Judiciário

Segunda-Feira, 08 de Março de 2021, 18h:55 | Atualizado: 09/03/2021, 08h:28

CUIABÁ

MP arquiva denúncia sobre contratação de TV e ex-secretário vai processar Wellaton

Reprodução

Alex Vieira Passos, ex-secret�rio de Educa��o de Cuiab�

Ex-secretário municipal de Educação, Alex Vieira Passos (PTB), alega que contratação de TV para aulas à distância foi uma inovação da Capital na pandemia

O ex-secretário municipal de Educação, Alex Vieira Passos (PTB), anunciou que vai processar  o  ex-vereador   Felipe  Wellaton (Cidadania), autor da denúncia ao Ministério Público Estadual (MPE) sobre de irregularidades na contratação da Fundação Altamiro Galindo – TV Mais News, no valor de R$ 539 mil, para transmissão de aulas para alunos da rede municipal de ensino no início da pandemia de Covid-19.

A denúncia acaba de ser arquivada pelo MPE por "total inconsistência". O contrato foi firmado  por meio de dispensa de licitação. O Ministério Público reconheceu que os preços contratados pela Secretaria Municipal de Educação estão de acordo com os padrões de mercado.

A TV contratada à época pertence ao ex-prefeito de Cuiabá, Francisco Galindo e tem como sócio o irmão do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), o empresário Marco Polo Pinheiro, o Popó. Ambos são filiados ao mesmo partido, o PTB.

Além de Wellaton, o ex-vereador Abílio Júnior (Podemos) e o vereador reeleito Diego Guimarães (Cidadania), que ajudaram a alardear a denúncia, também devem ser processados. Segundo Alex Vieira Passos, a investigação do MPE impediu a transmissão das aulas por TV aberta e prejudicou milhares de crianças cuiabanas.

Os nobres vereadores que fizeram a representação, encabeçada pelo vereador Wellaton com mais dois da oposição, que apontaram  fraude e até formação de quadrilha

Ex-secretário de Educação de Cuiabá, Alex Vieira

“Nos tivemos mais de sete representações desses vereadores arquivadas, mas essa foi a mais lesiva. Estávamos no início da pandemia e inovamos. Fomos a primeira cidade do país lançar educação à distância via TV aberta, não dependendo da internet, com aproveitamento de 74%. Os nobres vereadores que fizeram a representação, encabeçada pelo vereador Wellaton com mais dois da oposição, que apontaram  fraude e até formação de quadrilha, o MPE investigou durante um ano e arquivou. Os vereadores fizeram politicalha e conseguiram suspender. O MPE e TCE fizeram investigação e nada apuraram. O valor era 40% dos valores orçados pelos promotores”, desabafou o ex-secretário.   

Na denúncia, Wellaton apontou que  TV Mais não possui bom sinal de transmissão, tampouco audiência relevante que justifique o valor contratado.

  Também afirmou que existe a suspeita de “acordo prévio”, já que Galindo e o secretário pertencem ao PTB, “causando estranheza a contratação de quantia elevada, com dispensa de licitação em ano eleitoral, envolvendo dois filiados de uma mesma sigla”.

Na denúncia, Wellaton apontou ainda a ausência de ampla pesquisa de preços, exorbitante valor do contrato e indício de planejamento meramente formal da contratação, ocasionando a restrição de competitividade.

 “Em que pese o estado de calamidade pública permita a aquisição de serviços por dispensa de licitação, a administração pública deve zelar pela probidade de seus atos, ao qual se requer minimamente uma pesquisa de preços com empresas que possam implantar com melhor qualidade de sinal e de audiência o serviço contratado”, justificou o vereador à época.

Um ano de investigação

No entanto, após as investigações que incluíram até perícia em documentos, o MPE reconheceu que os preços contratados pela  Secretaria Municipal de Educação estão de acordo com os padrões de mercado. Além disso, concluiu  que o sinal da TV atinge não só Cuiabá, mas as cidade do entorno. Decisão semelhante já havia sido tomada pelo TCE.

"À luz desses acontecimentos, conclui-se que a contratação realizada pela Secretaria Municipal de Educação de Cuiabá da Fundação Altamiro Galindo atendeu às exigências das Leis nº 8.666/1993... de maneira que o interesse o público e a integridade do erário foram preservados, inexistindo indícios da prática de atos de improbidade administrativa e dano ao erário decorrentes de comportamento doloso ou culposo por parte dos gestores da Secretaria Municipal de Educação de Cuiabá. Nesse contexto, ao meu ver, inexistem razões para o prosseguimento deste procedimento investigatório”, diz o despacho do promotor Célio Fúrio.  

Veja decisão

PageFlips: Arquivamento denúncia - Secretaria Municipal

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Sicredi recua de comprar praça pública

enilson rios 400 prefeito araputanga   A diretoria do Sicredi nem esperou ser votado na Câmara Municipal o polêmico projeto sobre negociação de uma praça pública no centro de Araputanga para cancelar o negócio. A cooperativa havia "amarrado" entendimento com o prefeito Enilson de Araújo...

Sessão, voto e namoro com cantora

ulysses moraes 400   Na sessão virtual da Assembleia desta segunda, o deputado Ulysses Moraes (foto), do PSL, estava demorando para computar o voto na apreciação de um veto do governador. O presidente Max Russi (PSB), então, cobrou agilidade do colega e brincou, dizendo que agora ele só tem olhos para a Maraisa....

Misal é reeleito para o 10º mandato

misael galv�o 400 curtinha   Após dois anos fora do comando do Shopping Popular, período em que respondeu pela presidência da Câmara da Capital, o ex-vereador Misael Galvão (foto) voltou à direção do empreendimento, que abriga 500 lojas. E, sob forte...

Oscarlino, Pros e "nocaute" em Gisela

oscarlino 400   Na queda-de-braço dentro do Pros por espaço político, o ex-sindicalista Oscarlino Alves (foto) nocauteou a ex-superintendente do Procon-MT, Gisela Simona. Ele foi um dos filiados que não aceitaram apoio a Abílio na disputa de segundo turno para prefeito de Cuiabá, se aliou ao projeto de...

Promotor recebe medalha do Exército

Mauro Zaque curtinha   O promotor de Justiça Mauro Zaque (foto) foi condecorado com a medalha do Exército Brasileiro na manhã desta segunda (19), no dia da instituição. A solenidade é considerada a segunda maior do Exército Brasileiro, foi reservada por conta da pandemia e contou com a...

Sema reabre os parques em Cuiabá

mauren lazzaretti sema 400   Fechados desde 1º de abril, em obediência às regras de decreto municipal, que suspendiam as atividades coletivas, os parques estaduais urbanos de Cuiabá reabrem nesta segunda (19) para utilização pelo público. Será possível acessar as tradicionais trilhas...