Judiciário

Quarta-Feira, 19 de Maio de 2010, 10h:15 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:26

OPERAÇÃO ASAFE

PF tenta prender advogado; 30 mandados ainda serão cumpridos

  A Polícia Federal ainda tenta prender uma das nove pessoas que tiveram o mandado de prisão expedido durante a Operação Asafe, realizada nesta terça (18). O advogado Max Weizer Mendonça continua desaparecido. Informações não confirmadas dão conta de que nesta quarta (19) a PF cumprirá mais 30 mandados de busca e apreensão e de prisão em residências e escritórios de advogados em todo o Estado.

  Além disso, o delegado federal Carlos Eduardo Fistarol vai colher o depoimento de um dos presos e de outras cinco pessoas, que vão prestar esclarecimentos sobre o suposto esquema de vendas de sentenças no Tribunal Regional Eleitoral e no Tribunal de Justiça. Um dos presos não foi ouvido ainda porque dois depoimentos teriam sido muito longos e terminaram apenas na madrugada desta quarta. Todas as pessoas que cumprem prisão temporária estão na Polinter.

  Os agentes federais ainda apuram a origem de uma grande quantia em dinheiro apreendido supostamente na casa de um magistrado. Por enquanto, a PF não informou o montante encontrado e limitou-se a dizer que está investigando se é lícito. Após três anos de investigação, o Superior Tribunal de Justiça determinou que a PF cumprisse nove mandados de prisão e 30 de busca e apreensão em Cuiabá, Várzea Grande e Alto Paraguai. Foram detidos advogados e lobistas, que supostamente utilizavam sua influência junto a magistrados para vender sentenças.

   Nenhum juiz foi preso, mas os agentes federais cumpriram mandados de busca e apreensão nas residências de seis magistrados. Foram apreendidos computadores, agendas e documentos. Acredita-se que a partir da análise desta documentação mais pessoas tenham o mandado de prisão expedido ou sejam chamadas a prestar esclarecimentos.Toda a documentação e as informações dos depoimentos serão encaminhados ao STJ para a ministra Nanci Andrigy, relatora do inquérito.

Quem está preso na Polinter...
Célia Cury - advogada e esposa do desembargador aposentado Tadeu Cury
Alcenor Alves de Souza - advogado e ex-prefeito de Alto Paraguai
Ivone Reis Siqueira – lobista
Santos de Souza Ribeiro - advogado
Alessandro Jacarandá - advogado e sócio de Célia Cury
Jarbas Nascimento - ex-chefe de gabinete de Tadeu Cury e servidor de carreira do TJ
Cláudio Emanuel Camargo - empresário e genro de Tadeu Cury
Rodrigo Vieira - advogado
... e quem permanece foragido
Max Weizer Mendonça - advogado

(10h50) - Presos são transferidos para 3º Batalhão da PM

   Os advogados presos pela PF nesta terça foram transferidos da Polinter para o 3º Batalhão da Polícia Militar. A tranferência ocorreu após solicitação da OAB, presidida por Cláudio Stábile. Conseguiram o benefício Célia Cury, esposa do desembargador aposentado pelo CNJ Tadeu Cury, o sócio dela Alessandro Jacarandá, o servidor de carreira do TJ e ex-chefe de gabinete de Cury, Rodrigo Vieira e Alcenor Alves de Souza.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Agenor Sales Fernandes | Quarta-Feira, 19 de Maio de 2010, 15h12
    0
    0

    RD NEWS, está burrifado com particulas do virus da corrupção, pois, só mostra o que não vai de encontro com os interesses do Maggi e do governo atual. Fiz um comentário a respeito das pesquisas e não divulgaram. Não tenho dúvidas de que já se corromperam. Portanto, digo que já na é uma boa opção! Outro fato: quanto fala dos desembargadores diz que eles foram visitados, como se fosse uma visita de cortesia da PF. A realidade foi outra bem diferente, trata-se duma operação deflagrada pela PF, que munida dos respectivos Mandados de Busca e Apreensão vai até a casa do cidadão e entra mesmo que contra sua vontade. Entendo que visita é aquela que: quando voce quer receber recebe e qdo não quer não recebe. Com a PF não é assim, querendo ou não os meninos entram e mexem em tudo com respeito é claro, bem diferente da Policia Judiciária Civil.

  • Afonso Siqueira | Quarta-Feira, 19 de Maio de 2010, 13h28
    0
    0

    Por que será que na matéria não cita onde foi enconrado esse dinheiro e também, qual a quantia???

  • Paulo Roberto | Quarta-Feira, 19 de Maio de 2010, 12h25
    0
    0

    O prefeito cassado daqui de Poconé que está envolvido com a operação de venda de senteça desencadeado pela Policia Federal, acabou de perder o recurso no Tribunal Superior Eleitoral em Brasilia. Nossa Poconé está feliz. VIVA A JUSTIÇA DE DEUS E DO HOMEM

  • Antonio Carlos Cuiabano | Quarta-Feira, 19 de Maio de 2010, 12h18
    0
    0

    Antonio Carlos Cuiabano, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • jorge luis siqueira | Quarta-Feira, 19 de Maio de 2010, 11h29
    0
    0

    Também quero fazer um comentário que ouvi do dr Pedro Taques com toda inteligência que lhe é peculiar,qdo foi questionado sobre o que acha desses escandalos e o que ele como político ético vai fazer com o apoio desses malandros ...ele respondeu: eu não sou contra os pecadores,até Jesus perdoou os pecadores, sou contra os pecados cometidos pelos pecadores isso não pode ter continuidade..

  • eleitor atento | Quarta-Feira, 19 de Maio de 2010, 10h35
    0
    0

    Eu ainda não vi uma só nota dos pré -candidatos ao governo do estado e até mesmo ao senado federal manifestarema respeito da ação desencadeada pela policia federal junto ao TJ-MT sobre venda de sentença.Parodiando o ex procurador federal Pedro taques" O que mais me assusta não é a corrupção que está impregnada na sociedade mais o silencio de quem pode mudar e assiste passivelmente o crime.Com a palavra Dr Pedro taques

Nobres chora a morte de ex-prefeito

flavio dalmolin 400   A pequena e turística Nobres, de 16 mil habitantes, parou neste Feriado de Tiradentes em comoção pela morte, por Covid-19, do ex-prefeito Flávio Dalmolin (foto). Um cortejo percorreu ruas e avenidas, parou em frente ao estádio municipal Balizão e à prefeitura, onde...

Derrotado ensaia disputa ao Governo

reinaldo morais 400 curtinha   O empresário Reinaldo Morais (foto), o rei dos porcos, está disposto a gastar mais uns milhões com nova candidatura majoritária, agora para governador. No ano passado, concorreu ao Senado e obteve votação decepcionante. Foi o penúltimo colocado numa corrida com 11...

Sicredi recua de comprar praça pública

enilson rios 400 prefeito araputanga   A diretoria do Sicredi nem esperou ser votado na Câmara Municipal o polêmico projeto sobre negociação de uma praça pública no centro de Araputanga para cancelar o negócio. A cooperativa havia "amarrado" entendimento com o prefeito Enilson de Araújo...

Sessão, voto e namoro com cantora

ulysses moraes 400   Na sessão virtual da Assembleia desta segunda, o deputado Ulysses Moraes (foto), do PSL, estava demorando para computar o voto na apreciação de um veto do governador. O presidente Max Russi (PSB), então, cobrou agilidade do colega e brincou, dizendo que agora ele só tem olhos para a Maraisa....

Misal é reeleito para o 10º mandato

misael galv�o 400 curtinha   Após dois anos fora do comando do Shopping Popular, período em que respondeu pela presidência da Câmara da Capital, o ex-vereador Misael Galvão (foto) voltou à direção do empreendimento, que abriga 500 lojas. E, sob forte...

Oscarlino, Pros e "nocaute" em Gisela

oscarlino 400   Na queda-de-braço dentro do Pros por espaço político, o ex-sindicalista Oscarlino Alves (foto) nocauteou a ex-superintendente do Procon-MT, Gisela Simona. Ele foi um dos filiados que não aceitaram apoio a Abílio na disputa de segundo turno para prefeito de Cuiabá, se aliou ao projeto de...