Judiciário

Quarta-Feira, 19 de Maio de 2010, 15h:44 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:26

JUDICIÁRIO

Por enquanto, Stábile fica no TRE e TJ; ministra aguarda provas

Desembargador Evandro Stábile   Ao menos por enquanto, o desembargador Evandro Stábile vai permanecer no comando do Tribunal Regional Eleitoral mesmo após denúncias que apontam sua participação em um suposto esquema de venda de sentenças no Estado. A ministra do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Nancy Andrighi, negou o pedido feito pelo Ministério Público Federal para que o magistrado fosse afastado não apenas da presidência do TRE como também do cargo de desembargador do Tribunal de Justiça, conforme mostra o site Consultor Jurídico - veja aqui.

   Para a ministra, “o afastamento do desembargador de seu cargo se mostra, ao menos nesse momento, medida prematura e temerária, dada a insuficiência das provas coletadas". Ainda de acordo com ela, "mostra-se apropriado aguardar, ao menos, o desenrolar das diligências ora deferidas, que poderão trazer subsídios mais consistentes ao inquérito”.

   A ministra determinou a quebra de sigilo bancário de Stábile, da ex-juiza do TRE Maria Abadia Pereira de Souza Aguiar e de Castrillo Advogados, escritório do advogado André Castrillo, além da quebra de sigilo fiscal dos dois primeiros.

   De acordo com o MPF, há “fortes indícios quanto à existência de um grupo de pessoas associado em torno de uma estrutura organizada, perene e com predisposição comum de meios objetivando a prática criminosa, notadamente a suposta manipulação de decisões judiciais, mediante exploração de prestígio e corrupção ativa e passiva. Contatos diários dos integrantes do grupo, sempre a tratar da possibilidade de influenciar em decisões judiciais, demonstra a regularidade e a constância das atividades empreendidas”.

   A Polícia Federal prendeu 9 pessoas nesta terça (18) e cumpriu outros 30 mandados de busca e apreensão. Foram presos Célia Cury, advogada e esposa do desembargador aposentado Tadeu Cury, Alcenor Alves de Souza, ex-prefeito de Alto Paraguai, Ivone Reis Siqueira, Santos de Souza Ribeiro, Alessandro Jacarandá, Jarbas Nascimento, Cláudio Emanuel Camargo e Rodrigo Vieira. O advogado Max Weizer Mendonça continua foragido.

   Conforme o MPF, interceptações telefônicas comprovam que Célia e Ivone eram as principais articuladoras do esquema. A esposa de Tadeu Cury “atuaria como principal elo de ligação entre interessados/intermediadores e juízes/desembargadores, tendo sido identificada aparente participação ativa” em negociações relativas a alguns casos de pedido de habeas corpus.

Postar um novo comentário

Comentários (13)

  • Isabela | Sexta-Feira, 21 de Maio de 2010, 13h48
    0
    0

    É Dr. Evandro, isso é justiça divina. Achou que era mais poderoso que Ele, estava se achando Deus.

  • carlos simões | Quinta-Feira, 20 de Maio de 2010, 14h18
    0
    0

    O que mais admira na decisão da Ministra é que os advogados foram presos por venderem sentenças, o juizes que as intermediam junto aos advogados estão soltos, pois, segunda a Ministra, as provas são insuficientes, kkk! Haja subserviência ao corporativismo!

  • Robson | Quinta-Feira, 20 de Maio de 2010, 11h25
    0
    0

    Esse não aguenta meia hora de investigação. Já dançou. Salário do TJ não banca esse padrão de vida.

  • Cidadã indignada | Quinta-Feira, 20 de Maio de 2010, 11h02
    0
    0

    Não quero aqui defender o Alcenor Alves de Souza; todavia, por que ele continua preso e os ex-juízes do TRE/MT foram liberados? A conversa que mais se ouviu nas duas últimas eleições foi a negociação de sentenças. Prova não se tem. Mas a cidade é pequena e não há segredo que não seja revelado! Sugiro ouvirem o ex-prefeito BILU e a sua relação com o Dr. Renato Vianna, à época jurista do TRE.

  • LUIZ GUSTAVO | Quinta-Feira, 20 de Maio de 2010, 07h12
    0
    0

    LUIZ GUSTAVO, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Jonas da Silva | Quarta-Feira, 19 de Maio de 2010, 21h04
    0
    0

    ESSA QUESTÃO DE VENDA DE SENTENÇA JÁ TEM 12 ANOS QUE "TRAMITA" NO ENTORNO DO TJ. Demorada, igual aos processos. Mas, não vai demorar muito e vai sair uma sentença transitada em julgada

  • elaine | Quarta-Feira, 19 de Maio de 2010, 19h24
    0
    0

    Não é esse Desembargador que constantemente decide sobre uma ou outra PROMOÇÃO na PM?????? Será que decide JUSTAMENTE?????

  • Maneporrete | Quarta-Feira, 19 de Maio de 2010, 18h55
    0
    0

    Respondam com sinceridade;a-em quem vocês confiam mais? Em um flanelinha ou um Juiz?b-qual o ambiente mais solene? o TRE ou a Cabana da Dudu? c-quem é mais enigmático?O Fantasma ou o M.O.A.?

  • neto | Quarta-Feira, 19 de Maio de 2010, 18h17
    0
    0

    Primo; pede para cag... e sai. Ou melhor, pede pra aposentar e sai

  • Candido Josadach | Quarta-Feira, 19 de Maio de 2010, 17h36
    0
    0

    "INGÊNIO" quá quá quá quá!!!!!

Nobres chora a morte de ex-prefeito

flavio dalmolin 400   A pequena e turística Nobres, de 16 mil habitantes, parou neste Feriado de Tiradentes em comoção pela morte, por Covid-19, do ex-prefeito Flávio Dalmolin (foto). Um cortejo percorreu ruas e avenidas, parou em frente ao estádio municipal Balizão e à prefeitura, onde...

Derrotado ensaia disputa ao Governo

reinaldo morais 400 curtinha   O empresário Reinaldo Morais (foto), o rei dos porcos, está disposto a gastar mais uns milhões com nova candidatura majoritária, agora para governador. No ano passado, concorreu ao Senado e obteve votação decepcionante. Foi o penúltimo colocado numa corrida com 11...

Sicredi recua de comprar praça pública

enilson rios 400 prefeito araputanga   A diretoria do Sicredi nem esperou ser votado na Câmara Municipal o polêmico projeto sobre negociação de uma praça pública no centro de Araputanga para cancelar o negócio. A cooperativa havia "amarrado" entendimento com o prefeito Enilson de Araújo...

Sessão, voto e namoro com cantora

ulysses moraes 400   Na sessão virtual da Assembleia desta segunda, o deputado Ulysses Moraes (foto), do PSL, estava demorando para computar o voto na apreciação de um veto do governador. O presidente Max Russi (PSB), então, cobrou agilidade do colega e brincou, dizendo que agora ele só tem olhos para a Maraisa....

Misal é reeleito para o 10º mandato

misael galv�o 400 curtinha   Após dois anos fora do comando do Shopping Popular, período em que respondeu pela presidência da Câmara da Capital, o ex-vereador Misael Galvão (foto) voltou à direção do empreendimento, que abriga 500 lojas. E, sob forte...

Oscarlino, Pros e "nocaute" em Gisela

oscarlino 400   Na queda-de-braço dentro do Pros por espaço político, o ex-sindicalista Oscarlino Alves (foto) nocauteou a ex-superintendente do Procon-MT, Gisela Simona. Ele foi um dos filiados que não aceitaram apoio a Abílio na disputa de segundo turno para prefeito de Cuiabá, se aliou ao projeto de...