Judiciário

Terça-Feira, 12 de Fevereiro de 2019, 12h:34 | Atualizado: 12/02/2019, 17h:12

OPERAÇÃO RÊMORA

Maluf faz solicitação para ser julgado por Câmara com nove desembargadores veja

Gilberto Leite/Rdnews

guilherme maluf_gilberto leite (1).JPG

   Guilherme Maluf nega qualquer participação em esquema já desmantelado pela Rêmora 

A defesa do deputado estadual  Guilherme Maluf (PSDB) entrou com pedido para que denúncia oferecida pelo Ministério Público Estadual (MPE) contra ele na Operação Rêmora seja julgado pela Turma de Câmaras Criminais Reunidas. A denúncia está na pauta da sessão de quinta (15) do Pleno do Tribunal de Justiça (TJ).

O advogado Hélio Nishiyama, que patrocina a defesa do parlamentar, se baseia em uma mudança no Regimento Interno do Tribunal de Justiça. Em 23 janeiro, o presidente do TJ, desembargador Carlos Alberto, publicou emenda ao regimento que tira o foro dos deputados estaduais do Pleno e passa para a Turma de Câmaras Criminais Reunidas em casos de crimes comuns e de responsabilidade.

Além de deputados estaduais, os cargos de vice-governador, membros do Ministério Público Estadual, da Procuradoria-Geral do Estado, da Procuradoria da Assembleia Legislativa, da Defensoria Pública Estadual, o Comandante-Geral da Polícia Militar e o Diretor-Geral da Polícia Civil também passaram a ter foro na Turma de Câmaras Criminais Reunidas.

O desembargador Orlando Perri é o presidente da Turma. Ainda fazem parte os desembargadores Paulo da Cunha, Juvenal Pereira da Silva, Alberto Ferreira de Souza, Marcos Machado, Pedro Sakamoto, Maria Aparecida Ribeiro, Gilberto Giraldelli e Rondon Bassil Dower Filho – este último é o relator da denúncia contra Maluf.

O parlamentar é acusado de ser um dos líderes do esquema montado no início da gestão Pedro Taques (PSDB) para desviar recursos da Secretaria de Estado de Educação (Seduc). O objetivo seria recuperar recursos irregulares investidos em caixa 2 por um grupo de empresários ligados à campanha tucana em 2014.

Para o MPE, que ofereceu a denúncia por meio do Núcleo de Ações de Competência Originária (Naco), Maluf teria liderança similar à do empresário Alan Malouf, condenado na ação que tramitou na 7ª Vara Criminal de Cuiabá. O empresário fechou acordo de colaboração premiada com a Procuradoria-Geral da República (PGR).

  Maluf é acusado de ser beneficiário direto de parcela da propina arrecadada, além de se valer das influências políticas proporcionadas pelo cargo para promover as articulações necessárias para o desenvolvimento dos esquemas criminosos voltados para solicitação e recebimento de propinas. O parlamentar nega qualquer participação no esquema.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Mauro Sergio | Terça-Feira, 12 de Fevereiro de 2019, 17h33
    0
    0

    Mauro Sergio , Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Rodrigo Falantine | Terça-Feira, 12 de Fevereiro de 2019, 13h02
    5
    4

    ..mas a reputação é ilibada né?! Aposto que agora o cidadão vai querer jogar que isso tudo é culpa da sua disputa para o cargo no TCE.

Matéria(s) relacionada(s):

DEM é fraco em Cuiabá há décadas

O DEM dos irmãos Júlio e Jayme Campos e agora do governador Mauro Mendes enfrenta resistência histórica na tricentenária Cuiabá. Fundado em 1985 como PFL, que absorveu dissidentes do velho PDS, o DEM hoje não possui uma cadeira entre as 25 na Câmara Municipal. Aliás, não elege vereador há três legislaturas. A última vez que o partido tentou disputa para prefeito da Capital foi em 2000 e, curiosamente, tendo...

Nininho, falta à sessão e justificativa

O deputado Ondanir Bortolini, o Nininho, contesta informação de que teria "amarelado" ao não comparecer à sessão ordinária da Assembleia, que resultou na aprovação da mensagem do governo sobre reinstituição dos incentivos fiscais, em primeira votação, pelo placar de 15 a 7. Em verdade, o parlamentar do PSD justificou oficialmente sua ausência. Explica que foi internado e, por orientação...

Efetivados irregularmente e recebendo

darci lovato curtinha   Entre os quase 100 servidores da Assembleia que já tiveram estabilidade funcional cassada pela Justiça em 1º grau por alguma irregularidade em documentos, estão ex-secretários municipais, colunista social, ex-policiais, radialista, ex-prefeito, ex-vereador e outros que já tentaram, sem...

Governo quita toda a folha de junho

O governo estadual concluiu nesta sexta (19) o pagamento de junho dos servidores ativos, inativos e aposentados que ganham acima de R$ 7,5 mil. Para essa quitação foram necessários R$ 61,8 milhões. Com isso, liquidou totalmente a folha de junho dos cerca de 100 mil funcionários públicos, que consomem R$ 472,7 milhões. No dia 10 deste mês, o governo pagou a primeira parcela dos salários de junho, depositando até R$ 5,5...

Emedebista pode ser candidato único

leonardo bortolin curtinha   Eleito na suplementar realizada em 2017, Leonardo Bortolin (foto), de Primavera do Leste, é considerado hoje o prefeito emedebista em MT mais bem avaliado. Na convenção do partido nesta quinta no município, lideranças, como o deputado federal Carlos Bezerra e os estaduais Thiago Silva,...

2 "amarelam" e faltam de propósito

nininho curtinhas   Dois deputados não pisaram os pés na sessão desta quinta propositalmente. "Amarelaram". Ao invés de tomarem posição quanto ao projeto de lei complementar do governo que reinstitui os incentivos fiscais, Nininho (foto) e o delegado Claudinei preferiram não comparecer. Assim como os...

ENQUETE

Profissionais da Educação estão em greve há mais de um mês. O que você acha disso?

estão corretos. Devem continuar

discordo. Deveriam voltar às aulas

pra mim, não faz diferença

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.