Judiciário

Terça-Feira, 12 de Janeiro de 2010, 12h:01 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

PAC

TJ concede liminar a Wilson e barra LGL

     Após impetrar um agravo de instrumento junto ao Tribunal de Justiça, a Prefeitura de Cuiabá conseguiu derrubar a liminar obtida em dezembro pelo Consórcio LGL Engenharia em Saneamento (Lage Engenharia e Pavimentação, Geosolo e Lince Construtora e Incorporadora), responsável pela execução das obras do lote 7 (referente ao esgoto) do PAC em Cuiabá, que lhe dava o direito de continuar responsável pelas obras. A liminar extinguia também o decreto-lei do prefeito Wilson Santos, que anulou os processos licitatórios de todos os lotes. O procurador-geral do Município, advogado Ussiel Tavares, disse que “a tendência é que a liminar do Consórcio Cuiabano também seja anulada, já que a matéria é a mesma". Observa, porém, que precisa aguardar a decisão da Justiça. Nesse caso, a decisão está nas mãos do desembargador Evandro Stábile.

   Ussiel explica que ingressou com os recursos em 7 de janeiro e, que apenas o relativo à LGL foi julgado. A prefeitura aguarda o fim do imbróglio jurídico para dar continuidade ao lançamento dos novos certames. A primeira decisão que beneficia a prefeitura ainda é em caráter de liminar e foi concedida pelo desembargador Rubens de Oliveira, da 3ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça.

   As empreiteiras argumentam que o inquérito da Operação Pacenas, que culminou na paralisação das obras, foi arquivado e, que, portanto, têm o direito de continuar a execução das obras. A prefeitura, por sua vez, alega que a ação ainda não está em trânsito julgado e que, por isso, o decreto não pode ser anulado. Reclama da falta de segurança jurídica e quer lançar novos editais. Entre obras de ampliação da rede de esgoto e água de Cuiabá estão previstos investimentos de R$ 238 milhões pelo PAC.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Ivan | Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 00h53
    0
    0

    Nota dez para o dr. Ussiel. A prefeitura está de parabens por ter no seu quadro pessoa tão capacitada e dinamica como ele. graça ao seu dinamismo e conhecimento jurídico aconseguirá tirar das mãos deste consorcio cuiabano as obras do pac.

  • marcos | Terça-Feira, 12 de Janeiro de 2010, 12h34
    0
    0

    tudo isso por causa do juiz julier aparecido, quem esta sofrendo e o povo por causa das obras paradas. esse juiz nao ganha nem para presidente de bairro.

2 abstenções e briga pela 4ª Secretaria

silvio favero 400   Dois deputados se abstiveram na eleição da Mesa Diretora da Assembleia desta terça cujo votação foi secreta. Nos bastidores, os comentários são de que as abstenções foram de Sílvio Fávero (foto), que se lançou à disputa e, sequer, teve...

Petista, incoerência e voto contrário

ludio cabral 400   O petista Lúdio Cabral (foto), daqueles parlamentares do morde e assopra, na tentativa de marcar posição, expõe cada vez mais suas incoerências em votação na Assembleia. Na sessão que antecedeu a eleição para a nova Mesa Diretora, provocada pela decisão...

Projeto sobre VI na Saúde está na AL

gilberto figueiredo 400 curtinha   Já está na Assembleia, para votação dos deputados, o projeto do governo que garante retomada do pagamento da verba indenizatória aos profissionais da Saúde que atuam na linha de frente do combate à Covid-19 nas unidades hospitalares, ambulatoriais e...

2 desembargadores vão para TRE-MT

carlos alberto tj 400 curtinha   O Pleno do Tribunal de Justiça define, na quinta (25), em votação secreta e por videoconferência, dois desembargadores que comporão os quadros de comando do TRE-MT pelos próximos dois anos. O ex-presidente do TJ, Carlos Alberto Alves da Rocha (foto), é um dos inscritos...

Primeira-dama pede retorno de auxílio

marcia_pinheiro_curtinha400 Primeira-dama de Cuiabá Márcia Pinheiro (foto), em visita à sede do Rdnews e entrevista ao Rdtv, pede que a bancada federal de MT se mobilize e vote favorável ao retorno do pagamento do auxílio emergencial às famílias em situação de vulnerabilidade. Márcia...

Retorno, um novo tempo e inocência

jose carlos novelli 400 curtinha   Os conselheiros José Carlos Novelli (foto) e Antonio Joaquim participaram nesta terça da primeira sessão do Pleno do TRE, após três anos e seis meses afastados por determinação da Justiça, com base em denúncias sem provas de que cinco conselheiros...