Judiciário

Quinta-Feira, 21 de Novembro de 2019, 12h:30 | Atualizado: 21/11/2019, 12h:38

OPERAÇÃO RÊMORA

Malouf devolve apenas R$ 233 mil e PGR ameaça romper acordo de delação

Reprodução

alan Malouf.jpg

Empresário Alan Malouf é acusado de ligação com o esquema de desvio de verbas na Seduc

A Procuradoria-Geral da República (PGR) citou a possibilidade de romper o acordo de colaboração premiada fechado com o empresário Alan Malouf, delator na Operação Rêmora. Das três parcelas que deveria ter pago até aqui, Malouf teria feito o pagamento de apenas uma, no valor de R$ 233,3 mil, em 27 de maio deste ano.

A informação consta em uma decisão do ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal (STF) de 11 de novembro. O ministro determinou que o parecer da PGR seja encaminhado à 7ª Vara Criminal de Cuiabá, que é responsável atualmente pela execução da colaboração de Malouf.

No total, o empresário deve devolver R$ 5,5 milhões pelo acordo. A primeira e a terceira cota teriam vencido sem que ele informasse o pagamento à Justiça. A PGR pede que Malouf seja intimado a comprovar os pagamentos, sob pena de execução de bens garantidores e, caso isso não seja suficiente, “imediata rescisão do acordo”.

A delação foi homologada em abril de 2018. Malouf citou a participação do ex-governador Pedro Taques (PSDB) e do ex-secretário Permínio Pinto nos desvios identificados na Secretaria de Estado de Educação (Seduc).

Malouf também delatou que secretários da gestão Pedro Taques recebiam um valor “por fora” para ficar no cargo. Entre eles, estava o administrador Paulo Brustolin. Os valores seriam recolhidos por meio de caixa 2 entre empresários, sob liderança de Malouf. O ex-secretário pediu ao STF que arquivasse o anexo no qual é citado. O pedido foi negado pelo ministro porque a competência também seria da 7ª Vara Criminal.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Prefeito coloca secretarias em alerta

emanuel pinheiro 400 curtinha   O prefeito Emanuel Pinheiro (foto) colocou em estado de alerta a Defesa Civil e as secretarias municipais de Obras e Serviços Urbanos por causa da chuva torrencial que caiu neste sábado em Cuiabá. Em vários locais, inclusive na região central, como em frente à praça...

Jovem prefeito à reeleição e os Maia

gustavo melo 400 curtinha   Em Alto Araguaia, Gustavo de Melo (foto), o mais jovem dos 141 prefeitos mato-grossenses - completa 36 anos no próximo 26 de junho -, está disposto a buscar a reeleição pelo PSB. Mas carrega forte desgaste. O que traz certo conforto para Gustavo é o fato de Maia Neto, que comandou o...

Suposta delação tira sono de Alencar

alencar soares 400 curtinha   A notícia de que o STJ já teria homolagada delação de Sérgio Ricardo caiu como uma bomba. Mesmo depois do ex-deputado e hoje conselheiro afastado do TCE vir a público desmenti-la, assegurando não ter motivos para fazer tal colaboração premiada, os efeitos...

SD também deseja Taques ao Senado

pedro taques 400 curtinha   Empolgado com resultado de uma pesquisa interna, na qual estaria bem pontuado, aparecendo entre os preferidos ao Senado, mesmo após deixar o cargo de governador bastante desgastado, Pedro Taques (foto) passou a flertar não só com o Cidadania, conduzido no Estado pelo seu ex-secretário Marco...

Presidente do TJ-MT assume Codepre

carlos alberto tj 400 curtinha   O presidente do TJ-MT Carlos Alberto (foto) foi eleito presidente do Colégio de Presidentes dos Tribunais de Justiça (Codepre) do país. O cargo alça o membro de MT à liderança de discussões nacionais importantes. Dentre as atribuições do colégio...

Brecha pra futuro cassado ir à Justiça

kero kero curtinha 400   Wilson Kero-Kero (foto), ex-SD (socialista) que foi para ex-PSL (direita), anunciou ida para Podemos, mas permanecerá no partido direitista, é o relator do processo de cassação do colega Abílio Júnior, na CCJ da Câmara de Cuiabá. Na Comissão de Ética o...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.