Judiciário

Terça-Feira, 12 de Fevereiro de 2019, 12h:34 | Atualizado: 12/02/2019, 17h:12

OPERAÇÃO RÊMORA

Maluf faz solicitação para ser julgado por Câmara com nove desembargadores veja

Gilberto Leite/Rdnews

guilherme maluf_gilberto leite (1).JPG

   Guilherme Maluf nega qualquer participação em esquema já desmantelado pela Rêmora 

A defesa do deputado estadual  Guilherme Maluf (PSDB) entrou com pedido para que denúncia oferecida pelo Ministério Público Estadual (MPE) contra ele na Operação Rêmora seja julgado pela Turma de Câmaras Criminais Reunidas. A denúncia está na pauta da sessão de quinta (15) do Pleno do Tribunal de Justiça (TJ).

O advogado Hélio Nishiyama, que patrocina a defesa do parlamentar, se baseia em uma mudança no Regimento Interno do Tribunal de Justiça. Em 23 janeiro, o presidente do TJ, desembargador Carlos Alberto, publicou emenda ao regimento que tira o foro dos deputados estaduais do Pleno e passa para a Turma de Câmaras Criminais Reunidas em casos de crimes comuns e de responsabilidade.

Além de deputados estaduais, os cargos de vice-governador, membros do Ministério Público Estadual, da Procuradoria-Geral do Estado, da Procuradoria da Assembleia Legislativa, da Defensoria Pública Estadual, o Comandante-Geral da Polícia Militar e o Diretor-Geral da Polícia Civil também passaram a ter foro na Turma de Câmaras Criminais Reunidas.

O desembargador Orlando Perri é o presidente da Turma. Ainda fazem parte os desembargadores Paulo da Cunha, Juvenal Pereira da Silva, Alberto Ferreira de Souza, Marcos Machado, Pedro Sakamoto, Maria Aparecida Ribeiro, Gilberto Giraldelli e Rondon Bassil Dower Filho – este último é o relator da denúncia contra Maluf.

O parlamentar é acusado de ser um dos líderes do esquema montado no início da gestão Pedro Taques (PSDB) para desviar recursos da Secretaria de Estado de Educação (Seduc). O objetivo seria recuperar recursos irregulares investidos em caixa 2 por um grupo de empresários ligados à campanha tucana em 2014.

Para o MPE, que ofereceu a denúncia por meio do Núcleo de Ações de Competência Originária (Naco), Maluf teria liderança similar à do empresário Alan Malouf, condenado na ação que tramitou na 7ª Vara Criminal de Cuiabá. O empresário fechou acordo de colaboração premiada com a Procuradoria-Geral da República (PGR).

  Maluf é acusado de ser beneficiário direto de parcela da propina arrecadada, além de se valer das influências políticas proporcionadas pelo cargo para promover as articulações necessárias para o desenvolvimento dos esquemas criminosos voltados para solicitação e recebimento de propinas. O parlamentar nega qualquer participação no esquema.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Mauro Sergio | Terça-Feira, 12 de Fevereiro de 2019, 17h33
    0
    0

    Mauro Sergio , Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Rodrigo Falantine | Terça-Feira, 12 de Fevereiro de 2019, 13h02
    5
    4

    ..mas a reputação é ilibada né?! Aposto que agora o cidadão vai querer jogar que isso tudo é culpa da sua disputa para o cargo no TCE.

Matéria(s) relacionada(s):

Ulysses, ideologia e clima amistoso

Ulysses Moraes curtinha   Entre os 14 deputados novatos, Ulysses Moraes (foto), do DC, é quem assumiu cadeira na Assembleia fazendo o maior barulho. Polêmico líder do MBL em Mato Grosso, ganhou fama devido aos vídeos no Youtube, em que faz críticas ao petismo e a corrupção no Estado. Antes mesmo de...

Max ou Maluf será conselheiro do TCE

max russi curtinha   Até 5ª (21) a Assembleia deve aprovar tanto no colégio de líderes quanto em plenário o nome de Max (foto) ou de Maluf para o cargo vitalício do TCE. Curiosamente, os dois estão nivelados em termos de “problemas”. Maluf se tornou réu. Max responde também a...

Guiratinga dá R$ 900 pra paciente SUS

humberto domingues bolinha curtinha guiratinga   Em Guiratinga, o prefeito Humberto Domingues Ferreira, o Bolinha (foto), do PSDB, transformou em lei uma medida considerada rara no Estado, garantindo auxílio de R$ 900 reais a cada paciente do SUS que necessite se deslocar a outra cidade para fins de tratamento médico. Essa...

O retorno e como apresentador de TV

eder moraes curtinha   E ele ressurge depois de ir do céu ao inferno. Eder Moraes, que foi supersecretário dos governos Blairo e Silval, se envolveu em escândalos, ficou preso por alguns meses e carrega condenações, processos e ações sobre os ombros, volta ao noticiário, agora como apresentador...

Condenada por fraudes na equipe de JC

chica nunes curtinha   Jayme Campos (DEM), de volta à cadeira de senador para mais oito anos de mandato, emprega no gabinete não apenas Baiano Filho, que foi vereador por Sinop e deputado estadual. Na lista de 22 nomeados nos últimos 15 dias está outra pessoa que passou pelos mesmos cargos, a ex-deputada e...

Reação do agro por causa da taxação

mauro mendes curtinha   Em solo onde brotam culturas que sustentam Sorriso no ranking de capital nacional do agronegócio e dentro de um círculo tomado por um grupo de produtores rurais, o governador Mauro Mendes (foto), que teve a coragem de taxar o agronegócio, não poderia encontrar um ambiente favorável. Ali, ao...

Selma usa Dilma para ficar no Senado

selma arruda curtinha   Na tentativa de escapar de uma cassação pela Justiça Eleitoral, a senadora Selma Arruda (PSL) invocou, quem diria, a ex-presidente Dilma Rousseff (PT). Conhecida por bradar contra o Partido dos Trabalhadores, a senadora traz em suas alegações finais a decisão do TSE que inocentou a...

Deputado presta homenagem a pastor

thiago silva curtinha   Da tribuna da AL, em sessão na quinta, o deputado estreante Thiago Silva (foto) prestou homenagem ao pastor da Assembleia de Deus, Rubens Siro de Souza, que faz aniversário neste sábado (16). Membro da mesma Igreja, Thiago rasgou elogios a Rubens, vice-presidente da Convenção dos Ministros...

Janaina confirma bloco dos 10 na AL

A deputada Janaina Riva (MDB) confirma a construção de um bloco formado por 10 parlamentares. Ela pondera que Ullysses e Xuxu foram convidados, mas que não integram o grupo. Garante que a ideia é atuar na defesa dos direitos dos servidores e que, por enquanto, pautas como as eleições de 2022 ou a presidência da AL em 2020 ainda não são tema de discussão. Sobre o TCE, confirma que o bloco pretende votar unido em um candidato. A...

MAIS LIDAS