Judiciário

Segunda-Feira, 26 de Outubro de 2020, 11h:36 | Atualizado: 27/10/2020, 11h:12

CAMPANHA DE 2010

MP investiga caixa 2 de Rabello, Maksuês e mais 3 citados em delação premiada

O Ministério Público Estadual (MPE) abriu inquéritos para investigar possível caixa 2 nas campanhas de candidatos a deputado estadual em 2010, entre os quais estão os ex-vereadores e ex-deputados Walter Rabello (falecido) e Maksuês Leite. A corrupção eleitoral foi delatada pelo ex-presidente da Assembleia José Riva em acordo de colaboração premiada assinado com o MPE.

Gilberto Leite

maksues_capa_oitiva.jpg

O ex-vereador e ex-deputado Maksuês Leite foi delatado por José Riva ao Ministério Público

O dinheiro investido nas campanhas e não declarado, de acordo com Riva, teria vindo de desvios dos cofres públicos. Os pagamentos serviriam para que os candidatos apoiassem a candidatura do grupo político ao Governo do Estado naquele ano, que acabou sendo a de Silval Barbosa. Os inquéritos foram instaurados pelo promotor de Justiça Arnaldo Justino da Silva em 19 de outubro.

Riva afirma que ele e o ex-deputado federal Pedro Henry, líderes do PP à época, teriam solicitado ao ex-governador uma “ajuda” para as campanhas de todos os candidatos a deputados federais e estaduais da sigla. Além de Maksuês e Rabello, também são investigados Juarez Fiel Alves, Elder de Medeiros Rodrigues e Airton Luiz Franchini.

No total, o caixa 2 teria sido de R$ 7 milhões. Riva diz que 55%, ou R$ 3,8 milhões, foram para campanhas de oito candidatos a federal naquele ano e o restante, R$ 3,1 milhões, teria sido dividido entre 23 candidatos a deputado estadual do PP.

“O fato, em tese, tipifica a prática de ato de improbidade administrativa previstos nos artigos 9º (que gera enriquecimento ilícito), 10 (que causa dano ao erário) e 11 (que violam os princípios da administração pública, como legalidade, pessoalidade e moralidade), sujeito às sanções previstas no art. 12, I, II e III, todos da Lei 8.492/92, mormente a “sanção” de ressarcimento ao erário, que é imprescritível”, anotou o promotor.

 

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Antonieta | Segunda-Feira, 26 de Outubro de 2020, 15h18
    0
    0

    Antonieta, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • marcia | Segunda-Feira, 26 de Outubro de 2020, 15h16
    1
    0

    vinte anos depois?

Candidato irritado chama EP de traste

abilio junior 400 curtinha   Abílio Júnior (foto), candidato do Podemos ao Palácio Alencastro, tem se mostrado mais irritado depois do debate promovido pela Fecomércio, na quarta à noite, quando, em vários momentos, se viu questionado e desqualificado pelo prefeito e candidato à...

Prefeito reeleito sob investigações

ze do patio 400 curtinha   A situação jurídica do prefeito populista e desgastado Zé do Pátio (foto), que acaba de ser reeleito para o terceiro mandato em Rondonópolis, sendo o segundo consecutivo, não é das melhores. Contra sua gestão tem pipocado denúncias sobre...

Prefeitos revoltados com Neurilan

neurilan fraga 400 curtinha   Vários prefeitos, especialmente os recém-eleitos, se mostram revoltados com novas manobras promovidas no estatuto da AMM pelo seu "eterno" presidente Neurilan Fraga (foto), que tenta, de todas as formas, se auto-beneficiar na eleição que deveria ocorrer em janeiro, mas que foi antecipada...

Candidato a reitor e 2 apoios fortes

dimorvan rui 400   O candidato de oposição a reitor do IFMT, Deiver Teixeira, recebeu dois apoios importantes. As manifestações de adesão à candidatura vieram dos professores Ruy Oliveira e Dimorvan Brescancim. Ruy foi candidato a reitor nos últimos dois pleitos e é um pesquisador...

Abílio e Medeiros rejeitam Fernanda

coronel fernanda 400 curtinha   Abílio Júnior e o deputado José Medeiros, presidente do Pode-MT e que foi derrotado para senador, querem distância da coronel Rubia Fernanda (foto) da campanha neste segundo turno em Cuiabá. Nos bastidores, comentam que não precisam da militar filiada ao Patriota e que ficou...

Com maioria na Câmara de Cáceres

eliene liberato 400 curtinha   A prefeita eleita de Cáceres Eliene Liberato (foto), que conquistou 15.881 votos (38,16% dos válidos), terá apoio da maioria dos 15 vereadores. Destes, oito garantiram cadeira pela coligação da própria Eliene, o que representa 53%. As duas maiores bancadas são do PSB de...