Judiciário

Terça-Feira, 22 de Outubro de 2019, 15h:21 | Atualizado: 22/10/2019, 18h:16

REUNIÃO

Piran teria apresentado empresário a Silval que autorizou esquema de propina

Rdnews/Montagem

Valdir Piran e Silval Barbosa

O empresário Valdir Piran, preso em Brasília, e o ex-governador Silval Barbosa, delator

Alvo principal da Operação Quadro Negro, o empresário Valdir Piran teria sido o responsável por apresentar o representante da empresa Avançar Tecnologia, Weydson Soares Fonteles, ao ex-governador Silval Barbosa para acertar desvios na ordem de R$ 10 milhões (valores atualizados) em dois contratos com o Centro de Processamento de Dados do Estado (Cepromat) – atual Empresa Mato-grossense de Tecnologia da Informação (MTI).

Os detalhes constam em decisão judicial que permitiu a deflagração da operação. Nela, é relatado o acerto do pagamento de propina em troca da empresa Avançar vencer a licitação para obter contrato junto ao Cepromat. Todo o acordo teria sido feito, em uma reunião na Casa Civil, na presença de Silval e também de Pedro Nadaf, que era chefe da Casa Civil.

Os quatro "teriam acertado contratação da empresa mediante o repasse de contrapartida no valor correspondente a 50% do valor do contrato". Silval autorizou Nadaf a usar o dinheiro repassado pela empresa "para pagamento da dívida que o então governador mantinha com Valdir Piran". Segundo a decisão, Valdir sabia que o pagamento tinha origem de propina paga por Weydson.

Esta reunião foi apontada em decisão da juíza Ana Cristina Silva Mendes, da 7º Vara Criminal, que expediu 6 mandados de prisão preventiva e 7 de busca e apreensão domiciliar. Além de Piran e Weydson, foram presos Djalma Souza Soares, que é também ex-presidente da Cepromat, o ex-secretário adjunto da Seduc Francisvaldo Pereira de Assunção, e o servidor Edevamilton de Lima Oliveira - conheça os perfis dos alvos.

A magistrada também determinou o sequestro de R$ 10 milhões em dinheiro, imóveis e veículos de luxo. O dinheiro será usado para garantir ressarcimento dos cofres públicos, caso sejam condenados. O contrato mediante propina seria para obter softawre educacionais, como pen drives e até lousas digitais, que eram falsas.

Por isso, o nome da operação ser Quadro Negro. Remete a uma crítica aos quadros de giz que ainda funcionam nas escolas, bem como à situação estrutural crítica que a educação básica se encontra em razão dos prejuízos causados pelos desvios.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Salvando 1º ano de mandato no cargo

selma arruda 400 curtinha   Embora "sangrando" e com a imagem arranhada, a juíza aposentada e senadora cassada pelo TRE-MT Selma Arruda, que trocou o PSL pelo Podemos, consegue concluir este primeiro de oito anos de mandato. E vai se licenciar nos próximos dias para ceder espaço aquele que financiou a sua campanha,...

Barbudo é menos empreguista de MT

nelson barbudo 400 curtinha   Dos oito deputados federais de MT, o estreante Nelson Barbudo (foto) é o menos "empreguista". Nestes 10 primeiros meses de mandato, ele nomeou no gabinete em Brasília e no escritório político em Cuiabá apenas 15 assessores. Cada gabinete pode ter até 25 secretários...

Rossato quer "minar" reeleição de Ari

dilceu rossato 400 curtinha   Em Sorriso, a capital nacional do agronegócio, a tendência é da disputa à sucessão no próximo ano ficar polarizada entre o prefeito Ari Lafin, do PSDB, e seu antecessor, Dilceu Rossato (foto), hoje filiado ao PSL. Embora se movimente nos bastidores, o deputado Xuxu Dal Molin...

Misael nem espera janela e sai do PSB

misael partido 400 curtinha   Misael Galvão (foto), presidente da Câmara de Cuiabá, nem esperou chegar a janela partidária de março para oficializar a saída do PSB, onde esteve filiado por três anos. Para não colocar o mandato em risco, o parlamentar consultou a Justiça Eleitoral e obteve...

TCE-MT aprova e elogia gestão Binotti

binotti 400 curtinha   O conselheiro interino do TCE, Isaías Lopes, rasgou elogios ao primeiro ano de mandato do prefeito e empresário Luiz Binotti (foto), de Lucas do Rio Verde. Relator das contas do exercício de 2018 da prefeitura, com aprovação unânime pelo Pleno, Isaías destacou que os resultados...

Primavera fará 4 intervenções na BR

leonardo 400 curtinha   Com recursos próprios, a Prefeitura de Primavera do Leste fará quatro intervenções na BR-070, no perímetro urbano, com readaptação e construção de trevos para ajustar o trânsito a uma nova e moderna realidade do município com quase 100 mil...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.