Judiciário

Quinta-Feira, 13 de Agosto de 2020, 11h:10 | Atualizado: 13/08/2020, 14h:58

RÊMORA

STF dá 15 dias para Malouf explicar novo atraso em pagamentos de sua delação

Com pagamentos atrasados do acordo de delação premiada, o empresário Alan Malouf deve se explicar no prazo de 15 dias junto à 7ª Vara Criminal de Cuiabá. É a segunda cobrança feita ao delator esse ano que deve restituir R$ 5,5 milhões aos cofres públicos pelo acordo firmado com a Procuradoria Geral da República (PGR). A primeira foi em maio.

Reprodução

Empres�rio Alan Malouf e o ex-governador Pedro Taques

O empresário Alan Malouf delatou o ex-governador Pedro Taques pro esquema na Seduc

Uma parcela de R$ 212 mil deveria ser paga até 31 de julho. Segundo acordo, Alan deve pagar duas parcelas anuais, uma em julho outra em dezembro, até 2022.

A decisão é determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio de Mello e atende a pedido da PGR, que identificou os atrasos e pede multa de 10% nas parcelas.

Preso na Operação Grão Vizir, uma das fases da Rêmora, em dezembro de 2016 pelo Gaeco, Alan foi acusado de estar envolvido em esquema de corrupção na Secretaria de Estadod e Educação (Seduc) durante a gestão do ex-governador Pedro Taques. O dinheiro seria destinado ao pagamento de dívida da campanha eleitoral de 2014, quando Taques foi eleito.

Chegou a ser condenado a 15 anos de reclusão e, com o acordo, a pena pode ser cumprida 7 meses em prisão domiciliar e o restante entre regime semi-aberto e regime aberto diferenciado. Deve se apresentar regularmente à 7ª Vara Criminal e não pode manter contato com outros réus da ação.

Do total de R$ 5,5 milhões que deve restituir parcelado aos cofres públicos, R$ 4 milhões são multa e R$ 1,5 milhão por danos morais coletivos. Cerca de R$ 3,3 milhões já foram restituídos por meio de imóveis que eram de sua propriedade.

Outro Lado

Ao , o advogado Huendel Rolim, responsável pela defesa de Alan Malouf, disse que o empresário não foi notificado. Afirma ainda que a juíza Ana Cristina Silva Mendes, titular da 7ª Vara Criminal, já havia informado a regularidade dos pagamentos.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Realista | Sexta-Feira, 14 de Agosto de 2020, 18h56
    1
    0

    Se fosse um meliante qualquer sem nome importante já estaria com o CPF cancelado sob os aplausos da população. Mas como é de colarinho branco, daí...

  • ana | Quinta-Feira, 13 de Agosto de 2020, 15h07
    2
    0

    ainda vão dar quinze dias pra explicar? sera que se fosse um ze tambem seria assim?

PTB tem 25 e deve eleger 2 à Câmara

misael galvao 400 curtinha   O PTB lançou 25 nomes a vereador em Cuiabá. E a tendência é de eleger entre um e dois. As maiores apostas são os seus próprios vereadores: Misael Galvão (foto) e Adevair Cabral, respectivamente, presidente e primeiro-secretário da Mesa Diretora da Câmara....

Retorno à Câmara após 6 mandatos

fulo 400 curtinha   Figura bastante popular, especialmente na região da Vila Operária, Lourisvaldo Manoel de Oliveira, o Fulô (MDB), que foi vereador de Rondonópolis por seis mandatos, está de volta. Hoje suplente, ele assume provisoriamente nesta segunda a cadeira do titular Thiago Muniz, que pediu licença...

Bolsonaro nem aí para políticos de MT

nelson barbudo 400 curtinha   O cerimonial da Presidência da República deu de ombros para os políticos, inclusive para a bancada federal mato-grossense, na visita de Bolsonaro, sexta, em Sinop e Sorriso. Alguns tentaram, de forma insistente, tirar foto com o presidente. E até conseguiram. Mas o capitão preferiu...

Tião com Flávio e "pau" nos Campos

tiao da zaeli 400 curtinha   A maior bronca dos Campos em Várzea Grande hoje é com o ex-prefeito Tião da Zaeli (foto), que motivou o amigo e empresário Flávio Vargas, dono do frigorífico Frical, a entrar na disputa à sucessão municipal. E Flávio conseguiu construir um amplo arco de...

A única dos maiores fora da reeleição

rosana martinelli 400 curtinha   Seis dos 10 prefeitos dos maiores municípios de MT poderiam disputar a reeleição neste ano por estarem no primeiro mandato ou já tendo exercido outros não consecutivos. E, destes, somente Rosana Martinelli (foto), de Sinop, não se recandidatou. Percebeu dificuldades...

Poconé tem 4 no páreo; Euclides dança

euclides santos 400 curtinha   Em Poconé, o ex-prefeito Euclides Santos (foto) nadou e morreu na praia. Numa queda de braço dentro do PSDB, Euclides, que havia se mudado para Cuiabá e tem o filho na disputa para vereador, perdeu espaço e autonomia para a ex-prefeita Meire Adauto, presidente municipal da legenda tucana e...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.