Judiciário

Sexta-Feira, 04 de Abril de 2014, 19h:03 | Atualizado: 04/04/2014, 19h:22

OPERAÇÃO FIDARE

Procuradora e servidor são liberados

A procuradora e ex-secretária de Saúde de Cáceres, Maria Luiza Vila Ramos de Faro, teve o pedido de revogação deferido pelo juiz federal da 1ª Vara do município, Mauro Patini, nesta sexta (4). Ela foi presa na terça (1º de abril) após deflagração da Operação Fidare, pela Polícia Federal.

Segundo o advogado Landolfo Vilela Garcia Júnior, a procuradora foi secretária por oito meses, e envolvida na operação após aparecer em duas gravações feitas pela ex-secretária Arlene Alcântara, onde declarava a fornecedores que iria falar com Maria Luiza para dar parecer favorável a compra de medicamentos. “Ela foi obrigada a ser secretária, porque ninguém queria ocupar o posto. Minha cliente não aparece falando com ninguém. Dizer que vai falar com ela não significa que a mesma tenha dado algum parecer irregular”, relata.

Landolfo ainda garante que os únicos pareceres que a procuradora deu, à época, foram para compra de remédios sem licitação determinados pela Justiça, por meio de liminares concedidas aos pacientes. 

Até esta sexta, quatro pessoas que tiveram decretada prisão temporária foram soltas. Além de Maria Luiza, o servidor do Pronto-Socorro Diego Antonini dos Santos, o chefe de Gabinete do prefeito Francis Maris, Edson Flávio Santos, e a ex-secretária de Saúde Jaqueline Souto Faria Navarro recorreram e estão em liberdade. Acontece que quem foi preso temporariamente e não conseguir revogar a situação, deve ser solto no domingo (6), quando completam os cinco dias previstos na Lei. Há possibilidade ainda de o magistrado prorrogar a detenção. Já os enquadrados na preventiva, ou seja 30 dias, só sairão em 1º de maio caso não consigam habeas corpus. 

Falha

Por falha no primeiro mandado de prisão, que vazou à imprensa, o nome de Henrique César Marcelino Vilela, representante comercial no ramo de material hospitalar, aparece entre os que deveriam estar detidos. A advogada Monique Vilela esclarece que após o juiz expedir a decisão, inclusive, com Henrique entre os presos temporariamente, foi detectado um erro, pois o mesmo não teve pedido de detenção decretado. Segundo Monique, Henrique foi apenas testemunha e nunca participou de licitações em Cáceres.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Landolfo Vilela Garcia Junior | Sábado, 05 de Abril de 2014, 14h28
    0
    0

    Gostaria de destacar que as Doutoras Izabel Caressato e Ivone Adorno elaboraram o pedido de revogação da medida de prisão temporária junto ao MM. Juízo Federal de Cáceres MT, limitei-me a extrair as peças necessárias e repassá-las às mesmas, tais como: Depoimento, mandado de prisão e atestados médicos. Tenho atuado em Cuiabá junto à Dra. Maria Luiza, intervindo no presídio junto aos funcionários. Posso ter deixado de mencionar tais fatos e razão da urgência em atender as necessidades das detidas junto ao Presídio, e destaquei em meus esclarecimentos a minha indignação com as condições físicas das prisões. Deixei claro que não tinha uma posição jurídica, posto que era muito prematuro.

  • Dornele$ | Sábado, 05 de Abril de 2014, 14h15
    0
    0

    É tia, já vai aprendendo, que daqui pra frente, a jega vai ser sua nova morada!

  • Tiritica | Sexta-Feira, 04 de Abril de 2014, 23h11
    0
    0

    A população de Cáceres, fica preocupada com essa operação Fidare para que não fique igualmente as CPIs que acontece na Câmara Municipal de Cáceres, colocam panos quentes e só gera gastos a mais para os contribuintes e não vira nada, e os corruptos com os milhões no bolso....isso preocupa!!!!!!!!!!!!!!!!

Salgadinhos sim; caminhão pipa, não

humberto bolinha 400 curtinha   Em Guiratinga, o prefeito Humberto Domingos, o Bolinha (foto), resolveu homologar na última segunda, 1º de junho, processo licitatório para contratar uma empresa com vistas a fornecer salgadinhos nas 11 secretarias municipais. Vão ser gastos com salgados R$ 21,7 mil. No mesmo dia, Bolinha...

Nepotismo e demissão na gestão Pátio

leandro junqueira 400   Acuado pela notificação recomendatória do Ministério Público Estadual, o prefeito de Rondonópolis, Zé do Pátio, não teve outra saída senão exonerar a servidora Renata Castilho Moreno do cargo comissionado de gerente do Departamento de Engenharia e...

Candidatíssima à vereadora em Cuiabá

gisele almeida 400 curtinha   A apresentadora de TV, Gisele Almeida (foto), vai mesmo encarar o teste das urnas como candidata à vereadora em Cuiabá. Irmã do ex-vereador, ex-deputado e hoje conselheiro afastado do TCE, Sérgio Ricardo, ela não perde tempo nas articulações. Recentemente, recebeu no...

Quebra-cabeça para definir a chapa

eduardo botelho 400 curtinha   Eduardo Botelho (foto) está postergando ao máximo a definição dos nomes de sua chapa ao comando da Mesa Diretora. A eleição já acontece no dia 10, na próxima semana. Como 12 dos 24 deputados brigam por espaço, o presidente da Assembleia sabe que, ao final,...

Secretário terá de explicar contrato

alex vieira 400 curtinha   O secretário de Educação de Cuiabá, Alex Vieira (foto), tem dois dias para apresentar defesa ao TCE sobre uma representação da empresa F. M Paragas, propriedade de Fernando Marcelo, que apontou supostas irregularidades na contratação, por dispensa de...

Presidente da OAB e péssimo exemplo

leonardo campos 400 curtinha   Continua repercutindo muito mal, inclusive em âmbito nacional, o escândalo em que se envolveu Leonardo Campos, o Léo Capataz (foto), que acabou se afastando da presidência da OAB-MT. Deu um péssimo exemplo à sociedade. Ele foi parar na Delegacia, na semana passada, sob...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.