Judiciário

Terça-Feira, 07 de Julho de 2020, 11h:57 | Atualizado: 07/07/2020, 19h:19

DEMANDA POR CONCURSADOS

MPE abre inquérito contra secretário por contratos temporários na Segurança

O Ministério Público do Estado vai investigar se o secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, estaria promovendo contratações temporárias no Sistema Socioeducativo da SESP ao invés de convocar os candidatos aprovados em concurso público. O promotor de Justiça Célio Fúrio instaurou inquérito civil para apurar possíveis atos de improbidade de Bustamante.

Rodinei Crescêncio

alexandre bustamante

O secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, é alvo de inquérito

Aguardam serem chamados os aprovados no concurso de 2019, que destinava 31 vagas para agentes do sistema socioeducativo (nível médio) e agente de segurança socioeducativo (nível superior).

O secretário terá que prestar informações sobre a homologação do Concurso Público (Edital 01/2018/SEJUDH), em abril desse ano. Estavam previstas vagas para cadastro de reserva e não ocorreu a nomeação dos candidatos classificados.

Mas a Sesp teria informado a necessidade de contratações temporárias de 59 profissionais no Sistema Socioeducativo, sendo 26 agentes de segurança em Lucas do Rio Verde-MT (CASE) e 30 agentes de segurança, 2 enfermeiros e 1 técnico de saúde bucal, em Cuiabá (CASE). As contratações foram por meio do edital nº 002202-014/2020.

Em entrevista ao , na semana passada, Bustamante disse que os 31 aprovados no concurso de 2019, homologado em 2020, para o sistema socioeducativo não devem ser chamados neste ano e considera que “não é o momento de nomear”.

Justificou que “o Estado vai fazer estudo, está sendo feito um planejamento” e não queria fazer promessas. Ele ainda foi cobrado pelos deputados da Assembleia em junho, quando convocado para dar esclarecimentos sobre a atuação da segurança.

Na ocasião, afirmou que o Estado vai realocar recursos para chamar os concursados e pediu apoio dos parlamentares na análise do orçamento para 2021. O teto de gastos da Sesp é R$ 3,2 milhões, superior ao do ano anterior, quando o teto chegou a R$ 3,1 milhões, pois estaria levando em consideração a soma dos orçamentos da nova estrutura da Sesp.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Prefeito de Sapezal e aditivo com 15%

valdecir casagrande 400 curtinha sapezal prefeito   O prefeito de Sapezal, Valcir Casagrande (foto), autorizou o quarto aditivo de um contrato sem licitação, firmado em 2019 entre o município e a Casa de Saúde Santa Marcelina. Chamam atenção o valor e o aumento. A continuidade do atendimento aos...

Partidos acirram disputa a vice de Léo

leonardo 400 curtinha   Em Primavera do Leste, o prefeito emedebista Léo Bortolin (foto), um dos mais bem avaliados gestores mato-grossenses, convive com uma disputa acirrada de pretendentes ao cargo de vice-prefeito de sua chapa. A corrida por novo mandato está tão confortável que Léo praticamente não tem...

MDB e PRB devem se juntar em ROO

luizao 400 curtinha   Ao menos dois blocos de oposição em Rondonópolis estão levando a sério a observação do ex-governador e ex-senador Blairo Maggi, para quem Zé do Pátio ganharia a reeleição numa boa se o município tiver várias candidaturas. Ou seja, quanto...

Parlamentares numa disputa cômoda

thiago silva 400 curtinha   Parlamentares que estão se aventurando na disputa a prefeito nada têm a perder. Não precisam nem se afastar dos mandatos para concorrer ao pleito. Em caso de derrota nas urnas de novembro, continuam com suas cadeiras garantidas até 2022 (situação de estadual e federal) e...

Sob recall e apoiamento de Bolsonaro

roberto franca 400 curtinha   Mesmo isolado e sem grupo político da época em que foi prefeito por duas vezes, Roberto França (foto), filiado ao nanico Patriota, não desiste da pré-candidatura em Cuiabá. E há um motivo forte que o deixa empolgado. Seu nome vem se consolidando como o segundo nas...

Prejuízos para Acorizal de R$ 753 mil

clodoaldo monteiro 400 curtinha acorizal   O conselheiro interino Moisés Maciel concedeu medida cautelar proposta pela secretaria de Controle Externo de Contratações Públicas do TCE, suspendendo de imediato um termo de parceria, em vigor desde 2017, entre a prefeitura de Acorizal e a Oscip Iso Brasil. Foi descoberto...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT estuda retomada das atividades escolares presenciais possivelmente em agosto ou setembro. O que você acha?

Estou de acordo

Não - aulas não podem voltar por agora

tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.