Judiciário

Sexta-Feira, 05 de Novembro de 2010, 10h:45 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:28

JUDICIÁRIO

Rubens assume TJ em março

Rubens de Oliveira   A nova Mesa Diretora do Tribunal de Justiça já tem data para iniciar seus trabalhos. A posse dos novos dirigentes será em 1º de março de 2011, obedecendo o regimento interno do órgão. O mandato terá duração de dois anos, sendo encerrado em 28 de fevereiro de 2013. Tomarão posse os desembargadores Rubens de Oliveira, presidente, Juvenal Pereira da Silva, vice, e Márcio Vidal, no cargo de corregedor-geral da Justiça.

   A eleição da Mesa Diretora do TJ é regida pela Lei Orgânica da Magistratura Nacional, que determina que os dirigentes devem ser escolhidos pela maioria dos membros efetivos do Tribunal em votação secreta. Podem se candidatar os magistrados mais antigos, desde que não tenham exercido a presidência ou qualquer cargo de direção nos últimos quatro anos. Caso um deles não tenha interesse em concorrer ao pleito, o próximo mais velho é convidado a participar. A reeleição não é permitida.

   Concorreram à presidência do TJ, além de Rubens de Oliveira, Manoel Ornellas e Juvenal Pereira da Silva, que só entrou na disputa depois que o desembargador Orlando Perri declarou não ter interesse no cargo. Rubens foi eleito por 19 votos, contra apenas 2 de Ornellas. O desembargador substituirá José Silvério Gomes, que assumiu a Mesa depois que o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) determinou a aposentadoria compulsória do ex-presidente Mariano Travassos.

   Com a escolha do novo presidente, Ornellas e Juvenal passaram a concorrer pelo cargo de vice junto com o atual vice-presidente e corregedor do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Márcio Vidal. O cargo foi o mais disputado. Enquanto Juvenal obteve 12 votos e foi eleito, Ornellas ficou com 9. Mas a votação mais polêmica foi para o posto de corregedor, que apresentou o maior número de desistências. Vidal foi eleito com 17 votos.

   O primeiro a negar a candidatura foi o atual presidente do TJ, José Silvério Gomes. Em seu lugar poderia concorrer José Luiz Carvalho, mas o magistrado foi afastado do cargo por determinação do STJ. Ele é suspeito de participar de um esquema de venda de sentenças em Mato Grosso. O próximo da fila, Sebastião Moraes Filho, abriu mão do cargo e cedeu espaço a Juracy Persiani, que também rejeitou a possibilidade de concorrer. Depois deles, Evandro Stábile seria o próximo mais antigo no TJ, mas assim como José Luiz ele está afastado por ordem do STJ.

   A nova Mesa Diretora terá durante os dois anos de mandato a missão de contornar os escândalos que têm recaído sobre o Judiciário mato-grossense nos últimos tempos. O desgaste da imagem do órgão vem ocorrendo desde fevereiro, quando 10 juízes e desembargadores foram aposentados compulsóriamente pelo CNJ. De lá para cá, mais denúncias envolvendo os magistrados num suposto esquema de venda de sentenças ajudaram a sujar a imagem do Tribunal. 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

PTB perdeu uns, mas ganhou outros

emanuelzinho 400   Em Várzea Grande, enquanto alguns militantes do PTB, puxados pelo secretário jaymista Silvio Fidelis foram para os braços do candidato a prefeito Kalil Baracat (MDB), que tem Hazama (DEM) de vice, militantes de outras legendas decidiram abraçar a candidatura do petebista Emanuelzinho (foto). São...

PT de Cuiabá passivo; ROO, autêntico

kleber amorim 400 curtinha   O PT de Rondonópolis se organizou melhor, mobilizou a militância, se tornando mais autêntico do que o núcleo petista de Cuiabá. Para se ter ideia, o partido, numa posição de coragem e levando preocupação ao prefeito Zé do Pátio, que tinha...

DEM é "suprapartidário" em Cuiabá

wilson santos, 400 curtinha   Para uns, o DEM de Cuiabá se tornou "suprapartidário". Para outros, um partido de aluguel. Além de não ter cabeça de chapa para prefeito, o partido do governador Mauro e dos irmãos Júlio e Jayme Campos enfrenta uma situação inusitada de concorrentes...

Diretório do Podemos-VG dissolvido

mara podemos curtinha 400   A direção estadual do Podemos, sob o deputado José Medeiros, destituiu o diretório municipal de Várzea Grande e anulou o encaminhamento para apoio a Kalil Baracat a prefeito. Agora sob comando provisório da professora Wilcimara Carnelós, a Mara (foto), que está na...

Silvio provoca debandada no PTB-VG

silvio fidelis 400 curtinha   Silvio Fidélis (foto), afilhado político de Chico Galindo e que se tornou fiel escudeiro da prefeita várzea-grande Lucimar Campos, de cuja gestão é secretário de Educação, provocou debandada geral no PTB local. Inconformado com a decisão de Emanuelzinho de...

PTB tem 25 e deve eleger 2 à Câmara

misael galvao 400 curtinha   O PTB lançou 25 nomes a vereador em Cuiabá. E a tendência é de eleger entre um e dois. As maiores apostas são os seus próprios vereadores: Misael Galvão (foto) e Adevair Cabral, respectivamente, presidente e primeiro-secretário da Mesa Diretora da Câmara....

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.