Judiciário

Quarta-Feira, 15 de Janeiro de 2020, 16h:35 | Atualizado: 15/01/2020, 16h:41

QUEDA DE BRAÇO

OAB-MT estuda ir ao Supremo contra lei que aumentou custas processuais em MT

Rodinei Crescêncio

Leonardo Campos

O presidente da OAB-MT Leonardo Campos aponta que reajuste atrabalha acesso à Justiça

O presidente da OAB-MT, Leonardo Campos, declarou que a entidade que representa os advogados avalia a possibilidade de acionar no Supremo Tribunal Federal (STF) contra a lei que aumentou as custas processuais no Estado. Proposta pelo Tribunal de Justiça, a legislação foi aprovada pela Assembleia e sancionada pelo governador Mauro Mendes (DEM) na segunda (13).

Desde o início dos estudos realizados pelo TJ-MT para a proposta legislativa que aumenta as custas processuais, a OAB-MT vem fazendo o acompanhamento técnico e demonstrando sua contrariedade ao projeto em todas as suas fases.

Durante a tramitação do projeto na Assembleia, Leonardo participou da sessão da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) explicando como a proposta excluía o “meio da pirâmide”, ou seja, toda a classe média, do acesso ao Justiça.

    A OAB-MT exemplifica. Conforme a tabela proposta, para se dar entrada numa causa de valor estimado em R$ 500 mil – equivalente a um imóvel financiado, por exemplo -, o cidadão precisaria desembolsar aproximadamente R$ 25 mil num processo, entre primeira e segunda instância, ainda que seja para contestar a falta da entrega.

Diante da exposição, o deputado Silvio Fávero (PSL) chegou a apresentar um substitutivo integral ao projeto de autoria do Poder Judiciário, porém, o mesmo foi rejeitado em plenário.

Com a aprovação da proposta original do TJ-MT, a OAB-MT procurou o Governo e se reuniu com o secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, demonstrando as razões para o veto parcial da matéria, impedindo o aumento de custas processuais.

    Agora, com a sanção e publicação, a OAB-MT afirma que "segue com os estudos técnicos para assegurar o acesso à justiça a toda a população, não apenas de Mato Grosso, mas de todo o país, tendo em vista o potencial do agronegócio no Estado".

    “Da forma como foi aprovada e sancionada a lei, muitas pessoas terão seu acesso à Justiça comprometido. Somente os beneficiários da Justiça gratuita ou aqueles muito ricos conseguirão arcar com as custas de um processo”, explicou o presidente da Ordem.

    A entidade é legitimada a propor ações diretas de inconstitucionalidade sendo, para isso, necessária a avaliação do Conselho Federal, que poderá questionar, no STF, a validade de alguns pontos da legislação.

    Apesar de todos os estudos já realizados, a Ordem ainda avalia que o texto também trouxe dispositivos importantes e que representam uma grande conquista para a advocacia, como a isenção garantida aos profissionais no pagamento das custas referentes às ações de execução dos próprios honorários. A medida vem sendo discutida nacionalmente na Câmara dos Deputados.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Ricardo | Quarta-Feira, 15 de Janeiro de 2020, 16h45
    0
    0

    Só conversa fiada. CADE a vara de execução penal de VG!

Matéria(s) relacionada(s):

França, convite do Pode e suspense

roberto franca 400 curtinha   Roberto França (foto), que exerceu vários mandatos eletivos, entre eles de vereador e de prefeito de Cuiabá, ficou empolgado com o convite para se filiar ao Podemos, inclusive com abertura para concorrer novamente ao Palácio Alencastro. Para evitar conflitos, antes de fazê-lo, o...

Neurilan critica Pivetta e faz campanha

otaviano pivetta 400 curtinha   Em discurso em Tangará da Serra, num evento promovido pela AMM que serviu de palanque eleitoral, Neurilan Fraga disparou críticas ao vice-governador Pivetta (foto), que também pretende concorrer ao Senado. Disse que Pivetta não aceita nem discutir o valor repassado hoje aos...

Evento da AMM para pré-candidatura

neurilan fraga 400   Neurilan Fraga (foto), que aproveita o trunfo de presidente da AMM para tentar projeção política, insiste na pré-candidatura ao Senado, mesmo com a filiação oficial ao PL fora do prazo exigido pela legislação, o que ensejará no indeferimento do registro. E...

Selma, carreata e "ciúmes políticos"

selma arruda 400 curtinha   Quem vê Selma Arruda (foto), senadora cassada por crimes eleitorais, e o ex-senador e federal José Medeiros afinados no Podemos, nem imagina que no pleito de 2018 ela optou por distanciá-lo motivada simplesmente por "ciúmes políticos". Selma carregava o slogan de "Senadora de Bolsonaro"....

Reunião pra debater viabilidade do VLT

wellington 400 curtinha   Após participar de uma reunião na Secretaria Nacional de Mobilidade Urbana, o senador Wellington (foto) revelou que no próxmo dia 10 vai ser realizado encontro com o secretário José Carlos Medalia e com integrantes do Governo de MT para discutir a viabilidade do VLT, cujas obras...

Estado reduz número de homicídios

alexandre bustamante curtinha 400   O secretário Alexandre Bustamante (foto), de Segurança Pública, está comemorando a redução do número de crimes em MT.  O Estado fechou 2019 com a menor taxa de homicídios dos últimos 10 anos. Nos 12 meses do ano passado foram contabilizados...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Sobre a senadora Selma Arruda, que teve mandato cassado por caixa 2 e abuso de poder econômico, você acha que ela foi...

ingênua

corrupta

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.