Judiciário

Quarta-Feira, 03 de Março de 2010, 09h:40 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

Judiciário

Ornellas e Silvério tentam presidência; Cunha não disputa

   O vice-presidente do Tribunal de Justiça, Paulo da Cunha, e o desembargador Manoel Ornellas, protagonizam uma discussão que antecede a votação para escolha do sucessor de Mariano Travassos. Cunha, que preside a sessão extraordinária nesta quarta (3), garante que em caso de eleição complementar, todos os desembargadores estão aptos a disputar a presidência do Tribunal de Justiça. Ornellas, no entanto, garante que apenas os três magistrados mais antigos podem pleitear o cargo. Diante do posicionamento do vice- presidente, Ornellas foi o primeiro a colocar seu nome na disputa. Ele diz que apesar de ser o atual corregedor e de saber que pode ser questionado, pretende disputar a presidência. Também entrou na "briga" o desembargador José Silvério Gomes, tido como favorito pela maioria do Pleno. Ele conta com o apoio do chamado "blocão", grupo de magistrados ligados ao ex-presidente Paulo Lessa e ao ex-corregedor Orlando Perri, autor das denúncias que culminaram na aposentadoria compulsória de 3 desembargadores e 7 juízes pelo CNJ.

   Caso só os mais antigos possam entrar na “briga”, a disputa seria entre o ex-presidente do Tribunal Regional Eleitoral, Leônidas Monteiro, José Jurandir de Lima e Antônio Bitar Filho. José Ferreira Leite, um dos mais antigos desembargadores do TJ, não pode concorrer porque foi um dos punidos pelo Conselho Nacional de Justiça no último dia 23, ao lado de Travassos e de outros 8 magistrados, à aposentadoria compulsória sob a acusação de desvio de dinheiro.

   Paulo Lessa, que por antiguidade também poderia concorrer ao cargo, fica impedido porque presidiu o Tribunal antes de Travassos. Já José Jurandir responde a um processo administrativo disciplinas que apura denúncias de nepotismo. Ele também poderá ser punido pelo CNJ.

  Nos bastidores, a disputa está polarizada entre os desembargadores José Silvério Gomes e Paulo da Cunha.

   Ornellas aproveitou a sessão extraordinária para falar sobre a “tristeza” em ter de escolher um substituto para Travassos. “O Tribunal de Justiça terá muito trabalho para recuperar a imagem perante a sociedade”, diz. (Com Patrícia Sanches)

(09h50) - Cunha rechaça qualquer possibilidade de disputar presidência do TJ

 

   O vice-presidente na gestão Travassos, Paulo da Cunha, rejeitou a possibilidade de entrar na disputa pela presidência do Judiciário mato-grossense. Ao lado de Silvário, ele era tido como um dos favoritos para ser o sucessor de Travassos.

   Paulo Cunha é oriundo do Ministério Público. Tem fama de linha dura e cobrará mais rigor dos magistrados para melhorar a imagem da Justiça mato-grossense, afinal, este foi o segundo escândalo nacional em 11 anos. Em 1999, o então juiz Leopoldino do Amaral denunciou a maioria dos 20 desembargadores da época por uma série de crimes, como venda de sentença, fraudes em concurso público e até ligação com traficantes. Leopoldino foi assassinado um mês depois no Paraguai.

(10h10) - Começa votação para escolha de novo presidente

Começou a votação para a escolha do novo presidente do Tribunal de Justiça. Apenas dois desembargadores entraram na disputa. Manoel Ornellas e José Silvério Gomes. A votação é secreta e o resultado será revelado nos próximos minutos. Os envelopes já foram distribuídos aos magistrados

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Colíder com 2 candidatos desgastados

jaiminho 400 curtinha   Em Colíder, duas figuras bastante desgastadas politicamente estão na disputa pelo Executivo, sendo o prefeito Noboru Tomiyoshi, que fechou aliança com apenas três partidos (DEM, PSD e SD), e o ex-prefeito Jaime Marques (foto), que concorre pelo PSC numa coligação que agrega DEM e...

PP com 25 a vereador projeta 3 vagas

orivaldo da farmacia 400 curtinha   O PP, da base aliada do prefeito Emanuel, conta com 25 candidatos a vereador pela Capital. Deve conquistar entre duas e três vagas. Os principais concorrentes são os já vereadores Orivaldo da Farmácia (foto), Marcrean Santos e Luis Cláudio, além do ex-vereador...

MPE vê prefeita de Torixoréu inelegível

ines 400 curtinha torixoreu   Para o Ministério Público Eleitoral, a prefeita de Torixoréu, Inês Mesquita Moraes Coelho (foto), que se lançou à reeleição pelo DEM, está inelegível. Numa ação de impugnação de registro de candidatura, o promotor...

Candidato amarga derrota na Justiça

adilson gon�alves 400 curtinha   O candidato a prefeito de Barra do Garças, delegado Adilson Gonçalves (foto), tentou, sem êxito na Justiça, censurar o Rdnews na publicação de matérias sobre o pleito eleitoral no município. Numa ação impetrada junto à...

Com certidão pra disputar 1ª suplência

dito lucas 400 curtinha   Filiado ao Podemos, Dito Lucas (foto), que entrou de última hora como primeiro-suplente da chapa ao Senado encabeçada por José Medeiros, assegura que vai apresentar novamente sua certidão junto à Justiça Eleitoral, de modo a provar que sua candidatura é legítima....

Um novo embate entre Diane x Adair

diane alves 400 curtinha   Adair José Alves Moreira, que vinha atuando na assessoria do vice-governador Otaviano Pivetta, decidiu mesmo concorrer de novo à Prefeitura de Alto Paraguai. Ele já foi prefeito por duas vezes. Adair será o principal nome da oposição à prefeita democrata Diane Alves (foto),...