Judiciário

Quinta-Feira, 07 de Dezembro de 2017, 17h:05 | Atualizado: 09/12/2017, 06h:26

TJ gasta quase R$ 2 milhões com salários e benefícios de desembargadores confira

Ao todo, são 30 desembargadores que recebem subsídios como auxílios moradia, pré-escola e natalino

Mário Okamura

salarios-TJ

Pleno do Tribunal de Justiça é composto por 30 desembargadores. Além deles, o Judiciário efetuou pagamentos volumosos a 443 magistrados em todo MT

Somente em setembro deste ano, o Tribunal de Justiça desembolsou mais de R$ 1,9 milhão para pagar os rendimentos dos 30 desembargadores que compõem o Pleno. Os dados foram disponibilizados pelo Conselho Nacional de Justiça na mesma semana em que a ministra Cármen Lúcia, presidente do CNJ e do Supremo Tribunal Federal, cobrou publicamente os presidentes dos Tribunais de Justiça de todo o país para que apresentem os informações referentes à remuneração dos magistrados.

Nesta quarta (6), o presidente do TJ, desembargador Rui Ramos, enviou os dados solicitados. Hoje (7), o CNJ passou a disponibilizar o contracheque de setembro. 

Dos desembargadores, os que receberam maior rendimento foram a vice-presidente Marilsen Andrade Addario e a corregedora-geral de Justiça Maria Aparecida Ribeiro, liderando a lista com R$ 78,1 mil cada. Em seguida, Rui aparece com R$ 77,7 mil.

Além do salário de R$ 30,4 mil, os desembargadores têm direito aos auxílios alimentação, pré escolar, saúde, natalidade e moradia. A gratificação natalina já está incluída nos rendimentos dos desembargadores. Os 30 magistrados receberam R$ 7,6 mil cada nesta categoria, perfazendo total aproximado de R$ 228,1 mil.

Se considerados apenas os salários, os 30 desembargadores receberam R$ 914,1 mil em setembro. Com o acréscimo das vantagens e indenizações, que somam pouco mais de R$ 1 milhão, é que se chega a R$ 1,9 milhão. O contracheque contém o nome de 443 magistrados de todo o Estado, incluindo também juízes, pensionistas, aposentados.

Os desembargadores Márcio Vidal, Orlando Perri, Carlos Alberto Alves da Rocha, Maria Erotides Kneip Baranjak, Juvenal Pereira, Rondon Bassil, José Zuquim, Sebastião de Moraes Filho, Luiz Carlos da Costa, Pedro Sakamoto, Antônia Siqueira Gonçalves, Alberto Ferreira de Souza, Serly Marcondes Alves, Nilza Maria Pôssas, Helena Maria Bezerra Ramos, Dirceu dos Santos, Cleuci Terezinha, Rubens de Oliveira Santos Filho, Paulo da Cunha, Guiomar Teodoro Borges, Maria Helena Gargaglione Póvoas, Clarice Claudino da Silva e Gilberto Giraldelli receberam R$ 62,8 mil cada.

Já o desembargador Luiz Ferreira da Silva recebeu R$ 60 mil, seguido de Marcos Machado e Sebastião Barbosa Farias, que receberam R$ 58,7 mil cada.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Tonico | Sexta-Feira, 08 de Dezembro de 2017, 11h24
    2
    0

    Tonico, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Said Joseph | Quinta-Feira, 07 de Dezembro de 2017, 23h07
    2
    0

    Said Joseph, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • cuiabano | Quinta-Feira, 07 de Dezembro de 2017, 21h05
    9
    0

    É uma vergonha isso! merece ganhar bem mais isso! que moral tem eles para julgar um politico com suas vantagens, eles tem que aprender que trabalham para o povo, não o povo que tem que trabalhar para eles, infelizmente a independência de administração financeira deveria ser para melhorar o atendimento ao público e dar a celeridade de processos mas usam dinheiro publico em beneficio próprio, se recebessem um salario bom e dentro da realidade brasileira daria para contratar muito mais juízes, e melhorar o atendimento da justiça.

  • Mário | Quinta-Feira, 07 de Dezembro de 2017, 20h45
    7
    0

    Como disse Rui Barbosa: " A democracia começa na justiça e com a Justiça".

  • Roque Lima | Quinta-Feira, 07 de Dezembro de 2017, 19h51
    2
    0

    Roque Lima, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Helena | Quinta-Feira, 07 de Dezembro de 2017, 18h07
    8
    1

    E nós do executivo que geramos renda ao Estado, para repassar a esse poder, ganhamos um salário medíocre em relação a esses barões de MT.

Matéria(s) relacionada(s):

Selma sob risco de ganhar e não levar

selma arruda curtinha   Uma das grandes surpresas nas urnas de MT, a juíza aposentada Selma Arruda (PSL), eleita senadora na 1ª vaga, ao alcançar 678.542 votos, ainda vai ter muita dor de cabeça até o fim da investigação em que é acusada de abuso de poder econômico, através de caixa...

Deputado culpa Emanuel pela derrota

valtenir pereira curtinhas   Valtenir Pereira (foto), do MDB, tem culpado, em parte, pela derrota nas urnas pelo quarto mandato, o prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro, do mesmo partido. Em privado, reclama que o prefeito, que recebeu o seu apoio para chegar ao Palácio Alencastro em 2016, lhe passou as pernas, pois havia se comprometido em...

Eraí paga R$ 1 mi de dívidas de Taques

erai maggi   O empresário Alan Malouf revelou, em delação no STF, que em meados de 2016, já no segundo ano do Governo Taques, o rei da soja Eraí Maggi (foto), do Grupo Bom Futuro, lhe pagou R$ 1 milhão, inclusive em espécie. Segundo Alan, o pagamento serviu para abater o débito de parte de um...

Modesto embolsa R$ 300 mil de extra

julio modesto curtinhas   Não foi somente Paulo Brustolin, que recebera salário extra milionário para comandar a pasta de Fazenda do Governo Taques, totalizando R$ 1,4 milhão (R$ 500 mil de "luva" e mais R$ 80 mil mensais entre janeiro e dezembro de 2015). Segundo o delator Alan Malouf, um grupo de empresários,...

Mais de R$ 1 milhão só de salário extra

paulo brustolin sefaz curtinhas   Em delação homologada no Supremo em janeiro deste ano, o empresário Alan Malouf conta que o executivo Paulo Brustolin (foto), numa negociação chancelada pelo governador Taques, recebeu R$ 500 mil a título de "luva" para assumir o cargo de secretário estadual de...

Vice migra para PP e deve ir a prefeito

ubaldo barros curtinha   O vice-prefeito de Rondonópolis, professor universitário e empresário Ubaldo de Barros (foto), só esperou o resultado das urnas para migrar de partido. Trocou o PSL pelo PP, que terá uma cadeira na Câmara, com Neri Geller, e outra na Assembleia, com Paulo Araújo. Embora...

Pivetta atuará como gestor do Núcleo

otaviano pivetta curtinhas   Com carimbo de bom gestor que ajudou Lucas do Rio Verde, enquanto prefeito por 3 mandatos, a ganhar o topo nacional em referências, como de IDH e de educação, o empresário e vice-governador eleito Otaviano Pivetta (foto), do PDT, não vai assumir secretaria na gestão Mauro. Mas...

Distante e com maior votação em ROO

adilton sachetti curtinha   Embora distanciado de Rondonópolis - vive mais em Cuiabá -, o deputado federal e sojicultor Adilton Sachetti conquistou uma votação histórica ao Senado no município. Dos 333.082 obtidos nas urnas, 61.397 vieram da cidade onde ele foi prefeito e depois perdeu a...

Respaldo dá a Taques a maior votação

thelma de oliveira curtinha   Diferente de Rondonópolis, onde o apoio e empenho do prefeito Pátio contribuiu para tirar voto de Taques, em Chapada dos Guimarães, a prefeita Thelma de Oliveira conseguiu entregar o que prometeu de votos. Ela teve uma participação importante na boa votação do governador...

MAIS LIDAS