Judiciário

Sexta-Feira, 11 de Abril de 2014, 09h:42 | Atualizado: 11/04/2014, 10h:11

Justiça

TJ declara inconstitucional leis sobre o uso e ocupação do solo de Cuiabá

O Pleno do Tribunal de Justiça declarou inconstitucional e suspendeu os efeitos das Leis Municipais 231 e 232/2011, que dispõem sobre o uso e ocupação do solo de Cuiabá. Para o colegiado, não foram realizadas reuniões necessárias, audiências e consultas públicas para compor o conteúdo da lei, desrespeitando o princípio da participação. Essa é mais uma derrota para o vereador João Emanuel (PSD), que no ano passado apresentou um Projeto de Lei Complementar que alterava o dispositivo da Lei 231/2011, cujo conteúdo era questionado pelo Ministério Público.

“O preceito de participação da população não foi respeitado durante as fases da elaboração das leis. O planejamento municipal tem como participação obrigatória da participação popular como instrumento regulatório que evita práticas lesivas no plano urbanístico divorciadas da vontade da população.”, ressalta o relator do processo, desembargador Rondon Bassil Dower.

As leis foram editadas pelo ex-prefeito de Cuiabá, Chico Galindo, e, dentre outras ações promoveram modificações em uma zona de interesse histórico da cidade. A associação de moradores do Manduri, que promoveu a ação, afirmou que tive prejuízo causado pela edição da lei, pois foram surpreendidos com a repreensão da utilização de suas próprias terras. Eles afirmaram ainda que o local é caracterizado com a especificidade de exploração de gado e há anos o município permite que o local seja explorado e utilizado para este fim.

O projeto do então presidente da Câmara gerou ‘conflito’ entre o Legislativo e Executivo em maio do ano passado. Ele alegava que num levantamento realizado pela Associação das Empresas do Distrito Industrial de Cuiabá ficou constatado que aproximadamente 150 empreendimentos e atividades encontram-se em funcionamento naquele local e que a proibição de instalação de empreendimentos residenciais em Zona de Alto Impacto (ZAI) fomentava a segregação social, espacial e econômica. Em setembro o Ministério Público ingressou com Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin), com pedido liminar, para suspender os efeitos de duas Leis Complementares. (Com assessoria)

Lei de urbanização gera conflito entre Legislativo e Executivo

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • moreira | Sexta-Feira, 11 de Abril de 2014, 09h56
    1
    0

    Esse João emanuel além de estar envolvido em atos de corrupção, quer interferir em leis internacionais de segurança. É inadmissível a existência de moradias em zonas industriais. A sociedade moderna já experimentou catástrofes na Índia, Chernobyl-Ucrânia e Inglaterra devido a existência de bairros próximos a áreas industriais, por isso, hoje, existem protocolos que não permitem mais isso. Há uns 3 meses atrás vazou gás amônia no distrito industrial e se houvesse bairros por ali, poderia acontecer uma intoxicação em massa. Cadê o MP pra prender este senhor, quem votou nele não merece respeito.

Nepotismo e demissão na gestão Pátio

leandro junqueira 400   Acuado pela notificação recomendatória do Ministério Público Estadual, o prefeito de Rondonópolis, Zé do Pátio, não teve outra saída senão exonerar a servidora Renata Castilho Moreno do cargo comissionado de gerente do Departamento de Engenharia e...

Candidatíssima à vereadora em Cuiabá

gisele almeida 400 curtinha   A apresentadora de TV, Gisele Almeida (foto), vai mesmo encarar o teste das urnas como candidata à vereadora em Cuiabá. Irmã do ex-vereador, ex-deputado e hoje conselheiro afastado do TCE, Sérgio Ricardo, ela não perde tempo nas articulações. Recentemente, recebeu no...

Quebra-cabeça para definir a chapa

eduardo botelho 400 curtinha   Eduardo Botelho (foto) está postergando ao máximo a definição dos nomes de sua chapa ao comando da Mesa Diretora. A eleição já acontece no dia 10, na próxima semana. Como 12 dos 24 deputados brigam por espaço, o presidente da Assembleia sabe que, ao final,...

Secretário terá de explicar contrato

alex vieira 400 curtinha   O secretário de Educação de Cuiabá, Alex Vieira (foto), tem dois dias para apresentar defesa ao TCE sobre uma representação da empresa F. M Paragas, propriedade de Fernando Marcelo, que apontou supostas irregularidades na contratação, por dispensa de...

Presidente da OAB e péssimo exemplo

leonardo campos 400 curtinha   Continua repercutindo muito mal, inclusive em âmbito nacional, o escândalo em que se envolveu Leonardo Campos, o Léo Capataz (foto), que acabou se afastando da presidência da OAB-MT. Deu um péssimo exemplo à sociedade. Ele foi parar na Delegacia, na semana passada, sob...

3 fortes para prefeito de Rondonópolis

ze do patio 400 curtinha   Apesar da "inflação" de prefeitáveis em Rondonópolis, com quase 10 se colocando como virtuais candidatos a prefeito, a disputa deve ficar acirrada mesmo entre três. Um deles é Zé do Pátio (foto), do Solidariedade. Vai tentar o terceiro mandato não consecutivo e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.