Judiciário

Sábado, 29 de Fevereiro de 2020, 10h:54 | Atualizado: 29/02/2020, 11h:22

CPI DO PALETÓ

Silval consegue HC preventivo e vai depor na Câmara sem a cobertura da imprensa

Arquivo/Rdnews

Silval Barbosa

Juíza considerou que o indivíduo, no caso o ex-governador Silval Barbosa, não precisa ficar exposto, dioturnamente, à repercussão midiática desnecessária

A juíza Ana Cristina Silva Mendes, substituta da Sétima Vara Criminal de Cuiabá, concedeu Habeas Corpus ao ex-governador Silval Barbosa, determinando que a CPI do Paletó, providencie os meios necessários para garantir a preservação de sua imagem, assegurando o acesso ao prédio da Câmara de Cuiabá e o depoimento ocorram sem qualquer exposição aos meios de comunicação que porventura vierem a acompanhar o ato. A oitiva esta marcada para a manhã da próxima segunda (02).

 “Contudo, não se pode aquiescer que o indivíduo cooperador seja diuturnamente exposto à repercussão midiática desnecessária, visto que se trata de reoitiva do Colaborador em decorrência da anulação da Resolução nº 15, de 16.11.2017 e da determinação do reínicio dos trabalhos da CPI a partir da edição de nova Resolução, conforme sentença proferida nos autos do Mandado de Segurança nº 1006638-96.2018.811.0041”, diz trecho do despacho.

Silval ingressou com o pedido de HC, assinado pelos advogados Valber Melo, Fernando Faria e Filipe Maia, após seu pedido de dispensa de prestar novo depoimento ter sido negado pelo presidente da CPI do Paletó, vereador Marcelo Bussiki (PSB). A defesa do ex-governador alegou que, além de ser colaborador  Justiça, trata-se de uma nova oitiva provoca pela reabertura dos trabalhos em decorrência de outra decisão judicial

Em sua decisão, a magistrada também considerou que a exposição de Silval causa desconforto familiar. Segundo Ana Cristina Silva Mendes, a situação justifica o deferimento do HC

“Nesse sentido, é evidente que trazer à tona a imagem do Colaborador à mídia estadual, causa desconforto e repercute fortemente em seu meio familiar, o que, por si só, justifica o atendimento do pedido”, completa a decisão.

CPI do Paletó

O ex-chefe de gabinete de Silval, Silvio Corrêa, foi o primeiro a ser ouvido novamente pelos vereadores, em 19 de fevereiro, e reafirmou o pagamento de propina ao prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), quando este exercia o mandato de deputado estadual, para a liberação de obras do Programa Mato Grosso Integrado. Silvio conta que teria pago R$ 600 mil aos deputados envolvidos. Ainda afirmou acreditar que Emanuel, já enquanto prefeito, tenha agido junto ao ex-secretário estadual de Indústria, Comércio, Minas e Energia (Sicme) Alan Zanatta, para obstruir a Justiça.

A CPI foi judicializada por mais de um ano e foram atibuidos novos membros, agora sendo composta pelos vereadores Marcelo Bussiki (PSB), Toninho de Souza (PSD) e Sergento Joelson (PSC). Por orientação da Procuradoria da Câmara, foram aproveitadas somente as provas documentais. Além de Silvio Correa e Silval, a CPI deve reinterrogar o assessor Valdecir Cardoso, em 9 de março, e o ex-secretário de Indústria e Comércio Alan Zanata, em 16 de março.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • vania | Sábado, 29 de Fevereiro de 2020, 13h37
    1
    0

    que absurdo!!!!!

  • QUARTO CRESCENTE CERVEJA E CIA | Sexta-Feira, 28 de Fevereiro de 2020, 22h36
    3
    1

    mas é uma piada nesse país se faz de tudo sempre prá favorecer bandido e corrupto esse elemento destruiu nosso estado e ainda consegue um HC prá preservar sua imagem é brincadeira

Vereadores de ROO e trocas de siglas

fabio cardozo 400 curtinha   Em Rondonópolis, praticamente a metade dos vereadores está aproveitando a janela, que se encerra neste sábado, para mudar de partido, e já com as atenções voltadas à reeleição. E, com a dança das cadeiras, o Solidariedade do prefeito Zé do...

Podemos absorve a turma do barulho

O Podemos conseguiu juntar no seu diretório em Cuiabá a turma do barulho. Dela fazem parte dois com mandatos cassados, Abílio Júnior, que perdeu a cadeira de vereador por quebra de decoro, e a senadora Selma Arruda, cassada por caixa 2 e abuso de poder econômico, mas que ainda continua no cargo. Selma impôs condições para seguir no partido. Chegou a negociar ida para o PSC. E ganhou a presidência municipal do Pode, forçando o...

Secretário, furtos e a incompetência

rodrigo metello 400 curtinha   O secretário de Transporte e Trânsito de Rondonópolis, Rodrigo Metello (foto), filiado ao MDB e pré-candidato a vereador, corre risco de ser acionado na Justiça por centenas de pessoas que tiveram motocicletas apreendidas e que depois acabaram furtadas do Pátio Rondon. O local...

Vereador na base e críticas a Leonardo

leonardo 400 curtinha   Chico 2000, vereador pela Capital, assegura que não procede a informação de que o seu Partido Liberal irá romper com o prefeito Emanuel, não o apoiando à reeleição. Segundo ele, foi Leonardo Oliveira (foto), que participou na quarta de uma reunião do...

Embates sobre a cadeira da discórdia

selma arruda curtinha 400   A cadeira da senadora Selma Arruda (foto), que está cassada há um ano mas, mesmo assim, continua no cargo, vem dividindo opinião de vários líderes políticos, uns torcendo logo para a Mesa do Senado decretar a vacância para Carlos Fávaro assumir a vaga, outros...

PL avisa Chico que não apoiará EP

chico 2000 curtinha   O vereador Chico 2000 (foto), único do PL na Câmara de Cuiabá e governista de carteirinha, se mostrou  desconfortável politicamente quando foi informado nesta quinta que a legenda liberal não vai apoiar a reeleição do prefeito Emanuel, do MDB. O partido é comandado no...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.