Judiciário

Quarta-Feira, 27 de Março de 2019, 16h:11 | Atualizado: 27/03/2019, 16h:15

SEM FORO

PGR cita “desespero” de Blairo e afirma que defesa tenta arrastar processo no STF

Isac Nóbrega/PR

Raquel Dodge

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, que questionou os inúmeros recursos

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, citou suposto “desespero” da defesa do ex-ministro Blairo Maggi (PP) ao dar parecer contrário a um pedido para que um processo contra ele fosse enviado à 1ª instância do Tribunal de Justiça. Blairo e o conselheiro afastado Sérgio Ricardo são investigados no Supremo Tribunal Federal (STF) pela suposta compra de vaga no Tribunal de Contas (TCE) com dinheiro de propina.

“O  desespero de Blairo Borges Maggi de tentar desconstruir as investigações é evidenciado pelo absoluto contrassenso existente entre os pedidos por ele formulados nosfeitos relacionados à denominada ‘Operação Ararath’”, escreveu a PGR.

Depois que Blairo deixou o cargo de senador, em fevereiro deste ano, perdeu o foro privilegiado. Mesmo quando ainda tinha foro, o STF mudou o entendimento para que o privilégio só valeria para crimes cometidos durante e em razão do cargo.

Em 12 de junho do ano passado, a Primeira Turma do STF decidiu enviar o processo à 1ª instância da Justiça Estadual. A PGR entrou com recurso chamado “embargos de declaração” pedindo que fosse mudada a decisão para a 1ª instância da Justiça Federal em Mato Grosso, o que foi aceito pelos ministros.

As defesas de Blairo e de Sérgio Ricardo entraram com recursos para que o tribunal voltasse atrás da decisão. Blairo também pediu que, de acordo com entendimento do STF na Lava Jato, o processo fosse enviado à Justiça Eleitoral por estar ligado a caixa 2 de campanha.

Apresenta-se um rosário de alegações sem fundamento, por vezes, inconsistentes entre elas, tudo com o indisfarçável intuito de arrastar a persecução penal

Raquel Dodge

“Não basta a invocação vazia de lesão ao contraditório e, quando oportunizada a manifestação, não produzir o binômio informação-reação de modo adequado. Por ato próprio do embargante, é necessário reconhecer o esvaziamento de sua pretensão”, disse Dodge.

Blairo e Sérgio foram denunciados pela suposta compra da vaga no TCE com dinheiro desviado dos cofres públicos. Para que Alecar Soares se aposentasse e abrisse espaço para Sérgio, o grupo dos dois, que ainda incluía o delator e ex-governador Silval Barbosa e outros investigados, teria pago R$ 12 milhões.

O processo corre no âmbito da Operação Ararath, que investiga um extenso esquema de desvio de recursos públicos e lavagem de dinheiro montado no Estado. Outros investigados como Éder de Moraes, Alencar Soares Filho, José Riva, Silval Barbosa, Humberto Bosaipo, Leandro Valoes Soares, Leonardo Valoes Soares, Márcia Beatriz Valoes Soares Metello e Marco Tolentino da Silva são julgados na 5ª Vara da Justiça Federal em Mato Grosso.

“Inicialmente, é necessário destacar a conduta protelatória dos embargantes, que vêm tentando impedir o envio dos autos à instância jurisdicional que passou a ser competente para  conhecer da  denúncia,  processar regulamente o feito e  julgar a ação penal. Prova desta assertiva é reforçada pela análise do conteúdo das irresignações”, afirmou a PGR.

Raquel Dodge citou um possível “abuso do direito de recorrer” cometido pelas defesas de Blairo e Sérgio Ricardo ao entrar com sucessivos recursos para manter o processo no STF o maior tempo possível. “Ou seja, apresenta-se um rosário de alegações sem fundamento, por vezes, inconsistentes entre elas, tudo com o indisfarçável intuito de arrastar a persecução penal”, analisou.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Deputado bolsonarista critica prefeito

claudinei deputado curtinha 400   O deputado Claudinei Lopes (foto), morador em Rondonópolis, ficou na bronca com o discurso populista do prefeito Zé do Pátio, para quem o povo nordestino votou em massa no PT e que não tem conseguido construir mais casas populares porque, diferente dos governos petistas, o presidente...

Sem Senado e tudo pela Mesa da AL

max russi curtinha 400   Presidente regional do PSB-MT, o deputado Max Russi (foto) tem participado das discussões para definição de candidaturas ao Senado, na suplementar de abril, mas não mais como pré-candidato. Seu desafio é outro. A prioridade é a busca da reeleição como...

Lúdio desiste e PT perde com Barranco

ludio cabral 400 curtinha   O deputado Lúdio Cabral (foto) estava se movimentando para tentar convencer o PT a lançá-lo ao Senado, por aclamação, e ainda instigar o diretório estadual a buscar recursos junto à Nacional para a campanha. Mas o tiro saiu pela culatra. O guru do partido no Estado,...

Carta de Abicalil cita traição de Lúdio

carlos abicalil 400 curtinha   Carlos Abicalil (foto), ex-federal e hoje assessor do deputado Valdir Barranco, demonstra até hoje estar "atravessado" com Lúdio Cabral por causa da traição política de 2010. Na época, mesmo o PT o tendo lançado ao Senado, Lúdio, ex-vereador por Cuiabá e...

Júlio apoiou Bolsonaro pra varrer o PT

julio campos 400 curtinha   Júlio Campos (foto), pré-candidato a senador pelo DEM, diz que em 2018 não só votou em Bolsonaro, como participou de carreata e vestiu camisa com as cores verde e amarela em apoio à candidatura do capitão. Lembra que estava convicto naquele momento de que era preciso varrer o PT...

Já com apoio de mais de 50 prefeitos

otaviano pivetta 400 curtinha   Otaviano Pivetta (foto) não para nas articulações políticas. E, se apoio elevado de prefeitos vier a ser decisivo, ele será eleito senador na suplementar de 26 de abril. Dos 141 gestores municipais do Estado, mais de 50 já anunciaram que estarão no palanque do...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.