Judiciário

Quarta-Feira, 17 de Julho de 2019, 09h:40 | Atualizado: 17/07/2019, 19h:03

REAÇÃO

Taques tem uma mente medíocre, afirma Fávaro após ter sido alvo de grampolândia

O ex-vice-governador Carlos Fávaro (PSD) avalia que o ex-governador Pedro Taques (PSDB) tem uma mente “medíocre”, que tomou atitudes repugnantes em promover o “cerceamento da privacidade alheia” ao invés de ter se preocupado em governar o Estado.  A declaração acontece após o coronel Evandro Lesco, em depoimento ontem (16), confirmar que Fávaro foi gravado de “forma oblíqua”, por meio de um servidor próximo ao político. O ex-vice-governador promete resolver a situação na Justiça e deve processar os envolvidos.

Reprodução

carlos favaro pedro taques

Carlos Fávaro ao lado do então governador Pedro Taques durante coletiva no Paiaguás antes do rompimento deles

“A época que veio a tona o escândalo da grampolândia, havia um disque me disque sobre essa possível gravação sobre mim. Sempre fui muito cauteloso em não tomar nenhuma conclusão preciptada. Mas, ontem, foram comprovados os fatos narrados pelo Lesco, e se concretiza o sentimento ruim, de tristeza, em saber que tínhamos uma missão da fazer algo melhor pelo Estado, enquanto que o governador ficava bisbilhotando os outros”, desabafa Fávaro em entrevista ao .

Fávaro rompeu com o Pedro Taques em 2018, quando renunciou ao cargo de vice-governador. Antes disso, a relação com o governador já estava abalada e o tucano seguia uma trajetória de esvaziamento do arco de aliança política, após vir à tona o escândalo dos grampos ilegais em 2017.

“Essa atitude demonstra a personalidade insegura, a incompetência e a mediocridade do ex-governador”, critica Fávaro em relação a acusação de Taques e seu primo Paulo Taques serem os mandantes dos grampos.

O depoimento de Lesco aconteceu ontem na 11ª Vara Criminal Especializada na Justiça Militar. Ele e outros militares, como o ex-comandante-geral da PM Zaqueu Barbosa, são réus no caso que ficou conhecido como a Grampolândia Pantaneira. Zaqueu, inclusive, também foi ouvido ontem e alegou ter tratado dos grampos diretamente com Taques - saiba detalhes aqui.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • guto | Quarta-Feira, 17 de Julho de 2019, 12h51
    8
    0

    esse favaro é esperto so fica em cima do muro

  • José | Quarta-Feira, 17 de Julho de 2019, 12h45
    4
    1

    QUANDO É QUE SERÁ INVESTIGADO O DESGOVERNO PEDRO TAQUES ? O DESGOVERNO PEDRO TAQUES QUEBROU O ESTADO POR CAUSA DOS MAIS DE R$25 BILHÕES DE IRREGULARIDADES EM 2015 A 2018. Até agora não foi apurada a responsabilidade de todos os membros do desgoverno taques quanto aos desvios e fraudes do desgoverno da transformação do estado em caos e roubalheira, cujas irregularidade somadas já ULTRAPASSARAM OS $25 BILHÕES. Só para lembrar aí vai a lista detalhada dos mais de $25 bilhões em irregularidades pendentes de serem apuradas: R$69 milhões em desvios na caravana da transformação; perdão de R$645 milhões em dívida da petrobrás; perdão de R$5 milhões de reais em dívidas da unimed cuiabá; a operação Rêmora por desvio de R$57 milhões na SEDUC; operação Bereré por desvio de R$30 milhões no Detran; operação Grampolândia na segurança pública usada para chantagear adversário; delação de Alan Malouf sobre Brustolin recebendo R$80 mil por fora todo mês; delação de Alan Malouf e Perminio indicando que secretários (Permínio, Brustolin, Julio Modesto e etc) recebendo mensalinho de R$30 mil/mês; mensalinho R$100 milhões por dentro para os deputados; rombo de R$4 bilhões no caixa e desvio de $500 milhões do Fundeb; desvio de R$1,2 milhões no fundo de trabalho escravo; desvio e apropriação de R$300 milhões dos municípios; desvio e apropriação de R$300 milhões dos poderes; aumento de $2 bilhões nos Incentivos Fiscais; aumento de milhares de cargos políticos comissionados, aumentou da folha de pagamento pela contratação de mais de 10.000 pessoas; uso da justiça para proteger seus amigos e secretários conforme disse o cabo Gerson; delação de Alan Malouf tratando de 12 tipos de corrupção entre elas os $10 milhões de caixa 2 administrados por Alan Malouf e Julio Modesto; licitação irregular de 11 bilhões para transporte interestaduais; desvio de R$58 milhões em pontes na SINFRA; $300 milhões em vantagem cobrada de quem recebeu antecipado no decreto do bom pagador; crédito de R$100 milhões para o primo Paulo Taques; maracutaia com a juizá candidata para ferrar o Silval e a família dele; irregularidades de R$3 bilhões no Edital nº 02/2018 da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) sobre rodovias MT 246, MT 343, MT 358 e MT 480. Além disso, apropriação indébita de R$70 milhões descontado dos salários dos servidores públicos para pagar empréstimos consignados, estouro da folha pagando vantagens para apaniguados políticos que receberam salários acima de R$100 mil, contratação irregular de 2000 cabos eleitorais na SEDUC para fazer campanha para o ex-secretário Mahafon, peculato ao gastar R$10 milhões em telefone por secretaria do estado durante a campanha eleitoral para o governo 2018; R$180 milhões em indenizações irregulares pagas em 2018 as empresas supostamente prestadoras de serviços na Secretaria de Estado de Saúde Secretaria. Pedro Taques e Gallo cometeram crime de responsabilidade de R$3,7 bilhões ao deixar restos a pagar para o próximo governo sem a devida provisão de fundos exigida na Lei de Responsabilidade Fiscal.

  • Nestor | Quarta-Feira, 17 de Julho de 2019, 12h33
    6
    4

    O Fávaro era só elogio a Taques, de repente ele começou a destilar o seu veneno e saiu candidato. O que aconteceu? Faz parte do seu caráter esse comportamento?

Diversos cortes nas despesas da AL

eduardo botelho curtinha 400   Num período em que o Legislativo praticamente parou, assim como o Judiciário e órgãos vinculados aos Poderes, como TCE e MPE, o presidente da AL, deputado Eduardo Botelho (foto), tomou decisão correta ao cortar gastos enquanto perdurar a pandemia do coronavírus. Entre as...

Governador está tenso e preocupado

mauro mendes 400 curtinha   O governador Mauro Mendes anda tenso e preocupado. Mesmo já tendo adotado uma série de medidas de prevenção, inclusive consideradas radicais, ele não dorme direito por causa das projeções nada otimistas de aumento nos próximos dias de casos de coronavírus em...

AL aprovará empréstimo de R$ 550 mi

A Assembleia aprovou, na convocação extraordinária desta sexta (27), dispensa de pauta para a mensagem do Executivo que pede autorização para contrair empréstimo de R$ 550 milhões junto à Caixa Econômica. O recurso será aplicado na construção de pontes de concreto em diversos municípios. Agora, a matéria entra na pauta e será aprovada pela maioria dos deputados na próxima segunda (30),...

Queda nas receitas e o salário regular

emanuel pinheiro 400 curtinha   Prefeitos de um modo geral vão conseguir pagar a folha do funcionalismo de março, na próxima semana, sem tantas dificuldades. Já para abril, a tendência é que passem apurados para manter os vencimentos em dia, por causa do reflexo negativo da pandemia do coronavírus,...

Galvan, afronta à legislação e multa

antonio galvan 400 curtinha   O presidente da Aprosoja-MT, Antônio Galvan (foto), que tentou, mas acabou desistindo da disputa ao Senado, está sempre envolvido em polêmicas, seja nas demandas do agronegócio, seja no cotidiano da política. A mais recente é que ele, juntamente com outros produtores, está...

Destaque nas ações anti-coronavírus

leonardo bortolini leo 400 curtinha   O prefeito de Primavera do Leste Leonardo Bortolin (foto) vem recebendo elogios e ganhou o noticiário nacional por medidas práticas, céleres e seguras no atendimento à população, em meio aos cuidados para prevenção ao coronavírus. Desde a semana...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.