Judiciário

Sexta-Feira, 16 de Abril de 2010, 09h:25 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:25

INVESTIGAÇÃO

Procurador defende manutenção das prisões dos 15 envolvidos

   O procurador da República Mário Lúcio Avelar acredita que todos os 15 pedidos de prisão preventiva feitos no início da noite desta quinta (15) serão deferidos pelo juiz federal da 1º Vara de Cuiabá Julier Sebastião da Silva. A expectativa é que o magistrado emita um parecer até o final desta sexta (16). Segundo Avelar, foi necessário o pedido de manutenção das prisões porque o Ministério Público Federal constatou que eles possuem um poder e liderança maior no suposto esquema de desvios de de R$ 51 milhões da Fundação Nacional de Saúde (Funasa). Assim, é necessário assegurar a continuidade das investigações da PF, que finaliza o inquérito contra os envolvidos. Depois que essa fase for concluída, Avelar decide quantas denúncias vai oferecer e caberá à Justiça acolher ou não o pedido os transformando em réus.

  Tiveram o pedido de prisão preventiva requeridos pelo MPF Abel Alves Saraiva Dos Santos, Carlos Roberto Ribeiro de Miranda (tesoureiro do PMDB), Celino Henrique Lugon Fraga, Evandro Vitã Rio, Francisco Salvador de Mattos, José Luis Gomes Bezerra (empresário e sobrinho de Carlos Bezerra), Luciano de Carvalho Mesquita, Maria Guimarães Bueno de Araujo, Rafael Bello Bastos (assessor do deputado federal Carlos Bezerra e secretário-geral do partido), Renata Guimarães Bueno, Ronildo Lopes do Nascimento, Ronilton Souza Carlos, os irmãos Valdebran e Waldemir Padilha (empreiteiros) e Welligton Fanaia Pereira. Quase todos eles já estão presos desde a realização da Operação Hygeia, mas ganhariam liberdade na noite desta sexta (16).

  Agora, correm o risco de ter a temporária convertida em preventiva e ficar no sistema carcerário por mais tempo. Além das prisões temporárias, Avelar requisitou a perda do cargo público de outras 12 pessoas investigadas pela PF: Marco Antônio Stangherlin, Marcio Souza Farias, Gleida Mariza Costa, Ídio Nemézio de Barros Neto, Lauriel Francisco da Silva, Edson Ricardo Petile, Paulo Felix Castro de Almeida; Raul Dias de Moura, Washington Luis Melo dos Anjos, Mario Lemos de Almeida, Warley Guerra Duarte, Odil Benedito Antunes do Nascimento. Todos são acusados de fazer parte de uma quadrilha que fraudava licitações, superfaturava obras e contratava funcionários fantasmas.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

EP na batalha por vacinas e insumos

emanuel pinheiro 400 O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (foto) entrega nesta segunda (8) PL para a aquisição de vacinas para combate à Covid-19, medicamentos, insumos e equipamentos. O documento foi elaborado pela Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) e será votado na Câmara. Esse é mais um movimento...

Fúrio volta à carga contra secretário

celio furio 400 curtinha Depois de se enganar ao abrir investigação contra o secretário de Saúde Gilberto Figueiredo e ter de pedir desculpas, o promotor Célio Fúrio (foto) voltou à carga. Fúrio entrou na Justiça para que Gilberto seja condenado à perda da função...

TJ e posse em cartórios após 7 anos

maria helena _ curtinha O Tribunal de Justiça, sob Maria Helena (foto), marcou para 31 de março a posse coletiva dos aprovados no concurso para os cartórios extrajudiciais de Mato Grosso. O certame vem se arrastando desde 2013 e foi interrompido diversas vezes por causa de recursos judiciais de concorrentes inconformados com os...

Setores vivem tensão e são castigados

Gilberto Figueiredo Artigo O governo acerta ao estender o horários de funcionamento dos supermercados. Afinal, desde que o decreto entrou em vigor, as filas se multiplicaram pela Capital, aumentando o risco de transmissão do novo coronavírus. Há a expectativa de que novas medidas possam ser tomadas diante do evidente colapso da...

Limpeza e obras no entorno da Arena 

Beto 2x1 400 curtinha   Apesar da Arena Pantanal ser um cartão postal do Estado, o entorno do estádio vive situação crítica com lixo nas ruas, episódios de esgoto à céu aberto e matagal. O secretário estadual de Esporte e Cultura, Beto 2 a 1 (foto), em visita ao Rdnews, assegura que os...

VI de R$ 18 mil garantida na Câmara

juca 400 curtinha A verba indenizatória de R$ 18 mil para os vereadores da Câmara de Cuiabá está garantida, pelo menos por enquanto. Depois de diversas ações judiciais, derrubando a alta indenização por gastos do mandato, os vereadores implantaram o benefício novamente em dezembro. O...