Judiciário

Terça-Feira, 21 de Janeiro de 2020, 11h:46 | Atualizado: 21/01/2020, 12h:57

INVESTIGAÇÃO NO MPE

Taques nega continuidade de esquema em softwares: não pagamos R$ 1 à empresa

Rodinei Crescêncio

Ex-governador Pedro Taques

Ex-governador Pedro Taques na entrega de mais uma etapa do HMC, em dezembro, última vez em que esteve em ato político, após sair do Governo

O ex-governador Pedro Taques (PSDB) disse estranhar a investigação instaurada pelo Ministério Público Estadual (MPE) para apurar a possível continuidade em seu Governo, de um esquema de pagamento de propina iniciado na Gestão Silval Barbosa. Taques destacou que não foram pagos quaisquer valores à Avançar Tecnologia em Software Ltda, que trocou de nome para Realizar Tecnologia em Software Ltda. à época.

Os pagamentos supostamente ilegais são investigados na Operação Quadro Negro. Silval, o empresário Valdir Piran e outras seis pessoas ligadas à empresa, ao Centro de Processamento de Dados do Estado (Cepromat) e à secretaria estadual de Educação (Seduc) foram denunciados criminalmente. Os pagamentos citados na denúncia foram feitos em 2014.

“O nosso Governo não pagou nada a essa empresa. É muito estranho porque seria suficiente só entrar no Fiplan, que é público, ou no Mira Cidadão, que por nosso Governo foi criado e que está em fonte aberta, e comprovar que na nossa gestão nem um centavo, nem um real, foi pago a essa empresa”, disse ao .

“Quero expressar meu respeito ao Ministério Público brasleiro. Expresso também meu respeito pelo doutor Turin, digno representante do MPE, honesto, sério e competente. Mas eu tenho direitos constitucionais que precisam ser respeitados”, continuou.

Em consulta ao Sistema Integrado de Planejamento, Contabilidade e Finanças (Fiplan) nesta terça (21), a reportagem confirmou que não constam pagamentos ao CNPJ da empresa depois de 2014. Os últimos sete pagamentos foram feitos à Realizar Tecnologia Em Software Ltda. em fevereiro, outubro, novembro e dezembro do último ano da gestão Silval Barbosa.

A Controladoria Geral do Estado (CGE) identificou inicialmente diversos problemas em dois contratos assinados pela Avançar com o Cepromat. Os auditores constataram que boa parte dos softwares educacionais não haviam sido entregues pela empresa. Do material entregue, existiam mídias vazias, programas desatualizados e também informações de outros Estados que não Mato Grosso. As auditorias foram feitas em 2015, já com Taques no Palácio Paiaguás.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Presidente do TJ-MT assume Codepre

carlos alberto tj 400 curtinha   O presidente do TJ-MT Carlos Alberto (foto) foi eleito presidente do Colégio de Presidentes dos Tribunais de Justiça (Codepre) do país. O cargo alça o membro de MT à liderança de discussões nacionais importantes. Dentre as atribuições do colégio...

Brecha pra futuro cassado ir à Justiça

kero kero curtinha 400   Wilson Kero-Kero (foto), ex-SD (socialista) que foi para ex-PSL (direita), anunciou ida para Podemos, mas permanecerá no partido direitista, é o relator do processo de cassação do colega Abílio Júnior, na CCJ da Câmara de Cuiabá. Na Comissão de Ética o...

Filho de Taborelli assume vaga em VG

Willy taborelli _ curtinha400   O pai coronel Taborelli está fora de combate, mas o filho Willy (PSC), suplente de vereador, vai assumir cadeira na Câmara de VG a partir de 2 de março. Vai atuar na vaga do correligionário Miguel Baracat, que se licencia para fazer tratamento de saúde. O filho do polêmico...

Sem acordo para ter apoio de Selma

otaviano pivetta 400 curtinha   O empresário e vice-governador Otaviano Pivetta, pré-candidato ao Senado, disse que, de fato, recebeu convite para se filiar ao Podemos, inclusive do deputado Medeiros, um de seus prováveis adversários nas urnas de abril, mas que segue firme no PDT. Destaca ser um admirador do senador...

Na expectativa para disputar Senado

nelson barbudo 400 curtinha   Se o TRE flexibilizar a data de filiação para quem quer concorrer ao Senado, na eleição suplementar de abril, a inflação de candidatos tende a ser ainda maior. Entrariam no páreo, além dos 10 que já se dizem pré-candidatos, o ex-governador Pedro...

Conflito armado entre Ulysses e Elizeu

ulysses moraes curtinha   Já está dando confusão no PSL/DC o acórdão feito entre os deputados estaduais Ulysses (foto) e Elizeu. O primeiro confidenciou a amigos que não pretende apoiar a possível candidatura de Elizeu ao Senado, na eleição suplementar, marcada para abril. A considerar...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.