Judiciário

Sexta-Feira, 04 de Abril de 2014, 19h:03 | Atualizado: 04/04/2014, 19h:22

OPERAÇÃO FIDARE

Procuradora e servidor são liberados

A procuradora e ex-secretária de Saúde de Cáceres, Maria Luiza Vila Ramos de Faro, teve o pedido de revogação deferido pelo juiz federal da 1ª Vara do município, Mauro Patini, nesta sexta (4). Ela foi presa na terça (1º de abril) após deflagração da Operação Fidare, pela Polícia Federal.

Segundo o advogado Landolfo Vilela Garcia Júnior, a procuradora foi secretária por oito meses, e envolvida na operação após aparecer em duas gravações feitas pela ex-secretária Arlene Alcântara, onde declarava a fornecedores que iria falar com Maria Luiza para dar parecer favorável a compra de medicamentos. “Ela foi obrigada a ser secretária, porque ninguém queria ocupar o posto. Minha cliente não aparece falando com ninguém. Dizer que vai falar com ela não significa que a mesma tenha dado algum parecer irregular”, relata.

Landolfo ainda garante que os únicos pareceres que a procuradora deu, à época, foram para compra de remédios sem licitação determinados pela Justiça, por meio de liminares concedidas aos pacientes. 

Até esta sexta, quatro pessoas que tiveram decretada prisão temporária foram soltas. Além de Maria Luiza, o servidor do Pronto-Socorro Diego Antonini dos Santos, o chefe de Gabinete do prefeito Francis Maris, Edson Flávio Santos, e a ex-secretária de Saúde Jaqueline Souto Faria Navarro recorreram e estão em liberdade. Acontece que quem foi preso temporariamente e não conseguir revogar a situação, deve ser solto no domingo (6), quando completam os cinco dias previstos na Lei. Há possibilidade ainda de o magistrado prorrogar a detenção. Já os enquadrados na preventiva, ou seja 30 dias, só sairão em 1º de maio caso não consigam habeas corpus. 

Falha

Por falha no primeiro mandado de prisão, que vazou à imprensa, o nome de Henrique César Marcelino Vilela, representante comercial no ramo de material hospitalar, aparece entre os que deveriam estar detidos. A advogada Monique Vilela esclarece que após o juiz expedir a decisão, inclusive, com Henrique entre os presos temporariamente, foi detectado um erro, pois o mesmo não teve pedido de detenção decretado. Segundo Monique, Henrique foi apenas testemunha e nunca participou de licitações em Cáceres.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Landolfo Vilela Garcia Junior | Sábado, 05 de Abril de 2014, 14h28
    0
    0

    Gostaria de destacar que as Doutoras Izabel Caressato e Ivone Adorno elaboraram o pedido de revogação da medida de prisão temporária junto ao MM. Juízo Federal de Cáceres MT, limitei-me a extrair as peças necessárias e repassá-las às mesmas, tais como: Depoimento, mandado de prisão e atestados médicos. Tenho atuado em Cuiabá junto à Dra. Maria Luiza, intervindo no presídio junto aos funcionários. Posso ter deixado de mencionar tais fatos e razão da urgência em atender as necessidades das detidas junto ao Presídio, e destaquei em meus esclarecimentos a minha indignação com as condições físicas das prisões. Deixei claro que não tinha uma posição jurídica, posto que era muito prematuro.

  • Dornele$ | Sábado, 05 de Abril de 2014, 14h15
    0
    0

    É tia, já vai aprendendo, que daqui pra frente, a jega vai ser sua nova morada!

  • Tiritica | Sexta-Feira, 04 de Abril de 2014, 23h11
    0
    0

    A população de Cáceres, fica preocupada com essa operação Fidare para que não fique igualmente as CPIs que acontece na Câmara Municipal de Cáceres, colocam panos quentes e só gera gastos a mais para os contribuintes e não vira nada, e os corruptos com os milhões no bolso....isso preocupa!!!!!!!!!!!!!!!!

Partidos com 2 ou mais pré ao Senado

margareth buzetti 400 curtinha   Dirigentes partidários estão passando apurado, nesta fase de pré-campanha, para conduzir o processo de escolha de candidatura ao Senado para a vaga de Selma Arruda, cassada por crimes eleitorais. Mesmo sabendo que as chances são remotíssimas de êxito nas urnas, alguns...

Muitos cuiabanos votam em Chapada

thelma de oliveira 400 curtinha   A ex-deputada federal Thelma de Oliveira (PSDB), que em 2016 transferiu o domicílio eleitoral de Cuiabá para Chapada dos Guimaráes, já está trabalhando nos bastidores o projeto de reeleição. E, agindo nos bastidores e de forma estratégica, ela conseguiu um...

Câmara cassará 4º eleito em 11 anos

ricardo saad 400   O emblemático e inconsequente Abílio Júnior (PSC) caminha para entrar para os anais da Câmara de Cuiabá como o quarto vereador a ter o mandato cassado nos últimos 11 anos. Parecer da Comissão de Ética, sob relatoria de Ricardo Saad (foto), é pela perda da cadeira...

Apto, ex-prefeito vai disputar Chapada

gilberto mello 400 curtinha   O ex-prefeito de Chapada dos Guimarães, Gilberto de Mello (foto), contesta registro no Curtinhas, citando que ele estaria inelegível por responder a alguns processos e ter amargado condenações pela Justiça - saiba mais aqui. Filiado ao PL e disposto a ir à...

PT-Cuiabá sugere disputa ao Senado

bob pt 400 curtinha   Em resolução do diretório de Cuiabá, aprovada nesta quinta após discussões ampliadas, o PT municipal, presidido por Bob Almeida (foto), decidiu recomendar à Executiva Estadual o projeto de candidatura própria ao Senado. O documento dispara críticas tanto ao Governo...

Prefeituras agora pagam 27% de TIP

neurilan fraga 400 curtinha   A reforma tributária do governo estadual, aprovada pelos deputados, incluiu 27% de taxa de iluminação pública. Antes eram isentos. Com a cobrança do tributo, a conta de energia das prefeituras vai às alturas. A fatura de Cuiabá vencida em 28 de dezembro, por exemplo, foi...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O governador Mauro Mendes acaba de encerrar o 1º dos quatro anos de mandato. Na sua opinião, como está indo a administração?

ótima

boa

regular

ruim

péssima

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.