Judiciário

Quarta-Feira, 11 de Dezembro de 2019, 16h:13 | Atualizado: 11/12/2019, 18h:52

mandato em jogo

MP Eleitoral quer incluir novas provas contra Neri por suposto abuso econômico

Atualizada às 18h45

Rodinei crescêncio

Deputado federal Neri Geller

Deputado federal Neri Geller, que enfrenta ação ação que investiga suposto abuso de poder econômico nas eleições

O Ministério Público Eleitoral (MP Eleitoral) apresentou novos documentos e insistiu no afastamento do sigilo bancário do filho do deputado federal Neri Geller (PP), Marcelo Piccini Geller, em ação que investiga suposto abuso de poder econômico nas eleições de 2018.

As novas provas foram obtidas na ação ajuizada contra Neri, que doou R$ 1,3 milhão a 12 candidatos a deputado estadual e a outras coligações nos pólos regionais.

A Corregedoria Regional Eleitoral do Estado inicialmente afastou o sigilo bancário das contas do parlamentar, mas, no decorrer do processo, informações do Coaf e de instituições bancárias indicaram que o filho de Neri seria a verdadeira fonte das doações feitas em campanha.

“Verificou-se uma intensa movimentação financeira na contra bancária de Marcelo, cujo somatório entre receita bruta e rendimentos declarados em seu imposto de renda está muito abaixo da movimentação financeira apurada pelo Coaf”, informou o MP Eleitoral, em nota.

O órgão disse ainda que é necessário zelar pela transparência e lisura no financiamento de campanhas eleitorais. “Por isso, faz-se necessário o aprofundamento da investigação financeira relativa a Marcelo Piccini Geller, pois, só assim, poderá ser descartada a hipótese que os recursos tenham origem em fonte vedada, como, por exemplo, por pessoas jurídicas”, continua a nota.

O MP Eleitoral infirmou que aguarda a decisão da Corregedoria Regional Eleitoral na ação de investigação judicial eleitoral. Se julgada pelo pleno do TRE-MT, Geller poderá ter o mandato cassado e os direitos políticos suspensos por até oito anos.

Às 18h45 - Defesa de Neri garante legalidade

Por meio de nota, a assessoria jurídica do deputado reforçou, mais uma vez, que as doações realizadas pela pessoa física do candidato estão totalmente dentro da legalidade. Sobre a quebra do sigilo bancário e fiscal do filho de Neri, afirma que trata-se de pedido que excede absurdamente o limite do razoável, "tendo sido inclusive indeferido tal pedido em outra oportunidade".

"O que se vê nessa atitude do Procurador Eleitoral, é nada mais nada menos do que a costumeira prática de excessos, a completo despeito do que diz a lei, com o único intuito de gerar fatos midiáticos e descabidos de verdade legal".

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Jayme afirma ter 4 opções para VG

jayme campos 400 curtinha   Em meio ao debate otimista sobre pré-candidaturas do DEM nas cidades pólos, em reunião nesta segunda, no Palácio Paiaguás, Jayme Campos (foto) comentou que, em Várzea Grande, onde sua esposa Lucimar está concluindo o segundo mandato, há quatro nomes sob...

DEM agora tem 5 querendo prefeitura

fabio garcia 400 curtinha   Com o peso de quem comanda hoje em Mato Grosso os dois Poderes políticos, o Executivo e o Legislativo, com Mauro e Botelho, respectivamente, o DEM aposta na conquista não só da Prefeitura da Capital, mas também das outras nove maiores. Dirigentes do partido fizeram espécie de...

Presidente ora por harmonia no TCE

maluf 400 curtinha   Num Tribunal de Contas sob tensão, nada mais aconselhável do que um culto ecumênico para servidores e conselheiros, com participação de padre e pastor, em defesa da harmonia, união e amor no ambiente de trabalho. A ideia partiu do novo presidente Guilherme Maluf (foto), que reuniu...

PDT quer França, mas não pra suplente

allan kardec 400   Embora o deputado e secretário de Cultura do Estado, Allan Kardec (foto), presidente regional do PDT, tenha flertado com Roberto França, tentando atraí-lo para o partido e com expectativa de candidatura, não há nenhum convite para este ser um dos suplentes ao Senado na chapa de Pivetta. A ideia...

Uma candidatura jovem na chapa

otaviano pivetta 400 curtinha   Otaviano Pivetta (foto) assegurou neste domingo que não definiu ainda os dois suplentes de sua futura chapa ao Senado. Sobre Sachetti, observou que trata-se de um parceiro e amigo e que está pronto para ajudar no projeto, sem fazer imposição para assumir suplência, assim como o...

Rei da soja incentiva Fávaro ao Senado

erai maggi 400 curtinha   O ex-vice-governador Carlos Fávaro não mantém o silêncio à toa. Embora tenha sido o terceiro mais votado em 2018 - por pouco não fica com a vaga ocupada hoje pelo senador Jayme Campos -, Fávaro está enfrentando uma série de dificuldades para se viabilizar de...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Sobre a senadora Selma Arruda, que teve mandato cassado por caixa 2 e abuso de poder econômico, você acha que ela foi...

ingênua

corrupta

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.