Judiciário

Terça-Feira, 19 de Novembro de 2019, 11h:47 | Atualizado: 19/11/2019, 19h:06

DANO COLETIVO

MPE entra com ação de R$ 300 mil contra Havan por cobrar a emissão de boletos

O Ministério Público Estadual (MPE) entrou com uma ação civil pública contra a Havan Lojas de Departamentos Ltda pela cobrança supostamente abusiva de taxa ou tarifa para emissão de boletos do cartão da rede. Na ação, o órgão pediu que a Justiça determine à empresa que deixe de fazer a cobrança e que a Havan seja condenada ao pagamento de R$ 300 mil por dano moral coletivo.

Reprodução

havan_cuiab�

Unidade da Havan na Capital. MPE diz que cobrança é abusiva e requer a suspensão da taxa

O promotor Ezequiel Borges de Campos, da 6ª Promotoria de Justiça Cível de Cuiabá, assina a ação e diz que o MPE recebeu denúncia de uma consumidora que foi obrigada a pagar R$ 1,50 para emissão de boleto para pagamento do Cartão Havan.

A propaganda da loja diz que a utilização do cartão não traz qualquer custo ao cliente. “Reclama que, ao gerar o boleto, é cobrado um valor maior que o da parcela referente aos produtos adquiridos, no total de R$ 1,50; que nunca foi expressamente informada por tal cobrança, sequer quando fez o cartão da loja, nem aparecem avisos no aplicativo ou no sítio eletrônico bem como não aparece discriminado no boleto, vem agregado ao total sem justificativa”, diz relato do depoimento.

Em resposta ao MPE, a Havan declarou que o Cartão Havan é um crediário, e não uma cessão de créditos nos moldes dos bancos, e reafirmou que o serviço, que possibilita parcelamento em até 10 vezes, não tem “qualquer encargo ou juro”. A empresa ponderou que no caso do “boleto fácil”, que dá ao cliente a opção de pagar o cartão sem ir até a loja, existe custo bancário. Para a Havan, nesses casos, é prestado um serviço “adicional, optativo, não obrigatório ou condicionado”.

“Malgrado a justificativa apresentada pela requerida, a disponibilização de outros meios de pagamento não descaracteriza a abusividade da cobrança pela utilização do boleto como forma de quitação do débito, mormente por incumbir ao fornecedor responder pelas despesas decorrentes da atividade econômica que desempenha no mercado”, diz o promotor de Justiça.

No site Reclame Aqui, há registros de consumidores insatisfeitos com a mesma cobrança feita pela Havan em outros Estados, registrou o MPE. Houve tentativa de acordo extrajudicial, o que não foi aceito pela empresa.

“Enfim, a propositura desta ação civil pública se mostrou imprescindível ao resguardo dos direitos dos consumidores, notadamente para reparação dos danos já sofridos e cessação da perpetuação do ilícito”, destaca na ação.

O MPE citou documentos emitidos pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) e pelo Banco Central, que entendem que não há possiblidade de cobrança de taxa para emissão de boletos, carnês e “assemelhados”.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Francis dispara contra Túlio, Adriano...

tulio fontes 400 curtinha   O prefeito de Cáceres, Francis Maris, que chegou dos EUA na última quinta, aproveitou dois eventos para, publicamente, disparar sua metralhadora verbal contra algumas pessoas. Na sexta, inaugurou uma unidade do Centro de Testagem e Aconselhamento e fez abertura do Natal de Luzes, no centro. Nas duas...

Audiência na AL em prol dos autistas

diana serpe 400 curtinha   Convidada pela Assembleia, a advogada com forte atuação em São Paulo, Diana Serpe (foto), autora do e-book Autismo Educação e especialista na defesa dos direitos das pessoas com deficiência, vai participar de uma audiência pública e proferir palestra na segunda (9),...

Folha em dia e previsão do 13º dia 20

mauro mendes 400 curtinha   É possível que no dia 20 o governo estadual consiga pagar integralmente o décimo-terceiro dos cerca de 100 mil servidores. Ao anunciar que a folha de novembro será paga na próxima terça (10), em única parcela, pela primeira vez no ano, o governador Mauro destacou que...

Cidinho é o que mais agrega ao Senado

cidinho 400 curtinha   Depois de Blairo Maggi, o nome do empresário e ex-senador Cidinho Santos (foto) seria hoje o que mais agregaria a classe política e o agronegócio em torno de uma candidatura ao Senado numa eventual eleição suplementar. Conta com simpatia do senador Jayme Campos e do governador Mauro Mendes,...

Prova da lisura de membros do Gaeco

paulo prado 400 curtinha   O resultado da auditoria do TCE-MT sobre a prestação de contas do Gaeco das verbas secretas, entre 2012 e 2017, assegurando a sua legalidade, resgata a credibilidade, lisura e reputação ilibada dos membros que atuaram na época nesse braço investigativo do MPE, como o procurador e...

Posse 2 dias antes do possível retorno

maluf 400 curtinha   Guilherme Maluf (foto), que nem esquentou direito a cadeira de conselheiro, vai tomar posse na presidência do TCE-MT dois dias antes do STJ julgar um recurso que tende a suspender as medidas cautelares e definir pelo retorno ao Pleno dos cinco conselheiros afastados há dois anos. A solenidade acontece no...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.