Judiciário

Segunda-Feira, 07 de Outubro de 2019, 11h:25 | Atualizado: 07/10/2019, 11h:36

TCE

Riva confirma que negociou com Bosaipo saída para dar lugar à esposa no Tribunal

Reprodução

riva-bosaipo.jpg

Bosaipo saindo da vaga no TCE poderia abrir espaço à esposa de Riva

O ex-presidente da Assembleia José Riva afirmou, em tentativa de delação premiada, que negociou a saída de Humberto Bosaipo do Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT) para que a vaga fosse ocupada por sua esposa e ex-secretária de Estado, Janete Riva. Apesar da indicação, Janete enfrentou alta rejeição à época.

Depois de ter a homologação da delação negada no Supremo Tribunal Federal (STF), o ex-deputado segue tentando fechar acordo para reduzir punições aplicadas a ele pela Justiça por crimes cometidos em seu período na Assembleia.

De acordo com o jornal A Gazeta, a negociação para compra da vaga de Bosaipo teria tido início após o Superior Tribunal de Justiça (STJ) afastar o então conselheiro do TCE-MT em ações da Operação Arca de Noé. Abriu-se uma discussão na Assembleia e diversos parlamentares teriam demonstrado interesse na vaga. Bosaipo, apesar de afastado do cargo, teria exigido pagamentos para deixar a vaga, o que teria inibido deputados que não tinham condições financeiras de arcar com a “compra” da vaga.

Gilberto Leite

janete_galeria.jpg

Janete Riva seria beneficiada

Entre os interessados restantes, estaria o ex-deputado Gilmar Fabris (PSD), que desistiu depois de pressões de servidores do TCE-MT. Bosaipo então teria oferecido a vaga “por alguns milhões”, que deveriam ser quitados até um ano depois de o novo conselheiro assumir o cargo.

Riva conta que conseguiu a aprovação do nome de Janete entre os deputados e fez um empréstimo junto ao Banco do Brasil para a compra da vaga. O pagamento a Bosaipo teria sido dividido em três parcelas, sendo um depósito em conta indicada pelo então conselheiro no Banco do Brasil, um pagamento a intermediário e parte repassada pessoalmente por Riva.

O ex-deputado não indicou os valores exatos da negociação, o que deve fazer em depoimentos posteriores. Também deverão ser apresentadas testemunhas, nomes e provas complementares.

A saída de Bosaipo do TCE-MT ocorreu em dezembro de 2014. Mesmo afastado do cargo, ele tentou se aposentar em novembro daquele ano, mas teve o pedido negado por decisão da juíza Célia Regina Vidotti, da Vara Especializada em Ação Civil Pública e Ação Popular. Um processo de escolha de novo conselheiro foi feito pela Assembleia, com indicação de Janete Riva.

O Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu o processo a pedido da Audicon ainda em dezembro de 2014. A indicação de um novo nome só foi destravada em fevereiro de 2019, quando a Assembleia escolheu o então deputado Guilherme Maluf como novo conselheiro do TCE-MT.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Gilberto | Terça-Feira, 08 de Outubro de 2019, 14h37
    0
    0

    De há muito tempo ocorre essa bandalheira, os cargos são comprados a preço de ouro. Agra eu pergunto, para aprovar contas ou emitir parecer será que o processo não é o mesmo?

  • Rose | Terça-Feira, 08 de Outubro de 2019, 09h26
    2
    0

    O melhor dos grampos foi o impedimento desta pessoa no TCE.. Já imaginaram?

  • marta | Segunda-Feira, 07 de Outubro de 2019, 16h32
    8
    0

    esse tce mt gasta mais do que fiscaliza. esse é orgao ta uma vergonha alheia.

  • Caran | Segunda-Feira, 07 de Outubro de 2019, 14h19
    0
    0

    Caran, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Leonardo | Segunda-Feira, 07 de Outubro de 2019, 12h11
    10
    0

    Pensei que a amizade desde o PDS (ambos defenderam com unhas e dentes a candidatura do Julinho não início da década de 80) valesse mais. Agora vejo que ficou em último plano, o que vale mesmo é o dimdim.

  • Marlan | Segunda-Feira, 07 de Outubro de 2019, 11h50
    10
    0

    Esses Tribunais de Contas no Brasil inteiro é uma vergonha...e vai continuar enquanto a escolha dos conselheiros forem por indicação política.... Deputada Janaína andou para traz, literalmente, ao desistir da idéia de modificar a forma de escolha dos conselheiros...uma pena. A população se decepcionou com seu recuo...

Matéria(s) relacionada(s):

Rossato quer "minar" reeleição de Ari

dilceu rossato 400 curtinha   Em Sorriso, a capital nacional do agronegócio, a tendência é da disputa à sucessão no próximo ano ficar polarizada entre o prefeito Ari Lafin, do PSDB, e seu antecessor, Dilceu Rossato (foto), hoje filiado ao PSL. Embora se movimente nos bastidores, o deputado Xuxu Dal Molin...

Misael nem espera janela e sai do PSB

misael partido 400 curtinha   Misael Galvão (foto), presidente da Câmara de Cuiabá, nem esperou chegar a janela partidária de março para oficializar a saída do PSB, onde esteve filiado por três anos. Para não colocar o mandato em risco, o parlamentar consultou a Justiça Eleitoral e obteve...

TCE-MT aprova e elogia gestão Binotti

binotti 400 curtinha   O conselheiro interino do TCE, Isaías Lopes, rasgou elogios ao primeiro ano de mandato do prefeito e empresário Luiz Binotti (foto), de Lucas do Rio Verde. Relator das contas do exercício de 2018 da prefeitura, com aprovação unânime pelo Pleno, Isaías destacou que os resultados...

Primavera fará 4 intervenções na BR

leonardo 400 curtinha   Com recursos próprios, a Prefeitura de Primavera do Leste fará quatro intervenções na BR-070, no perímetro urbano, com readaptação e construção de trevos para ajustar o trânsito a uma nova e moderna realidade do município com quase 100 mil...

Vice do DEM-Cuiabá elogia gestão EP

joao celestino 400 curtinha   O advogado João Celestino (foto), vice-presidente da comissão provisória do DEM de Cuiabá e ligado ao senador Jayme Campos, se mostra simpático à gestão Emanuel Pinheiro, do MDB. Aliás, na segunda, Celestino fez uma visita ao prefeito e elogiou a...

Prefeito Beto faz mistério sobre apoio

beto farias 400 curtinha   O prefeito de Barra do Garças, Beto Farias (foto), que está no segundo mandato e com a popularidade em alta, não revela quem apoiará para a disputa à sucessão, nem para aqueles aliados mais próximos. Quando perguntado, o emedebista costuma dizer que não está...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.