Judiciário

Terça-Feira, 23 de Fevereiro de 2010, 07h:24 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:25

Tribunal de Justiça

Processo contra Jurandir é retirado da pauta de julgamentos

Desembargador José Jurandir de Lima   O desembargador José Jurandir de Lima, ex-presidente do Tribunal de Justiça entre 2005 e 2007, não deve ser julgado na sessão desta terça (23) do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). A informação é do site Midia News. Jurandir é acusado de ter empregado seus dois filhos durante o período em que comandou o Judiciário mato-grossense. Conforme denúncias, o magistrado contratou sua filha, Tássia Fabiana Barbosa de Lima, como servidora do Tribunal, mas ela morava e estudava em São Paulo. Já Bráulio Estefânio Barbosa de Lima, outro filho do desembargador, cursava medicina em Cuiabá em período integral, o que o impedia de trabalhar. Bráulio faleceu em um acidente de carro, na Avenida do CPA, há três anos.

   O relator do processo, conselheiro Milton Nobre, informou que a retirada da pauta de julgamentos se deve ao fato de outros 10 juízes e desembargadores do Estado também passarem pelo "crivo" do CNJ nesta terça.

   Conforme informações, o clima entre os magistrados mato-grossenses é tenso, já que o julgamento desta terça promete entrar para a história como um dos mais polêmicos devido à repercussão nacional do caso. Este seria mais um escândalo para o Estado.

   O processo administrativo disciplinar, sob a relatoria de Ives Gandra, apura a denúncia de pagamentos indevidos na gestão do desembargador José Ferreira Leite, ex-presidente do Tribunal de Justiça. Magistrados poderão ser afastados dos cargos, segundo o presidente do CNJ, ministro mato-grossense Gilmar Mendes. A denúncia foi enviada ao CNJ em 2008, pelo então corregedor-geral do TJ, desembargador Orlando Perri. Há indícios de desvios de verbas e materiais na construção do Fórum de Cuiabá e favorecimento em licitação e tráfico de influência envolvendo desembargadores.

   Dentre os magistrados mato-grossenses investigados, estão, além de Ferreira Leite, os desembargadores José Tadeu Cury e o atual presidente do Tribunal, desembargador Mariano Travassos, e os juízes Marcelo Souza de Barros, Irênio Lima Fernandes, Antônio Horácio da Silva Neto, ex-presidente da Associação de Magistrados do Estado (Amam-MT), Marcos Aurélio dos Reis Ferreira, filho de Ferreira Leite, Juanita Cruz Clait Duarte (filha do ex-presidente do TJ desembargador Wandir Clait Duarte - já falecido), Maria Cristina de Oliveira Simões e Graciema Caravellas.

   De acordo com o relatório da auditoria contratada pelo ex-presidente Paulo Lessa, o desembargador Ferreira Leite recebeu três parcelas de pagamentos irregulares, sendo uma de R$ 22,1 mil, outra de R$ 291,3 mil e, a última, de R$ 23,2 mil. O juiz Irênio foi contemplado com quatro parcelas (R$ 61,7 mil; R$ 65,5 mil; R$ 5 mil e R$ 18,2 mil). Marcos Aurélio teria se beneficiado com duas parcelas (R$ 139,3 mil e R$ 15,7 mil). Antonio Horácio obteve duas, uma de R$ 28 mil e outra de R$ 54,7 mil. Já Marcelo Souza de Barros recebeu uma única parcela de R$ 237,3 mil.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • SANDRO | Quarta-Feira, 24 de Fevereiro de 2010, 13h53
    0
    0

    Mais uma vez o Judiciário Matogrossense nos envergonha, primeiro começou com o caso do Ilustrissimo Senhor Doutor Juiz de Direito Leopoldino Marques do Amaral, escandalo em que nao virou nada e a Digna Srª Baetriz Áreas encontra-se Livre ... e Agora os Senhores Desembargadores, escondidos atras de sua toga, fazendo de suas artes... e o mais importante COM O ERÁRIO (DINHEIRO PÚBLICO). . . mais ta certo ... Vc´s ja perceberam que o Estado de Mato Grosso é o Estado onde tem mais filhos de Juizes e de Desembargadores passando para Concurso de Juiz.... so neste processo tem 2 filhos envolvidos .... kkkkk...vamos rir ... porque chorar não da mais ....

  • elizabeth | Terça-Feira, 23 de Fevereiro de 2010, 16h05
    0
    0

    elizabeth, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Herodoto | Terça-Feira, 23 de Fevereiro de 2010, 14h58
    0
    0

    Herodoto, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • FLÁVIA FERNANDA | Terça-Feira, 23 de Fevereiro de 2010, 09h15
    0
    0

    FLÁVIA FERNANDA, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • IVAN NUNES | Terça-Feira, 23 de Fevereiro de 2010, 07h39
    0
    0

    POVO BRASILEIRO E CUIABANO NÃO FIQUEM COM PENA, POIS AI NÃO TEM NINGUÉM BOBÔ...QUE A JUSTIÇA SEJA FEITA SIM DO GRANDE AO PEQUENO, NA MINHA OPINIÃO DEVERIAM SER DEMITIDO A BEM DO SERVIÇO PÚBLICO E NÃO APOSENTADORIA CONPULSÓRIA...ISTO É UMA VERGONHA NACIONAL....E VIVA A JUSTIÇA ....IVAN

Luta pra isentar parte dos aposentados

eduardo botelho 400 curtinha   Primeiro-secretário da Assembleia, Eduardo Botelho (foto) disse que foi criada espécie de força-tarefa dos deputados para fechar um acordo com o governo, de modo a ajudar aposentados e pensionistas e portadores de doenças raras para isenção do pagamento da alíquota da...

Investimentos em segurança pública

alexandre bustamante 400   Alexandre Bustamante (foto), secretário estadual de Segurança Pública, é enfático ao afirmar que o Estado tem investido em equipamentos e infraestrutura para combater a criminalidade. Segundo ele, a maior prova disso são os projetos que integram o programa MT Mais. Ao todo, devem...

Folha antecipada em Várzea Grande

kalil baracat 400 curtinha   Com o privilégio de ter assumido a prefeitura em janeiro com superávit de R$ 74 milhões da antecessora Lucimar Campos, o prefeito várzea-grandense Kalil Baracat (foto) quitou a folha de fevereiro na última quinta (25), três dias antes da virada do mês. São cerca de...

Grupo de risco em casa até 31 de maio

Em novo decreto, dentro das medidas emergenciais e temporárias de prevenção ao Covid-19, o prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro determinou que servidores municipais que integram o chamado grupo de risco não devem trabalhar presencialmente nas secretarias e/ou órgãos da administração. São considerados desse grupo servidores acima de 60 anos, imunodeprimidos e/ou portadores de doenças crônicas e servidoras grávidas e...

Beco do Candeeiro só abrirá em abril

Carlina 400   A secretária municipal de Cultura, Esporte e Lazer, Carlina Jacob (foto), em visita ao Grupo Rdnews, revelou que a revitalização do Beco do  Candeeiro, que foi concluída em janeiro, será entregue à população em abril, nas comemorações dos 302 anos de...

Águas, expansão e investimentos

william figueiredo 400 aguas cuiaba curtinha   O diretor-geral da Águas Cuiabá, executivo William Figuereido (foto), disse, em visita à sede do Rdnews, quando aproveitou para conceder entrevista à tv web Rdtv, que a concessionária já distribui água para toda Cuiabá e que, em quase quatro anos...