a aplicação da lei penal”, assinalou o relator do caso, o desembargador Pedro Sakamoto, ao pontuar a decisão unânime no TJ-MT.

Desta forma, Silval, que passou mais de um ano na prisão, e outros membros de seu governo não utilizarão mais o monitoramento. Além do ex-governador, a decisão dos desembargadores também beneficia o filho dele, o médico Rodrigo Barbosa; o ex-presidente do Instituto de Terras de Mato Grosso (Intermat), Afonso Dalberto; o procurador aposentado do Estado, Francisco Gomes de Andrade Lima Filho, o “Chico Lima”; o ex-secretário-chefe da Casa Civil, Pedro Nadaf; e o empresário Alan Malouf.

Outros beneficiados pela decisão são o advogado Levi Machado de Oliveira; o ex-secretário de Estado de Fazenda, Marcel de Cursi; ex-secretário de Administração de Mato Grosso, Pedro Elias Domingos de Mello; o ex-assessor de gabinete do ex-governador, Sílvio César Correa de Araújo; e o empresário Valdir Piran. 

Outros que ganharam o direito, mas que já estavam sem o monitoramento em razão de outras decisões são: o empresário Antônio Rodrigues de Carvalho; o ex-secretário de Administração, coronel José de Jesus Nunes Cordeiro; o ex-secretario de planejamento, Arnaldo Alves De Souza Neto; o ex-secretário de Administração, César Zílio; o ex-presidente da Companhia Matogrossense de Mineração, João Justino Paes de Barros; e a ex-secretária de Pedro Nadaf na Fecomércio, Karla Cecília de Oliveira Cintra.

Apesar da retirada do monitoramento eletrônico, os réus deverão continuar cumprindo outras medidas cautelares determinadas pela Justiça anteriormente, como o comparecimento em juízo e a proibição de deixar o município em que vivem sem prévia autorização da Justiça.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • PAULO LOPES | Quinta-Feira, 07 de Fevereiro de 2019, 11h02
    2
    0

    Todos livres e assim é mostrado que o crime compensa . Em breve todos os desviadores de milhões estarão ai pedindo votos em todo o estado , dizendo que foram perseguidos e pior , pedindo todos os bens aprendidos pela justiça de volta ..... Brasil até quando ? EX GOVERNADOR E SEUS SECRETÁRIOS gastando o dinheiro com força com seus familiares e laranjas ...... Vcs que investigaram devem como nós cidadão de bem triste . AERONAVES , GADOS , FAZENDAS , GARIMPOS , POSTOS DE GASOLINAS , APARTAMENTOS , MANSÕES , CASAS , CAVALOS , GARAGEM DE CARROS , SALÕES DE BELEZA , RÁDIOS EM TODO O ESTADO , TELEVISÕES , SAITS , LOCADORA DE CARROS , PET SHOP e tantos outros esquemas comprado com o dinheiro desfiado para continuar fazendo a falca trua e ninguêm vai devolver nada ........... TRISTE SOCORRO e as indicações no governo passado de seus familiares e laranjas em secretárias e autarquias continuam ...... MPF , PF , PC

  • rafaela | Quinta-Feira, 07 de Fevereiro de 2019, 09h22
    2
    1

    essa é a justiça brasileira roubam milhoes nao devolvem nada e fica pouco tempo presso ai o povo fala se for pressso ficarei pouco tempo presso com regalias e nao devolverei nem um centavo quem nao quer ate eu quero

  • JUCA DE POCONE | Quinta-Feira, 07 de Fevereiro de 2019, 09h07
    4
    0

    A ALMT está contratando técnicos, ta ai um pessoal super gabaritado para prestar assessoria naquela casa de leis.

  • Carlos | Quarta-Feira, 06 de Fevereiro de 2019, 19h51
    5
    0

    Pode até ser candidato a prefeito na próxima

  • Jésus Barra do Garças | Quarta-Feira, 06 de Fevereiro de 2019, 19h29
    4
    2

    E o dinheiro que eles desviaram

Matéria(s) relacionada(s):

Provando competência na direção AL

janaina riva curtinha   Na 1ª semana como presidente da Assembleia, a jovem deputada Janaína Riva, de 30 anos, tem surpreendido colegas parlamentares, secretários de diferentes setores da Casa, assim como servidores, pelo foco em gestão, empenho e dedicação para resolver problemáticas administrativas....

Imagem vazada de jogo não é oficial

A organização SpriMT Marketing Esportivo, juntamente com Perk Soluções Criativas, esclarece que o banner, que circula, não foi feito pela empresa – que tomou conhecimento sobre a existência dele após a publicação na coluna Curtinhas. Revela ainda que a imagem, sem a informação de que seria um clássico Master, foi vazada durante o envio para orçamentos gráficos. As publicidades oficiais...

Fla X Timão e propaganda enganosa

Quem vê um dos banners de publicidade sobre o clássico entre Flamento e Corinthians logo se empolga. A tendência é que haja uma correria por ingressos. Mas, a organização, de propósito, está ocultando uma informação importante. Na verdade, os times principais não vão se enfrentar. Haverá um jogo comemorativo entre os jogadores da equipe master (veteranos) - evento conhecido como “Encontro das...

Pregão é suspenso em Campo Verde

fabio 190 campo verde prefeito   Em Campo Verde, o prefeito Fábio Schroeter (foto) terá de suspender de imediato um pregão presencial programado para esta quinta, por causa de irregularidades. Buscava-se contratar, por R$ 327,9 mil, uma empresa para prestar serviço, junto à secretaria municipal de...

Após chuvas, prefeito pede socorro

moises_curtinha_juscimeira   As fortes chuvas de janeiro, agravadas pelas que castigaram Juscimeira no início deste mês, levaram o prefeito Moisés dos Santos a decretar situação de emergência nas 8 áreas afetadas (assentamentos, povoados e nos distritos de Irenópolis e Fátima de...

Prefeito e decreto para evitar mortes

Raimundo Nonato, prefeito de Barra do Bugres assinou o decreto 029 declarando situação de emergência por causa da suspensão de uma parceria com o Instituto Assistencial de Desenvolvimento (IAD), que prestava serviço de mão de obra na área da saúde. Alega que há um déficit de profissionais tais como enfermeiros, médicos, psicólogos, dentistas e nutricionistas. E que, por conta da suspensão da parceria, pode...

MAIS LIDAS