Judiciário

Quarta-Feira, 04 de Dezembro de 2019, 10h:00 | Atualizado: 04/12/2019, 10h:23

Se Selma julgasse a si mesma, como juíza a condenaria, dispara ex-ministro Cardozo

O ex-ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso, que atua como advogado de defesa de Carlos Fávaro (PSD) nos recursos contra a senadora Selma Arruda (Podemos), no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), disse durante sustentação oral do julgamento do recurso na noite desta terça (3), que se Selma fosse juíza do caso em que é investigada, certamente a teria condenado e, inclusive, decretado uma prisão preventiva.

“Nem mesmo o cidadão médio pode dizer desconhecer a lei. Agora uma juíza de direito não conhece a lei? Não. A juíza Selma até condenaria a investigada Selma e até decretaria uma prisão preventiva. Pouco importa a conduta da juíza como senadora, se é a favor da Lava Toga, ou contra a corrupção, houve burla ao processo eleitoral”, pontuou Cardoso.

Rodinei Crescêncio

Eduardo Cardozo, ex-ministro da Justi�a, faz a defesa de Carlos F�varo

Eduardo Cardozo, ex-ministro da Justiça, faz a defesa de Carlos Fávaro no processo contra senadora Selma Arruda

O ex-ministro argumentou ainda que as provas contra Selma são densas e apontam que 72% do valor gasto pela juíza aposentada durante a campanha e pré-campanha são provenientes de Caixa 2.

“Basta olhar os depósitos que foram feitos. A defesa da suplente confessa caixa 2. O 1º suplente, paga despesas de campanha pela sua conta, não passa pela contabilidade. Durante a campanha também teve caixa 2. Selma queimou a linha de largada e tinha todo o seu material pronto. Ela feriu a isonomia - R$ 2,9 milhões foram gastos. São 72,29% dos gastos como caixa 2. É um escândalo”.

Cardoso apontou ainda que a escolha de Possamai para 1º suplente de Selma ocorreu para financiar a campanha.  “Selma escolheu um suplente endinheirado para pagar campanha. O contrato de empréstimo de R$ 1,5 milhão foi simulado, caracteriza origem ilícita de recursos. Esse dinheiro desse tal empréstimo ensejou pagamento de despesas eleitorais, de produção de material de campanha. A prova dos autos é avassaladora. O material é de campanha”, pontua.

A sustentação oral foi compartilhada com o advogado Sérgio Ferreira Vitor,  que em nome do PSD, defendeu que até que sejam realizadas novas eleições, Carlos Fávaro, que ficou em 3º lugar nas eleições ao Senado em 2018, assuma a vaga a ser deixada por Selma, até serem realizadas eleições suplementares.

O relator do processo, ministro Og Fernandes, deu voto pela cassação do mandato de Selma e do primeiro suplente, Gilberto Possamai, além de torná-los inelegíveis por oito anos. A posição do relator também foi por cassar o mandato de Clerie Fabiane, terceira suplente.

Fernandes ainda entendeu que devem ser convocadas novas eleições para o Senado em Mato Grosso, sem que Carlos Fávaro assuma o mandato de maneira temporária. O julgamento deve ser retomado na próxima terça (10).

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Zózimo | Quinta-Feira, 05 de Dezembro de 2019, 00h38
    1
    0

    Muito interessante: se a juiza Selma julgasse a Senadora Selma ela a condenaria, forte demais, parabéns ao juiz relator.

  • JOSE | Quarta-Feira, 04 de Dezembro de 2019, 22h47
    0
    2

    PETRALHA

4 ex-prefeitos se juntam em Chapada

gilberto mello 400 curtinha   Considerado nome mais forte da oposição, Gilberto Mello (foto), do PL, lançou sua pré-candidatura à sucessão em Chapada dos Guimarães com apoio de nada menos que três ex-prefeitos, fora ele próprio, que administrou o município entre 2005 e 2008....

Contrato em VG sob irregularidades

jaqueline jacobsen curtinha 400   O TCE mandou a prefeita de Várzea Grande, Lucimar Campos, suspender qualquer pagamento à empresa Lidyfarma Comércio de Produtos Farmacêuticos referente a um contrato sem licitação para compra de 50 mil comprimidos de Azitromincina 500 mg para combate ao coronavírus....

Fabio deve mesmo tentar prefeitura

fabio garcia 400 curtinha   O DEM do governador Mauro aposta todas as fichas na candidatura do empresário Fábio Garcia (foto) a prefeito de Cuiabá. Até sexta ele deve responder "sim" ao partido. Fabinho, como é conhecido, é um dos integrantes do núcleo de confiança do governador. Inclusive foi...

No marketing de Pivetta para Senado

bruno bini 400 curtinha   O cineasta e publicitário Bruno Bini (foto) deve comandar o marketing da campanha ao Senado do vice-governador Otaviano Pivetta. As negociações estão praticamente fechadas. Antes da pandemia, em fevereiro, Pivetta estava em negociação com Antero de Barros. A última campanha...

Jogada de vereador pra conseguir vice

thiago muniz 400 curtinha   O vereador de 2º mandato Thiago Muniz (foto), primo do ex-prefeito Percival, resolveu se lançar pré-candidato a prefeito de Rondonópolis pelo DEM como estratégia para manter o nome nas discussões majoritárias e na esperança de ser convidado para vice de alguém....

MDB fechado com Pivetta à senatória

joao jose 400 curtinha   O médico e deputado estadual João José (foto), do MDB, disse nesta segunda, em entrevista às jornalistas Lídice Lannes e Andhressa Barboza, em live do RDTV, tv web do portal Rdnews, que o seu partido está fechado no apoio à candidatura de Otaviano Pivetta ao Senado, na...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT estuda retomada das atividades escolares presenciais possivelmente em agosto ou setembro. O que você acha?

Estou de acordo

Não - aulas não podem voltar por agora

tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.