Judiciário

Sábado, 09 de Novembro de 2019, 14h:14 | Atualizado: 10/11/2019, 07h:49

Radicalismo

Ministro critica excessiva interferência judicial: vamos deixar os políticos falarem

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes, que votou contra o início do cumprimento da pena da em segunda instância, decisão que resultou na libertação do ex-presidente Lula (PT) nesta sexta (8), defendeu o restabelecimento do diálogo para resolução dos problemas políticos do país, sem necessidade de judicialização. Além disso, afirmou que os saudosistas da ditadura desconhecem as mazelas que o Brasil enfrentou nos 21 anos que foi governado pelos militares.  

“Vamos deixar os políticos falarem. Não vamos mais  ter intervenção excessiva de juízes, promotores e delegados. A democracia representativa se faz com políticos. É importante restabelecer o diálogo. A adversariedade é normal no processo, mas não a inimizade. Ninguém tem que querer matar seu adversário ou eliminar seu adversário  usando a Justiça para isso”, declarou Gilmar Mendes, durante visita ao novo Hospital e Pronto Socorro (HMC) de Cuiabá, nessa sexta (8).

Assessoria

Gilmar Mendes e Emanuel Pinheiro HMC

Em visita ao HMC, ministro Gilmar Mendes diz que "ninguém tem que querer matar seu adversário ou eliminar seu adversário  usando a Justiça para isso"

Para o ministro do STF, boa parte da polarização extrema se deve aos excessos da imprensa. Mesmo não citando casos concretos, deu a entender que o ex-presidente Lula foi perseguido pela operação Lava Jato com intervenção do hoje ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro.

“Todos nós, de alguma forma, deixamos isso acontecer. Eu deploro a situação que chegou ao país em termos de radicalismo, de polarização, mas digo que  isso é obra da imprensa que demonizou uma parte e estimulou essa prática. É o momento de fazer autocrítica. Olhando a repercussão da decisão de ontem (quinta), talvez por excesso de otimismo, eu já percebo que a imprensa está fazendo sua parte neste sentido”, completou.

Gilmar também lamentou que existam jovens, apoiadores do presidente da República Jair Bolsonaro (PSL), que se declaram saudosistas da ditadura. Ressaltando seu profundo respeito pelas Forças Armadas, afirma que é necessário reconhecer o que classificou de “excessos do período”.

“Estamos vivendo 31 anos de democracia no Brasil, com os percalços que temos aqui e acolá. Se um filho nosso desaparece, pode ser um acidente, mas não estará preso por subversão. Fui aluno da UNB de 1975 a 1978. Alguns colegas foram presos e ficaram incomunicáveis por 30 dias. Quando vejo jovens dizendo saudades da ditadura, eu digo: pai, eles não sabem o que fazem e não sabem o que falam. Quando dizem não havia corrupção, eu digo:  não havia é imprensa livre. Com todo respeito que temos pelos militares,  não podemos omitir que houve abusos. Se temos problemas na democracia, vamos trabalhar para aperfeiçoá-la”, concluiu.   

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • andreia | Segunda-Feira, 11 de Novembro de 2019, 13h46
    0
    0

    O cidadão que elogiar esse tal ai, no minimo ta sem memoria!

  • jj | Segunda-Feira, 11 de Novembro de 2019, 13h45
    0
    0

    pelo amor de Deus, Gilmar Mendes é uma des honra para nosso Pais

  • José Carlos dos Santos | Sábado, 09 de Novembro de 2019, 23h49
    1
    22

    Tenho apreço pelo Ministro Gilmar Mendes, está a altura do cargo que exerce so STF.

  • Juca lemos | Sábado, 09 de Novembro de 2019, 18h07
    3
    22

    Concordo com as palavras so ministro.Parabens Gilmar Mendes pela reflexao

  • JORGE LUIZ | Sábado, 09 de Novembro de 2019, 15h24
    3
    1

    JORGE LUIZ , Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

Matéria(s) relacionada(s):

Beto decide em maio quem vai apoiar

beto farias 400 curtinha   O prefeito barra-garcense e empresário Beto Farias (foto), que conclui neste ano o segundo mandato consecutivo, não sabe ainda quem apoiar à sucessão municipal. E só tomará uma decisão em maio, já faltando dois meses para as convenções. Até...

Lucas impõe regras pra cortar energia

luiz binotti 400 curtinha   Em Lucas do Rio Verde, a Energisa está proibida de interromper o fornecimento de energia elétrica, mesmo por inadimplência, sem informar ao consumidor, por escrito e com antecedência de 15 dias, sobre a suspensão dos serviços. O projeto aprovado pelos vereadores se transformou na...

Cidinho declina do convite à suplência

cidinho 400 curtinha   O ex-senador e empresário Cidinho Santos (foto), do PL, declinou do convite para compor uma das suplências da chapa ao Senado de Otaviano Pivetta (PDT). Em princípio, ele havia aceitado ser o primeiro-suplente. Mas questões empresariais não permitem que neste ano Cidinho concorra a cargo...

Conselhos, o populismo e a reeleição

ze do patio 400 curtinha   Em Rondonópolis, o prefeito Zé do Pátio (foto), bastante conhecido pelo perfil populista, busca se apegar cada vez mais às massas. Até para inaugurar um posto de saúde, Pátio, estrategicamente, aproveita para criar, ali na comunidade, os chamados conselhos. Busca debater...

Educação Inclusiva no Nilo Póvoas

marioneide 400 curtinha   A Seduc, sob Marioneide Kliemaschewsk (foto), decidiu desativar a tradicional escola estadual Nilo Póvoas, que funcionava há 50 anos no bairro Bandeirantes, em Cuiabá, o que acabou gerando protesto de pais e alunos. O prédio agora vai abrigar o Centro de Referência em...

Partidos com 2 ou mais pré ao Senado

margareth buzetti 400 curtinha   Dirigentes partidários estão passando apurado, nesta fase de pré-campanha, para conduzir o processo de escolha de candidatura ao Senado para a vaga de Selma Arruda, cassada por crimes eleitorais. Mesmo sabendo que as chances são remotíssimas de êxito nas urnas, alguns...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O governador Mauro Mendes acaba de encerrar o 1º dos quatro anos de mandato. Na sua opinião, como está indo a administração?

ótima

boa

regular

ruim

péssima

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.