Judiciário

Sexta-Feira, 14 de Junho de 2019, 17h:50 | Atualizado: 18/06/2019, 19h:01

COMUNIDADE LGBT

TJ manda Galli pagar de imediato R$1,5 mil após condenação por homofobia

Rodinei Crescêncio

Victorio Galli

Ex-deputado federal Victório Galli, durante a campanha eleitoral de 2018, quando perdeu

A desembargadora Maria Aparecida Ribeiro, do Tribunal de Justiça, determinou que o ex-deputado federal Victório Galli (PSL) pague, de imediato, 30% de uma multa de R$ 100 mil imposta a ele por danos morais coletivos. A decisão é de quarta (12).

Galli foi condenado por declarações consideradas homofóbicas. O caso transitou em julgado na 1ª instância, mas a defesa do ex-deputado afirma que houve cerceamento de defesa.

A ação foi feita pela Defensoria Pública de Chapada dos Guimarães em março de 2017. Galli alegou ter feito estudos profundos para concluir que a Disney e o Mickey fazem apologia ao "homossexualismo", termo considerado preconceituoso em relação à comunidade LGBTI. O então deputado também ligou outros personagens da Disney a uma suposta trama para “enganar” crianças e torná-las gay.

“Com efeito, ainda que em análise perfunctória, verifica-se que aquele foi validamente citado na indenizatória de origem; apresentou, por meio de advogados regularmente constituídos, contestação opondo-se à pretensão da Defensoria Pública e teve, ainda, a oportunidade de novamente se manifestar após a impugnação ofertada pela referida instituição.  Além disso, foi devidamente intimado, na pessoa de seus advogados, da sentença de procedência prolatada pelo juízo a quo, porém, embora sucumbente, não interpôs o recurso cabível a tempo e modo”, narrou a desembargadora.

Maria Aparecida Ribeiro entendeu que o ex-deputado teve chance de se defender durante todo o processo e que a condenação deveria ser mantida.

“Logo, aparentemente foram observados os princípios do contraditório e da ampla defesa no processo de origem, princípios esses que, em tese, não são maculados por eventual atuação deficitária dos causídicos que representam a parte e nem pelo julgamento antecipado da lide, o qual se trata de instituto previsto na legislação processual civil”, escreveu.

A defesa de Galli ainda pedia a realização de audiência de conciliação com a Defensoria Pública. O pedido foi negado pela magistrada.

Editado em 17/06 às 8h16:

O advogado Marcos Rachid informou ao que o ex-deputado deverá pagar, de imediato, apenas 5% dos R$ 30 mil, ou seja, R$ 1,5 mil.

"De proêmio, diante das peculiaridades dos autos e da atual situação financeira do autor, que deixou de exercer o mandato eletivo de Deputado Federal, defiro apenas e tão-somente o seu pedido de parcelamento das custas processuais de ingresso e do depósito de 5% previsto no art. 968, II, do CPC, determinando-lhe o pagamento, de imediato, de 30% (trinta por cento) do valor devido e do remanescente (70%), ao final do processo, nos termos do art. 98, §6º, do CPC e do art. 468, §6º, da CNGC", diz o trecho da decisão citado pela defesa de Galli.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

DEM consulta sobre regras ao Senado

julio campos 400 curtinha   Atendendo orientação da Nacional do DEM, na luta para ampliar bancada no Congresso, o diretório regional do partido vai apostar todas as fichas na disputa suplementar ao Senado. E, antes de avançar na definição de nome, o partido decidiu encaminhar consulta ao TSE para saber se...

Expediente suspenso e posse no TCE

guilherme maluf 400 curtinha   O expediente no TCE-MT será suspenso na segunda, a partir das 12 horas. É que às 15 horas acontece a sessão especial na Escola Superior de Contas, marcando a posse de Guilherme Maluf (foto) na presidência do órgão fiscalizador. O hoje presidente Domingos Neto passa ao...

Túlio, desgaste e disputa em Cáceres

tulio 400 caceres   Derrotado a deputado estadual duas vezes, a última em 2018, Túlio Fontes (foto) não sustenta mais o que declarou há três meses, quando anunciou que ficaria de fora da corrida à Prefeitura de Cáceres. Mesmo tendo abandonado o município por um bom tempo, desde quando concluiu...

Disputa em Sinop e vaga na Câmara

juarez costa 400 curtinha   O deputado federal Juarez Costa (foto) tem espalhado que será candidato a prefeito de Sinop, posto já ocupado por ele por dois mandatos. No fundo, o emedebista espera que Rosana Martinelli (PL), que foi sua vice e depois se elegeu prefeita nas urnas de 2016, desista do projeto de reeleição...

Francis forçando a barra ao Senado

francis maris 400 curtinha   Francis Maris (foto), empresário e prefeito de Cáceres, é mesmo corajoso. Ele anunciou que vai reunir colegas prefeitos da região Oeste para discutir a ideia de entrar na disputa ao Senado, na eleição suplementar para a vaga de Selma, cassada esta semana. Francis se acha "o...

Sindal repudia postura de "indicado"

O presidente do Sindal Jovanildo da Silva se diz traído por Osmar Capilé, representante dos segurados da AL e que exerce cargo de diretor dos Aposentados, que votou favorável a nova alíquota de 14% no Conselho da Previdência. O apoio ao aumento da cobrança gerou revolta entre os servidores do Legislativo, que partiram para cima de Jovanildo cobrando explicações. Em nota de repúdio, o sindicato, que o indicou como representante no...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.