Judiciário

Domingo, 11 de Agosto de 2019, 11h:59 | Atualizado: 12/08/2019, 14h:56

LIGAÇÕES PERIGOSAS

PM teria pedido para "acelerar" a entrada de freezer com celulares na PCE - entenda

selo_ligacoesperigosas

 

Um agente prisional identificado pelas iniciais L. H. S. R. declarou que o subtenente da PM Ricardo de Souza Carvalhaes de Oliveira teria pedido para “acelerar” a entrada do freezer destinado ao líder do Comando Vermelho (CV) Paulo Cesar da Silva, o "Petróleo", na Penitenciária Central do Estado (PCE). Dentro do eletrodoméstico foram encontrados 86 celulares, 25 carregadores, 30 chips, cola durepox e duas facas de serra.

Antes do pedido do PM, o freezer ficou por cerca de três horas parado próximo ao corpo de guarda do presídio, segundo uma linha do tempo traçada pela reportagem à partir de documentos contidos no inquérito policial - veja quadro.

Rodinei Crescêncio

quadro_56

Quadro mostra a linha do tempo desde que ex-diretor da PCE informa sobre a chegada do freezer na unidade

Ricardo está entre os presos na Operação Assepsia, sob investigação da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO). O Ministério Público Estadual (MPE) denunciou ele, o tenente Cleber de Souza Ferreira e o cabo Denizel Moreira dos Santos Junior, os ex-diretores da PCE Revétrio Francisco da Costa e Reginaldo Alves dos Santos, o detento Petróleo, e também um dos líderes do CV Luciano Mariano da Silva, o “Marreta” por corrupção ativa e passiva, organização criminosa, e por facilitar entrada dos celulares na unidade.

As informações constam em documentos obtidos com exclusividade pelo e divulgados na série “Ligações Perigosas”. De acordo com as narrativas no bojo do inquérito policial, o subtenente Ricardo e o diretor Revétrio teriam começado a conversar sobre a entrega do freezer em 4 de junho, dois dias antes da descoberta dos celulares.

O depoimento foi dado pelo agente em 6 de junho, mesmo dia da apreensão. L. H. S. R. conta que Revétrio, então diretor da PCE, o procurou por volta das 13h afirmando que "o pessoal da Rotam" levaria um freezer a ser entregue ao preso Petróleo. Chefe de disciplina da unidade, o agente repassou a autorização verbal de Revétrio a outra agente para que a equipe da guarda fosse avisada.

Por volta das 13h50, o servidor conta que saiu de sua sala e viu uma caminhonete Ranger, de cor preta, estacionada dentro da unidade com um freezer branco na carroceria. No veículo estava um "homem alto, pardo, com cabelo um pouco grisalho", em cima da carroceria. O homem não foi identificado pelo agente.

Dois amarelinhos, como são chamados presos que prestam serviços no presídio, teriam sido chamados para ajudar a descarregar o eletrodoméstico, que foi deixado no canto do corpo da guarda da unidade. O motorista da Ranger deixou a PCE em seguida e o freezer ficou no local durante todo o restante da tarde.

Rodinei Crescêncio/Montagem

Acelerar_freezer_capa

Acima, trecho de depoimento de testemunha que relata pressa de Ricardo em fazer com que freezer chegasse até a cela do membro de facção criminosa

L. H. S. R. lembra que por volta das 14h30 três policiais da Rotam chegaram ao presídio perguntando por Revétrio. O agente identificou apenas o subtenente Ricardo pelo nome. Com relação aos outros dois policiais, o servidor os descreve como "um tenente que não sabe o nome, de compleição magro, e um outro policial alto e tatuado, que não sabe informar a patente". Segundo a GCCO, tratava-se do tenente Cleber de Souza Ferreira, lotado no 3º Batalhão da PM, e do cabo Denizel Moreira dos Santos Junior, lotado na Rotam, respectivamente.

Os PM teriam ido à sala do diretor da PCE, que teria então pedido ao agente que buscasse Petróleo. Depois de tirar as algemas do preso, teria sido solicitado ao agente que se retirasse da sala.

Depois do fim da reunião entre o diretor, os policiais e o preso, o tenente Ferreira teria retornado ao veículo Gol em que chegaram e o sub-tenente Ricardo teria ido falar com o agente. O fato teria ocorrido por volta das 16h.

"Que Ricardo perguntou ao depoente se tinha como "acelerar" a entrada do freezer, que ainda estava no mesmo local deixado quando chegou; que o depoente disse que iria verificar e Ricardo se despediu, indo os três policiais embora da unidade", diz trecho do depoimento.

O agente penitenciário explica que perguntou ao então subdiretor do presídio, Reginaldo Alves dos Santos, conhecido como “Peixe”, qual seria o procedimento para a entrega do freezer a Petróleo. Peixe teria informado que Revétrio "mandou que o freezer passasse no scanner, e que isso iria ser feito posteriormente".

No final da tarde, por volta das 17h, foi modulado no rádio que haviam sido encontrados celulares no eletrodoméstico. Em seguida, outros agentes teriam levado o freezer à sala do chefe de disciplina da unidade já com uma parte do forro da porta aberta, revelando os aparelhos que haviam sido escondidos. Dentro da sala, os agentes teriam terminado de abrir o forro, inclusive filmando a situação.

Depois do ocorrido, o subtenente Ricardo e o cabo Denizel teriam voltado à PCE e ido conversar com Revétrio. Na sequência, as equipes da GCCO chegaram ao presídio e realizaram a apreensão, pedindo aos agentes da unidade que fossem prestar esclarecimentos na delegacia.

O agente lembra que o freezer e o "mocó" seriam idênticos a outro eletrodoméstico encontrado no raio cinco da PCE em maio, mesma ala em que Petróleo estava preso.

"Que esta mesma equipe da Rotam já esteve na unidade em outras oportunidades para conversar com os diretores e para falar com presos, mas o depoente não participava das conversas pois não era permitido", diz o agente penitenciário.

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • Crítico | Quarta-Feira, 14 de Agosto de 2019, 14h36
    0
    0

    Crítico, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Cansado de falar | Segunda-Feira, 12 de Agosto de 2019, 07h01
    11
    2

    Governador só uma coisa tome providências urgentes em relação ao sistema penitenciário não é possível que dia sim dia não tem uma notícia vergonhosa aparece um fato novo de um assunto novo ou antigo e o secretário adjunto passeando com sua comitiva por aí . Tome providências necessárias governador se não da conta pede pra sair ou manda embora está manchando a imagem do seu governo

  • Ricardo Elias | Domingo, 11 de Agosto de 2019, 22h43
    15
    2

    Um técnico de futebol quando vê que seu time está perdendo e não faz nada o que acontece ? A torcida o chama de BURRO 🙄 ainda estamos em jogo governador ou secretário bustamante para agir precisamos de um efeito dominó no sistema penitenciário troca do adjunto viajandao holofotense por um que seja gestor especialista na área e que conheça o sistema é que possa dar jeito ou melhor trabalhar só isso é parar de ficar viajando

  • Último suspiro | Domingo, 11 de Agosto de 2019, 21h49
    13
    1

    Ingerência do gestor geral da pasta onde está o setor de inteligência que não funciona tem que a inteligência de outra categoria descobrir fatos ilegais dentro da nossa casa eu pergunto senho Emanuel pra que serve a inteligência da Sejudh? Pra monitorar servidores e a uniscor? Tudo faz de conta todo mundo sabe secretário ALEXANDRE BUSTAMANTE até quando o senhor vai fazer de conta que está tudo bem na pasta de administração penitenciária até quando nós pedimos socorro coloque pessoas capacitas-das nesta área e não na area de puxasaquismo Bia sorte e esperamos as mudanças.estamos agonizando como um peixe que foi retirado da água e dando seus últimos suspiros e assim que nos sentimos

  • Desperado da vida | Domingo, 11 de Agosto de 2019, 16h34
    21
    1

    Palhaçada hem governador está pasta está sem comando ou o comando tem cor ?acorda governador acorda logo

  • Sindicalizado antigao revoltado | Domingo, 11 de Agosto de 2019, 16h28
    18
    2

    Sistema penitenciário toda semana na mídia Senhor secretário adjunto pede pra sair fica mais bonito arruma um cargo de assessor em outra secretaria coloca outro de confiança no seu lugar sua imagem está muito desgastada já pede pra sair antes que o governador te exonera pede pra sair de Emanuel a categoria já não te aguenta mais

  • Suzana lima | Domingo, 11 de Agosto de 2019, 12h19
    30
    0

    Na verdade se tivessem mais critérios para escolha de de diretores secretário adjunto sua diretor estas coisas não aconteceriam mas querem colocar como adjunto um cara que não sabe abrir um cadeado colocam pra diretor um Truculento um sua que todo mundo já conhece depois que são presos voltam pra lá um cara também truculento aliás o primeiro e discípulo do atual que responde a processos será que o adjunto não viu isso secretário bustamante?

Matéria(s) relacionada(s):

Alerta sobre hanseníase nos presídios

alexandre bustamante curtinha 400   Duas secretarias do TCE ingressaram com representação contra duas secretarias de Estado. As de Controle Externo de Educação e Segurança Pública e de Saúde e Meio Ambiente acionaram no próprio Tribunal as pastas de Segurança Pública,...

Reunião pra complô desmoraliza Abílio

abilio 400 curtinha   A considerar as imagens de circuito interno de vídeo do hospital privado São Benedito, exibidas nesta quinta, durante sessão na Câmara de Cuiabá, a situação de Abílio Brunini (foto) se complica mais ainda. Investigado pela Comissão de Ética por reincidentes...

Contra mudar multas do Fundecontas

mauro mendes 400 curtinha   O governador Mauro (foto) vetou a inclusão de um dispositivo no artigo 2º da lei de 2005 que criou o Fundo de Reaparelhamento e Modernização do TCE. Essa alteração foi aprovada pela Assembleia na sessão de 29 de outubro e, na prática, iria retirar e dar outro...

Ex-deputado quer comandar Chapada

roberto nunes 400   O ex-deputado Roberto Nunes (foto), que recebe dois vencimentos da Assembleia, um como aposentado e outro como beneficiário do extinto FAP, somando mais de R$ 30 mil mensais, está se articulando para encarar mesmo a disputa pela Prefeitura de Chapada dos Guimarães. Transferiu para lá o...

Contra regular as redes a magistrados

thiago amam 400 curtinha   O presidente da Associação Mato-Grossense de Magistrados, juiz Tiago Abreu (foto), vê com preocupação a proposta de resolução do CNJ que estabelece parâmetros quanto à utilização das redes sociais por magistrados. Enfatiza que a Amam...

Sem prefeitos, Sema cancela evento

mauren 400   Sob Mauren Lazzaretti (foto), a secretaria estadual de Meio Ambiente tinha programado um ato nesta quarta, às 16h, em sua sede, para entrega do chamado Kit Descentralização a 30 prefeitos. O governador Mauro participaria do evento. Mas os gestores não apareceram. Cinco mandaram representantes. Ao ser...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.