Judiciário

Quinta-Feira, 06 de Dezembro de 2018, 15h:40 | Atualizado: 06/12/2018, 15h:45

Delação de Silval

MPE arquiva inquérito que investigava a venda de fazenda para Antonio Joaquim

Rodinei Crescêncio

Antonio Joaquim

Antonio Joaquim foi inocentado pelo MPE após investigação sobre negócio com empresário

O Ministério Público Estadual (MPE) arquivou o inquérito que apurava uma suposta irregularidade na venda de uma propriedade rural pertencente ao conselheiro afastado do Tribunal de Contas do Estado   (TCE), Antônio Joaquim, para a empresa Trimec – Construções e Terraplanagem Ltda, cuja negociação teria possível envolvimento do ex-governador Silval Barbosa.

O promotor de Justiça e coordenador do  Núcleo de Ações de Competência Originárias (Naco Civil), Clóvis de Almeida Júnior, responsável pelo inquérito apontou que “após os esclarecimentos prestados e provas juntadas, não subsistem elementos suficientemente relevantes que justifiquem a continuidade da investigação ou a propositura de medida judicial pertinente”.

Na apuração do caso pelo MPE, foi requisitada uma ampla documentação como contratos sociais, certidões de matrícula e contratos de compra e venda junto aos órgãos competentes, além de requeridas informações a  Delegacia Fazendária da Polícia Civil (Defaz) e a Delegacia da Receita Federal em Mato Grosso.

Também foram ouvidos o próprio Silval  e o comprador da propriedade, Wanderley Facchetti Torres, proprietário da Trimec. Em seu depoimento, o ex-governador  declarou que “a aquisição da área não tem relação nenhuma com o preenchimento da vaga do conselheiro Antonio Joaquim no TCE”.

Já Wanderley Facchetti Torres isentou o conselheiro Antonio Joaquim de qualquer participação em irregularidades na compra da fazenda “Rancho T PO, localizada em Nossa Senhora do Livramento. O empresário declarou ao Ministério Público que nunca falou para o conselheiro afastado  sobre o envolvimento do ex-governador na aquisição da área, e que “o conselheiro não tinha a menor ideia de onde vinha os recursos para a compra e não tinha nem como saber”.

Diante dos esclarecimentos prestados e das provas juntadas, o promotor Clóvis de Almeida Junior conclui que “foram esgotadas as possibilidades de investigação do assunto”. Também aponta que “o fato narrado não configura lesão ou ameaça de lesão aos interesses ou direitos tutelados pelo Ministério Público, haja vista que a aquisição do imóvel em 2012 ocorreu com fim meramente econômico, não restando caracterizada a transação para assegurar vaga do conselheiro Antonio Joaquim no TCE-MT, empossado desde 07 de abril de 2000”.

Agora vamos protocolar neste processo que tramita em Brasília esta manifestação do Ministério Público e, assim, requerer novamente o direito de retornar à função

Antonio Joaquim

Para Antonio Joaquim, a decisão de arquivamento do Ministério Público é a comprovação de que não houve irregularidades na transação. “Sempre ratifiquei isso durante toda a investigação e mais uma vez comprova o excesso do então procurador geral da República , Rodrigo Janot, em pedir o nosso afastamento do Tribunal de Contas. Agora vamos protocolar neste processo que tramita em Brasília esta manifestação do Ministério Público e, assim, requerer novamente o direito de retornar à função”, apontou.

Denúncia

A denúncia da suposta irregularidade partiu Silval na delação premiada, que possibilitou sua liberdade depois de mais de dois anos preso, firmada com a Procuradoria Geral da República (PGR) e homologada no em agosto de 2017 pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF).

De acordo com Silval, Antonio Joaquim teria participado de um esquema de lavagem de dinheiro na compra e venda da fazenda. O caso foi investigado pela Operação Malebolge da Polícia Federal que também afastou os conselheiros Sérgio Ricardo, Valter Albano, Waldir Teis e José Carlos Novelli. (Com Assessoria)

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Famílias e resgate da Praça Alencastro

emanuel praca curtinha   A praça Alencastro, em frente à prefeitura, no centro de Cuiabá, voltou a ser frequentada, de forma tranquila e segura, pelas famílias, algo até então inimaginável, principalmente à noite, porque ali estava tomado por pessoas suspeitas, inclusive de tráfico de...

Silval pagou dezembro; e Taques, não

pedro taques curtinhas   Por incrível que pareça, Pedro Taques (foto), que passou o tumultuado mandato de quatro anos olhando para o retrovisor, carimbando Silval Barbosa (foto) de quadrilheiro, corrupto e de incompetente, vai fechar o mandato, no próximo dia 31, sem pagar a folha de dezembro, ou seja, empurrando-a para o...

2 na briga para cuidar do caixa da AL

guilherme maluf curtinha   Sob articulação do pai, ex-deputado José Riva, a deputada reeleita Janaína segue articulando duro nos bastidores para compor chapa como primeira-secretária. Na prática, por mais que encontre certas resistências de alguns dos colegas votantes, ela quer ser ordenadora de...

MDB aponta o des(acordo) com Mauro

carlos bezerra curtinha   O MDB conduzido por Carlos Bezerra insiste na tese de que Mauro Mendes está descumprindo acordo de campanha. Para atrair o partido ao palanque, Mauro se comprometeu a, se eleito, oferecer duas secretarias de ponta à legenda. Agora, em reunião com o dirigente emedebista, o governador eleito sugeriu as...

Selma prevarica sobre tais extorsões

selma arruda curtinha   A juíza aposentada Selma Arruda, senadora eleita pelo PSL, arrumou mais uma confusão. Acuada por estar sendo investigada por abuso de poder econômico e sob risco de ser cassada, ela disparou sua metralhadora verbal contra membros do TRE-MT. Sem citar nome, afirmou que sofreu três tentativas de...

Derrota, acordo e permanência na AL

romualdo junior   Romoaldo Júnior (foto) está rindo à toa. Após derrota à reeleição, viu nas negociações políticas a chance de continuar legislando na Assembleia. E, pelo visto, conseguiu. O governador eleito Mauro convidou o deputado reeleito Allan Kardec (PDT) para assumir a...

Misael priorizará concurso na Câmara

misael galvao curtinha   Misael Galvão, que assume a presidência da Câmara de Cuiabá em 1º de janeiro, já definiu como uma das prioridades de sua gestão a realização de concurso público para preenchimento de diversas vagas. A equipe de transição, que levanta a real...

Definida lista tríplice para vaga no TRE

Em sessão ordinária administrativa realizada na manhã desta quinta (13), o Pleno do Tribunal de Justiça (TJ)  definiu a lista tríplice com o nome dos advogados que irão concorrer à vaga de juiz membro titular – classe jurista – do Tribunal Regional (TRE). A vaga será aberta com o término do primeiro biênio do advogado Ulisses Rabaneda  na função. Compõem a lista os advogados...

Afilhado de Jayme no staff do governo

cesar miranda curtinha   O secretário de Governo de Várzea Grande Cesar Miranda (foto), que tem como padrinho o senador eleito Jayme Campos, deve mesmo ser o secretário de Desenvolvimento Econômico da gestão Mauro Mendes. As negociações avançaram no sentido de indicá-lo na cota do DEM,...

MAIS LIDAS